activa

Perfil

Saúde e Beleza

Largar as palhinhas e a água com gelo pode ajudá-la a comer menos

Um estudo da Universidade de Oxford sugere que o segredo para comer de forma mais saudável pode passar por truques tão simples quanto estes, ou ainda mudar a cor do prato.

Francisco Perez

Reprodução/Instagram

De acordo com um estudo da Universidade de Oxford, é possível uma pessoa sentir-se satisfeita com um menor consumo calórico se condicionar o cérebro para adotar hábitos mais saudáveis.

Para Charles Spence, professor da instituição, o prazer obtido quando nos alimentamos é puramente emocional. O docente sugere que, para um melhor aproveitamento da comida, devemos concentrar aroma e a textura dos alimentos para que a mente fique facilmente mais satisfeita.

Beber através de palhinhas diminui a percepção do cheiro das bebidas, o que pode levar a um consumo excessivo das mesmas. O mesmo acontece quando bebemos água com gelo quando nos alimentamos, pois enviesa o palato.

“Quanto maior for o número de sensações alimentares que conseguirmos reunir, melhor. Um aroma forte e mais texturas ajudam o cérebro a perceber quando já consumimos o suficiente. Nunca devemos usar palhinhas, eliminam grande parte do que o olfato recolhe, sendo que este é responsável por grande parte do aproveitamento”.

Reprodução/Instagram

No livro 'Gastrophysics', Spence vai mais longe e recomenda ainda que as pessoas comam através de pratos mais pequenos e, se possível, vermelhos. A ciência demonstrou que comer num prato que tem o dobro do tamanho normal pode fazer com comamos mais 40% do que devíamos. A tonalidade vermelha reduz a vontade de comer.

Colocar a comida numa taça pesada em vez de num prato numa mesa, também produz o mesmo efeito, pois o peso engana a mente, dando a sensação que há mais do que o que realmente existente.

E para os que gostam de comer com a televisão ligada, más notícias: o professor da Universidade de Oxford refere que este comportamento é completamente proibido.

“Comer com a TV ligada é uma das piores coisas que podem fazer em termos alimentares. As pessoas comem até 15% mais comida, o que não é normal. Há aqui um perigo elevado de perdermos a atenção nos estímulos provocados pela alimentação”.

Da próxima vez que estiver a comer com o televisor ou com o computador à frente, pense duas vezes, já que alimentar a mente é fundamental para o aproveitamento total da sua refeição.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!