activa

Perfil

Saúde e Beleza

Tudo o que quer saber sobre as cirurgia plásticas de corpo mais procuradas

Tudo o que quer saber sobre lipoaspiração e mamoplastia de aumento.

Isabel Vidal

M.VENTER-YAPR

A lipoaspiração e a mamoplastia de aumento são as cirurgias plásticas de corpo mais procuradas. Geralmente só pensamos nelas quando vamos comprar um novo fato de banho para o verão, mas o inverno é que é o momento perfeito para as fazer: idealmente 3 meses antes da ida à praia, para dar tempo a que haja uma recuperação total e os eventuais hematomas desapareçam completamente (quando se tem uma nódoa negra e se apanha sol, mesmo que não seja diretamente sobre ela, corre-se o risco de ela se transformar numa mancha que nunca mais desaparece…).

Para saber os detalhes sobre estas duas cirurgias, falámos com Christopher Johnsson, da Clínica da Beloura, cirurgião plástico brasileiro radicado em Portugal há uma década, que foi aluno de Ivo Pitanguy (considerado o melhor cirurgião plástico brasileiro e um dos melhores do mundo) e é um dos segredos mais bem guardados por detrás de muitos corpos ‘naturalmente’ esculturais que nos inspiram.

LIPOASPIRAÇÃO
É a remoção de parte da gordura subcutânea em áreas localizadas. A gordura é sugada através de uma cânula fina que é inserida sob a pele nas zonas a tratar.
• Quanto tempo demora a fazer
Para uma lipoaspiração ‘clássica’ (flancos, abdómen e coxas), cerca de duas horas. Se for uma só área, demorará cerca de uma hora.
• Anestesia
Pode ser geral ou local com sedação (ver caixa).
• Como se fica a seguir
Com nódoas negras e dorida na zona que foi tratada, como se tivesse dado uma pancada forte. A dor dura alguns dias e pode ser diminuída com medicamentos analgésicos. As nódoas negras vão desaparecendo e em geral não duram mais de um mês. As cicatrizes dos furinhos por onde entrou a cânula também cicatrizam rapidamente, porque têm apenas 4mm, e acabam por ficar impercetíveis.
• Pós-operatório
Logo após o procedimento é vestida uma cinta que tem de ser usada 24 horas por dia durante o primeiro mês (retira-se apenas para tomar banho) e durante 12 horas seguidas (de dia ou de noite) no mês seguinte.
A drenagem linfática é fundamental para agilizar a recuperação. Christopher Johnsson recomenda que ela comece a ser feita logo no dia a seguir à lipoaspiração: “Faz muita diferença, ajuda a evitar que o edema se instale com tanta intensidade e dá um alívio muito grande.”
• Quando se pode retomar a atividade normal
“Se for só uma lipoaspiração, em geral ao fim de duas semanas já se pode fazer alguma atividade física leve, como passadeira ou elítica. Só pode apanhar sol, mesmo que não seja nas áreas tratadas, a partir do momento em que as nódoas negras desaparecem totalmente e as cicatrizes têm de ser cobertas com protetor solar enquanto se notarem.”
• Quando se veem os resultados finais
Ao fim de aproximadamente 3 meses.
• Quanto custa
“Varia muito, em função do volume das áreas tratadas e consequentemente do tempo
que demora a cirurgia, mas será entre os €3000 e os €8000, já com tudo incluído: cirurgia, clínica, anestesia, enfermeira, instrumentista, cinta, drenagens…”

O mito da gordura desaparecida para sempre é... um mito
É comum ouvir dizer que quando se faz lipoaspiração a gordura já não volta naquela zona. Perguntámos a
Christopher Johnsson se isso é verdade e… afinal é mentira. “Se a pessoa se descuidar, comer demais e não fizer exercício, a gordura volta. A teoria que diz o contrário é falsa. Senão resolvia-se o problema mundial da obesidade: era só fazer lipos e acabava! Seria ótimo mas não é assim.”

MAMOPLASTIA DE AUMENTO
É a colocação de implantes para aumentar o volume dos seios, através de uma pequena incisão de 4,5cm no sulco mamário (base do seio), ou na aréola do mamilo. Também pode levantar um pouco seios que ficaram descaídos.
• Quanto tempo demora a fazer
Se for um aumento mamário simples, em que é preciso apenas colocar os implantes, demora uma hora.
• Anestesia
Pode ser geral ou local com sedação (ver mais abaixo).
• Como se fica a seguir
Nesta cirurgia não se sente dor após o procedimento e raramente surgem nódoas negras, “apenas uma sensação que as pacientes que já tiveram filhos descrevem como semelhante a estar com o peito cheio de leite”, explica o cirurgião plástico. “Essa sensação dura apenas alguns dias e a partir daí as pessoas até se esquecem que têm os implantes.”
• Pós-operatório
Nos primeiros dias após a cirurgia deve-se usar um sutiã que dê suporte mas básico, “os muito reforçados atrapalham mais do que ajudam”. Durante uma semana a dez dias não se pode conduzir, levantar pesos ou objetos pesados, ou elevar os braços acima do ombro. Se for à praia entretanto, e expuser os seios ao sol, tem de proteger as cicatrizes com protetor solar.
• Quando se veem os resultados finais
Imediatamente a nível do volume. Em relação à cicatriz, irá ficando progressivamente mais desvanecida e após 3 a 6 meses deixa de se notar.
• Quanto custa
“A partir de €4000 já com tudo incluído: cirurgia, clínica, anestesia, instrumentista, enfermeira, implantes, sutiã…”

ANESTESIA: GERAL OU LOCAL?
“Quando se trata de um procedimento cirúrgico, como uma lipoaspiração, um lifting, uma mamoplastia ou uma cirurgia das pálpebras, por exemplo, eu prefiro fazer com anestesia geral” – diz o cirurgião plástico Christopher Johnsson. “É mais seguro e mais confortável para o paciente. As pessoas às vezes receiam as anestesias gerais mas em cirurgia plástica não vamos mexer em órgãos internos, trabalhamos a nível da pele ou logo abaixo dela, por isso não é preciso uma anestesia geral muito profunda. Com a anestesia geral não há o risco de o paciente acordar a meio da cirurgia e por outro lado as vias aéreas da pessoa estão totalmente sob o controlo do anestesista, se houver uma reação imprevista podemos dar uma resposta mais rapidamente. Se for uma anestesia local com sedação, caso haja um problema a pessoa ainda vai ter de ser entubada de emergência e isso traz mais riscos.”

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!