activa

s

Perfil

Saúde e Beleza

Já ouviu falar nestes 12 superalimentos? Saiba o que são e como usá-los

Camu camu, matcha ou baobab são apenas alguns dos nomes de superalimentos que vemos nas prateleiras das lojas de produtos naturais e que parecem saídos da imaginação de alguém que gosta de brincar com palavras. A nutricionista Lillian Barros diz-nos o que são e como incorporá-los na nossa alimentação.

Gisela Henriques

Açaí
Fruto violeta escuro rico em fibras e antioxidantes, antocianinas, que não só nos protegem dos radicais livres como melhoram a circulação sanguínea e ajudam a baixar os níveis de colesterol. Pode ainda contribuir para uma melhor saúde cardiovascular já que também é fonte de fitoesteróis, melhora a digestão e fortalece os ossos e os músculos devido ao seu elevado teor de cálcio e potássio.
Como usar: Misture em batidos, sumos, sobremesas, cereais e gelados ou leites vegetais, ou mesmo só com um pouco de água.
Dose recomendada: 1 a 4g por dia (½ a 2 colheres de chá).

Baobab
Uma árvore imponente que existe em várias partes do mundo, em África conhecida por imbondeiro e chamada árvore da vida. O seu fruto, a mukua, é rico em vitamina C (tem muito mais vitamina C que a laranja), importante para reforçar o sistema imunitário, ferro e fibra solúvel, ou seja, é um excelente promotor do bem-estar e regulador do sistema digestivo e intestinal. Excelente fonte de potássio, cálcio e magnésio.
Como usar: É ótimo para juntar a sobremesas, sumos, batidos ou papas, gelados caseiros ou mesmo só misturado
com um pouco de água.
Dose recomendada: 1 a 2 colheres de chá por dia.

BAGAS GOJI
É uma ótima fonte de carotenóides e antioxidantes, que fortalecem a imunidade. Tem efeito antienvelhecimento e ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares e digestão. São ricas em vitamina C e ferro.
Como usar: Em batidos, saladas, nos cereais de pequeno almoço, em iogurtes. Prefira as biológicas.
Dose recomendada: 10 a 15 bagas/dia, 5 a 6 vezes por semana.

Cânhamo
Ou proteína de cânhamo. É uma planta originária dos países asiáticos, rica em ácidos gordos ómega 3 e 6, minerais, vitaminas e fibras. A sua proteína contém todos os aminoácidos essenciais pelo que é considerada uma fonte completa de proteína de fácil digestão, sobretudo quando comparada com a carne, soja ou lacticínos. É ótima para quem tem problemas de pele, cabelo e unhas, obstipação, baixa o mau colesterol (LDL) e a tensão arterial, ajuda a regular o açúcar no sangue.
Como usar: Em sobremesas, sumos, batidos, iogurtes.
Dose recomendada: 20 a 30g por dia (2 a 3 colheres de sopa).

Clorela
Alga microscópica que contém vários macro e micronutrientes importantes, como as vitaminas B, C e K. Facilita o funcionamento do fígado, dos intestinos, melhora a digestão e ainda desintoxica o organismo. Ajuda na limpeza dos órgãos vitais e estimula a formação de glóbulos vermelhos.
Como usar: Em batidos, sumos, sopas, saladas. Pode juntar a água e beber um shot purificante logo pela manhã. É mais eficaz quando tomada em conjunto com a spirulina.
Dose recomendada: O máximo de 5g por dia (1 colher de chá).

Camu camu
Fruto originário da América Latina, contém entre 40 a 50 vezes mais vitamina C que uma laranja, o que faz com que seja uma arma contra inflamações e infeções. Também melhora a saúde respiratória e previne o envelhecimento celular.
Como usar: Em saladas, batidos, sumos, iogurtes e cereais. Combina bem com fruta.
Dose recomendada: 3g ou 1 colher de chá por dia.

Erva de trigo
Provém das folhas do trigo quando jovem, mas apesar do nome não tem glúten, daí poder fazer parte da alimentação de alguém que seja intolerante ou que queira fazer uma alimentação sem este nutriente. Tem propriedades desintoxicantes – portanto ótima para purificar o organismo –, reparadoras e alcalinizantes, é rica em clorofila, cálcio, ferro, fósforo e vitaminas E e K. É também uma excelente fonte de proteína vegetal.
Como usar: Pode ser adicionada a água e fazer um shot desintoxicante antes do pequeno almoço ou juntar o pó a sumos, iogurtes ou papas.
Dose recomendada: 1 colher de café por dia.

Lucuma
Fruto tropical muito utilizado em sobremesas e gelados. É energizante devido ao seu conteúdo elevado de hidratos de carbono mas de valor glicémico baixo, ótimo para pessoas muito ativas e que precisam de energia. Tem um sabor muito agradável, próximo da baunilha, é rico em vitamina B3, cálcio, ferro, e betacaroteno, que são benéficos para a pele e visão. Tem também muitos antioxidantes.
Como usar: Devido ao seu sabor agradável, é fácil de incorporar na alimentação, sobretudo nas papas de aveia, iogurtes, sumos e batidos.
Dose recomendada: Até 15g por dia (cerca de 5 colheres de chá).

Maca
É uma planta que tem origem no Peru e Bolívia. O pó, obtido a partir da raiz, e muito utilizado na alimentação, é rico em cálcio, magnésio, ferro e selénio. Ajuda a regular o nosso organismo, a aumentar a vitalidade, energia, a líbido, a melhorar a memória, e atenua os sintomas da menopausa e cólicas menstruais.
Como usar: Não tem um sabor que agrade a todos, daí que muitas vezes se aconselhe a tomar com um pouco de canela. Podemos juntá-la a sumos, batidos, iogurtes, saladas e sopas.
Dose recomendada: 3g por dia (1 colher de chá).

Moringa
Planta de origem tropical muito rica em vitamina A, B e C, em minerais como o cálcio, magnésio potássio e fósforo. Ajuda a reforçar o sistema imunitário e é quase um elixir da juventude e de saúde. O seu consumo está relacionado com uma melhoria da tensão arterial, estabilização dos níveis de glicose no sangue e redução do colesterol.
Como usar: Numa simples infusão ou então em sumos, iogurtes, batidos ou papas.
Dose recomendada: 3g por dia (cerca de 1 colher de chá).

Matcha
É basicamente chá verde triturado e por isso um concentrado de antioxidantes que estão associados à proteção da saúde cardiovascular e sistema imunitário.A matcha, como contém teína, que é um estimulante, pode ser interessante para quem queira perder peso (porque
também é drenante), mas atenção, não é aconselhado a pessoas com problemas na regulação da tensão arterial ou de sono.
Como usar: O tradicional é juntar água, mas pode, por exemplo, fazer trufas com tâmaras cruas e depois envolver em matcha; pode também juntar a molhos para acompanhar a refeição ou incorporar em sumos detox.
Dose recomendada: 1 a 2 colheres de chá por semana.

Spirulina
Alga microscópica de água doce, rica em vitaminas A, E, K e do complexo B, em ferro e em clorofila (o que faz dela um poderoso desintoxicante, ou seja, ajuda a eliminar toxinas prejudiciais ao corpo, além de ser também antibacteriano). É considerada um
anti-inflamatório e um aliado no reforço do sistema imunitário e ótima para a regeneração de tecidos após exercício físico, portanto ideal para atletas. Como também é rica em betacarotenos e cálcio ajuda a prevenir as doenças
dos ossos e da visão.
Como usar: Junte a batidos, sumos, saladas ou sopas.
Dose recomendada: 1 a 2 colheres de chá por semana.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!