activa

s

Perfil

Saúde e Beleza

Teste: Lá em casa come-se bem?

Estão a fazer as escolhas saudáveis para os vossos filhos, ou a ceder aos caprichos dos mais novos? Faça o nosso teste e saiba se está a criar hábitos alimentares saudáveis ou se precisa de uns ajustes.

Gisela Henriques

1. O tempo está ótimo (finalmente!), pega no carrinho e vai dar uma volta com o seu bebé. Além das fraldas, chapéu de sol e água, o que não pode esquecer?
a. Um boião de fruta, caso o ar puro lhe abra o apetite.
b. Ele não gosta de água, sumo!
c. Bolachas de baunilha.

2. Hoje comprou umas sardinhas maravilhosas para o almoço, arranja os pimentos assados e coze as batatas. Qual é o almoço dos seus filhos?
a. Qual é o almoço? Então? O mesmo que o meu!
b. Ah, pois, eles não gostam. Ovos com salsichas.
c. A batata assada com qualquer outra coisa, eles não gostam de peixe.

3. Fez uma deliciosa salada de fruta para o lanche. Qual a reação dos seus filhos?
a. Mal acaba de cortar o último pedaço de meloa, atacam-na sem dó nem piedade.
b. Está 3 dias no frigorífico e ninguém lhe pega e acaba por ser você a ter de comê-la…
c. Durante meia hora tenta convencê-los dos benefícios da fruta. Promete pipocas se eles comerem uma colher de sopa de salada de fruta.

4. Um lanche típico:
a. Cachorro quente com batata palha, mostarda e...
b. Umas bolachas.
c. Fruta.

5. Qual a frequência com que comem quinoa, pão, massa ou arroz integrais?
a. Integ… quê?
b. Quando o rei faz anos. Aqui reina o pão, a massa e o arroz brancos…
c. Frequentemente, aliás só compro versões integrais, mais saudáveis.

6. Lembre-se do que comeram ontem. Qual foi a cor dominante do prato?
a. Branco e bege, sobretudo.
b. Uma grande variedade de cores e com bastante verde claro e escuro.
c. Várias cores, mas verde nem vê-lo.

7. O que lhes dá de beber às refeições?
a. O refrigerante que eles mais gostam.
b. Sumos ou qualquer outra coisa docinha em forma líquida.
c. Água.

8. Qual a estratégia para eles comerem vegetais às refeições?
a. Cada vez que os seus filhos veem a cor verde no prato já sabe que vai haver ‘dores de barriga’ instantâneas, mesmo com os molhos.
b. Não há refeição lá em casa em que não entre vegetais. Misturo com
o arroz, faço bonecos....
c. Estratégia? Hummm… eu também não gosto, portanto…

9. Qual a regularidade com que cozinha novos ingredientes?
a. Pelo menos uma vez por semana.
b. De vez em quando, mas é uma dor de cabeça, não sei porque continuo a tentar.
c. Já sei que vai ser uma trabalheira, por isso nem tento.

10. Qual é a política familiar relativamente aos doces?
a. Somos muitos liberais, eu como quando quero e eles também.
b. Só são permitidos em datas especiais.
c. São permitidos algumas vezes por semana, desde que comam também alimentos saudáveis em troca.

11. Os miúdos vão dormir a casa de amigos e os pais telefonam a perguntar o que eles não gostam de comer. O que diz?
a. Eles comem o que vocês comerem.
b. Já antecipou a pergunta, por isso fez uma lista do que eles não gostam.
c. De tudo o que é saudável, ri-se.

12. O seu filho fica horas à frente do prato com peixe cozido. O que faz?
a. Não o obriga a comer, mas não come mais nada até à próxima refeição.
b. Fica à mesa até o prato ficar limpo.
c. Tira o prato e dá-lhe o que ele quer.

RESULTADOS
1 – a. 4; b. 2; c. 1
2 – a. 4; b. 1; c. 2
3 – a. 4; b. 1; c. 2
4 – a. 1; b. 2; c. 4
5 – a. 1; b. 2; c. 4
6 – a. 1; b. 4; c. 2
7 – a. 1; b. 2; c. 4
8 – a. 2; b. 4; c. 1
9 – a. 4; b. 2; c. 1
10 – a. 1; b. 4; c. 2
11 – a. 4; b. 2; c. 1
12 – a. 4; b. 2; c. 1

Menos de 14
Precisam de se esforçar mais para terem uma alimentação equilibrada

Não são só os filhos que precisam de se alimentar melhor, é a família inteira. Claro que se só virem os pais a comer fritos e doces eles não vão querer um pratalhão de salada. É mais fácil eles comerem alimentos saudáveis se virem os pais a fazer o mesmo. Primeiro comece por fazer um esforço e escolher menus saudáveis. Não vá às compras com fome, só vai fazer com que encha o carrinho de comida pouco saudável. Pense nas refeições que quer cozinhar ao longo da semana e faça uma lista dos ingredientes a comprar. E seja fiel à lista! Mesmo que eles estrebuchem ao início, resista às lamúrias e aos queixumes. Não é preciso ser nenhuma especialista para saber que frutas e vegetais, legumes, são absolutamente essenciais todos os dias (e um item na lista de compras), os pratos devem ser de cores variadas e a tão portuguesa sopa, um must. Em vez de lhes colocar o prato à frente e já está, peça ajuda na preparação (lembra-se de quando a sua mãe lhe pedia para arranjar as ervilhas? Era tão divertido retirar as bolinhas das vagens!). Aproveite também para rever a matéria dada, ponham a pirâmide dos alimentos no frigorífico e certifiquem-se que estão a seguir as regras. Pode também pedir para ele dar um nome ao prato, quem sabe se não vai descobrir um talento para o masterchef júnior!

Entre 16 e 26
Precisam de fazer alguns ajustes, mas estão no bom caminho

Ok, os miúdos têm algumas refeições saudáveis, mas convém o jogo entre o menu saudável e os doces não estar empatado. Desequilibre a balança para o lado dos bons. Não precisa de proibir os doces de entrarem em casa, mas controlar a quantidade de açúcar que ingerem é suficiente. Leia os rótulos e descubra o açúcar escondido. Cada pacote de açúcar tem cerca de 9-10g e há produtos alimentares que levam ‘carradas’ de açúcar ‘disfarçado (glicose, maltose, dextrose, frutose...). Mais fruta e legumes, mais sopa, arroz, massa e pão integrais, mais peixe que carne, mais sementes e frutos secos, menos bolos e pudins. Refrigerantes e sumos de compra, só quando o rei faz anos.
E tente não fazer chantagem, assim os doces vão soar sempre a recompensa. Em vez de lanches hipercalóricos, prefira uns mais saudáveis, fruta, frutos secos, iogurte com granola caseira sem açúcar (pode adoçar com um bocadinho de mel biológico), gelado de banana (pedaços de banana congelados, basta triturar na hora de comer…). Experimente mais alimentos novos:procure uma receita com um ‘alto’ aspeto que seja capaz de convencer o inflexível dos miúdos a provar.

Mais de 28
Parabéns, estão a criar filhos supersaudáveis e gourmets

Parabéns, os seus filhos têm muita sorte! As refeições são saudáveis e equilibradas e tem a preocupação introduzir novos alimentos e cozinhar de forma a que eles não torçam o nariz. Água é a bebida de eleição dos mais pequenos. Mas não fique stressada por eles, ocasionalmente, comerem bolos ou rebuçados. Se tem um bebé e ele é daqueles que não gosta muito de comer assim que acorda, não o force, é preferível deixá-lo despertar com calma e dar-lhe algo que alimente e eles gostem como uma papa láctea.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!