activa

Perfil

Saúde e Beleza

Qual é (mesmo) o seu tipo de pele?

Conhecer as características da sua pele é o básico indispensável para poder escolher os cosméticos certos para si. Siga as nossas pistas e nunca mais comprará o creme errado.

Isabel Vidal

Tendo em conta que a nossa pele faz parte de nós e vivemos com ela (aliás, dentro dela) todos os dias desde que nascemos, seria de esperar que a conhecêssemos tão bem como a nossa melhor amiga, mas geralmente não é o caso. No entanto esse conhecimento é a base para lhe dar o que ela precisa para estar confortável e se mostrar no seu melhor, sem reações intempestivas.

TIPO DE PELE E ESTADO DA PELE
Não são bem a mesma coisa. Os dermatologistas e esteticistas dividem geralmente a pele em três grandes tipos, de acordo com o nível de produção de sebo (que é um mecanismo natural de hidratação e proteção): normal quando esse sebo é produzido de forma equilibrada, seca quando há uma produção deficiente de sebo e oleosa quando a produção é excessiva. Há ainda a pele chamada ‘mista’, em que as maçãs do rosto são secas e a zona T (testa, nariz e queixo) é oleosa: se a disparidade entre as duas zonas for muito grande, devem ser tratadas de maneira individual, caso contrário pode-se cuidar dela como de uma pele ‘normal’.
Estas características são em grande parte determinadas geneticamente, por isso podemos dizer que o seu tipo de pele básico é aquele com que nasceu. Mas seja qual for o seu tipo, o estado da pele muda em função de alterações ambientais, hormonais ou de estilo de vida: qualquer pele é geralmente mais oleosa durante a adolescência e é comum tornar-se mais seca após a menopausa; o calor dilata os poros facilitando a saída do sebo para a superfície (o que pode deixar a pele com um aspeto mais luzidio) mas ao mesmo tempo aumenta a evaporação de água (o que a pode desidratar), enquanto o frio e o vento a ressecam à superfície.
A par do seu tipo (seca, oleosa, normal ou mista) a pele pode apresentar outras características paralelas: estar desidratada ou sensibilizada, ser intolerante ou reativa... Por isso, ao escolher um creme e uma rotina de cuidados diários é preciso ter em conta não só o tipo básico da pele mas também o seu estado nesse momento.

FAÇA O TESTE
Lave o rosto com um sabonete neutro, seque e não aplique mais nada. Após uma hora separe uma folha de um lenço de papel e coloque-a sobre o rosto, pressionando bem na testa, nariz, maçãs do rosto e queixo, mas sem esfregar. Depois retire e veja como ficou: se o papel está completamente limpo, sem traços de oleosidade, a sua pele é seca;
se está transparente e engordurado, a sua pele é oleosa; se está apenas ligeiramente transparente na zona da testa, nariz e queixo, a sua pele é normal ou mista.

PELE NORMAL
É a que todas gostaríamos de ter: bonita, uniforme e sem problemas nem desequilíbrios.

Características:
• lisa, elástica, firme e macia ao toque
• luminosa sem ser luzidia
• textura e tonalidade uniformes, com ‘boas cores’
• poros pouco ou nada visíveis (embora possam
ser um pouco mais visíveis na zona T)
• poucas rugas e rídulas

Os seus piores inimigos:
• os raios UV,- que atacam as estruturas de suporte da pele (elastina e colagénio) e aceleram o envelhecimento, acentuando rugas e manchas
• a poluição, que oxida o filme hidrolipídico protetor da pele e afeta a função barreira, deixando a pele vulnerável e sensibilizada
• cuidados demasiado nutritivos ou demasiado secantes

As palavras-chave e ingredientes que deve procurar nos produtos:
• hidratante
• antioxidante
• suave
• ácido hialurónico

O seu ritual de beleza
LIMPAR
Desmaquilhe a pele à noite com um desmaquilhante na sua textura preferida: creme ou leite (que pode retirar com água ou lenços de papel), óleo ou gel para lavar, ou água micelar. A seguir passe um algodão com um tónico para pele normal ou faça uma vaporização de água termal. De manhã lave o rosto com um gel de limpeza suave ou enxaguar simplesmente com água tépida.

HIDRATAR
Depois de limpar, aplique um hidratante ou creme de dia para pele normal, na sua textura preferida: pode ser um gel mais ligeiro nos meses mais quentes e um creme com uma textura mais rica quando faz mais frio.

PREVENIR
Certifique-se de que o seu hidratante tem proteção solar ou aplique um protetor solar de textura ligeira depois do creme de dia. Ou pode optar por um BB Cream que hidrata, protege dos UV e uniformiza o tom da tez. Aos 30-35 anos comece a aplicar um sérum hidratante, antioxidante ou antienvelhecimento antes do creme de dia, diariamente ou pontualmente em curas nas mudanças de estação, e comece a usar um creme de contorno dos olhos para que as rugas de expressão se instalem o mais tarde possível. E a partir dos 35-40 anos acrescente um creme de noite à sua rotina.

PELE OLEOSA
O excesso de oleosidade e as borbulhas podem ser exasperantes mas este tipo de pele tem uma grande vantagem: é a que se mantém sem rugas durante mais tempo.

Características:
• espessa e luzidia
• textura irregular e aspeto por vezes macilento
• poros muito abertos e visíveis, eventuais pontos negros
e borbulhas
• poucas rugas e rídulas

Os seus piores inimigos:
• os raios UV, que, embora pareçam ajudar a controlar as borbulhas, tornam a pele mais espessa e tendem a transformar as marcas de acne em manchas permanentes
• a poluição, que oxida o filme hidrolipídico protetor da pele agravando ainda mais as borbulhas, pontos negros e imperfeições
• cuidados demasiado secantes e agressivos, que ao eliminarem completamente a gordura provocam uma produção reacional de sebo ainda maior e fragilizam a pele

As palavras-chave e ingredientes que deve procurar nos produtos:
• oil-free
• não comedogénico
• purificante e antissético
• matificante
• retinol e alfa ou beta hidroxiácidos (AHA ou BHA)

O seu ritual de beleza
LIMPAR
De manhã e à noite com gel desmaquilhante e água. A seguir aplique um tónico específico para pele oleosa. Faça uma esfoliação uma ou duas vezes por semana, evitando as zonas com borbulhas ou inflamadas.

HIDRATAR
Depois de limpar, aplique um gel ou creme ligeiro hidra-tante e matificante nas zonas mais secas.

PREVENIR
Use um hidratante ligeiro com proteção solar ou aplique um protetor solar oil-free após o creme de dia.
A partir dos 30-35 anos comece a aplicar um sérum hidratante ou refirmante antes do creme de dia, diariamente ou pontualmente em curas nas mudanças de estação, e a usar creme de contorno dos olhos. A partir dos 40 anos acrescente à rotina um creme de noite renovador (com retinol ou AHA/BHA).

PELE SECA
A sua textura de pêssego tem um reverso: esta é a pele que mais rapidamente envelhece se não for bem tratada desde cedo.

Características:
• fina e transparente
• tez baça e sem brilho
• sensação de repuxamento e eventuais descamações
• poros praticamente invisíveis
• muitas rídulas e rugas de expressão

Os seus piores inimigos:
• os raios UV, que atacam as estruturas de suporte da pele (elastina e colagénio) e aceleram o aparecimento das rugas
• a poluição, que ataca o filme hidrolipídico protetor da pele e a deixa ainda mais suscetível à desidratação
• vento e frio ou calor excessivos

As palavras-chave e ingredientes que deve procurar nos produtos:
• nutritivo, hidratante, relipidante
• antirrugas
• ácido hialurónico, retinol, manteiga de karité

O seu ritual de beleza
LIMPAR
À noite use um desmaquilhante em creme, bálsamo ou óleo, e retire com lenços de papel ou água tépida (evite água fria ou muito quente). De manhã vaporize simplesmente o rosto com água termal (ou passe um algodão no rosto com água do Luso que é pouco mineralizada).

HIDRATAR
A pele seca precisa de creme de dia e muito frequentemente de creme de noite também (sobretudo nos meses mais frios). Opte por uma textura rica e, se necessário, aplique antes um sérum hidratante. E não esqueça no fim o protetor solar (mesmo no inverno e na cidade).

PREVENIR
Os novos óleos são uma bênção para esta pele: algumas gotas antes do creme de dia ou misturadas na palma da mão com o creme de noite dão-lhe o conforto e suavidade que lhe faltam. Comece a aplicar um creme de contorno de olhos a partir do 30 anos. A partir dos 40 passe para um creme de noite com ação antirrugas (à base de retinol, por exemplo).

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!