activa

Perfil

Saúde e Beleza

Curly Mistakes: os cinco erros mais comuns

No que diz respeito a cuidados com cabelos naturalmente encaracolados ou crespos, às vezes, mais importante que 'o que fazer', é 'o que não fazer'.

Curly Essence

D.R.

O mês de março marca o início de uma rubrica quinzenal no site da ACTIVA assinada pelas criadoras da plataforma Curly Essence, Ana Rita D'Almeida e Denise Sonnemberg, que vão partilhar dicas preciosas para cuidar de cabelos encaracolados e crespos, privilegiando os produtos naturais sem químicos.

Começamos com os cinco erros comuns que podem impedir o seu cabelo de estar o mais bonito e saudável possível.

1. Não reconhecer o próprio tipo de cabelo

D.R.

É normal inspirarmo-nos naquilo que vemos, especialmente na era digital. Mas nada de criar expectativas pouco realistas, ok? Por mais que queiramos ter um cabelo fluffly tipo 3B, não é boa ideia travestir a sua textura natural e, muito menos, descurar os cuidados específicos que ela exige. Não se deixe iludir... especialmente por si mesma.

_____________________________________________________________________________________________

2. Ser influenciável

D.R.

Por mais que a sua melhor amiga fale de um determinado produto ou da melhor técnica para o cabelo ficar com um volume invejável, é importante perceber que aquilo que funciona com A pode não funcionar com B. Experimente todos os truques possíveis e imagináveis, mas não se foque na rotina de outra pessoa até à exaustão. Se não funcionou à primeira, à segunda... ou à décima, é sinal de que algo não está bem.

_____________________________________________________________________________________________

3. Ser 'product junkie' (aquela pessoa que compra todos os produtos só porque sim)

Iakov Filimonov

Este tema dá pano para mangas. Vamos por pontos, sim?

Em primeiro lugar, não compre tudo o que diz "para caracóis". Esta definição é muito abrangente. Os 'zig zags' variam de pessoa para pessoa, mas ainda há a crença de que todos os produtos que encontramos no hipermercado perto de casa e que se aclamam "para caracóis" vão, por milagre, resultar em todos os tipos de cabelos encaracolados.

Também é importante dar tempo ao tempo. Quantas vezes já experimentou um produto, considerou que ele ficou aquém das expectativas e descartou-o de imediato? Quiçá, com mais algumas utilizações, os benefícios tivessem falado mais alto. É comum esbarramos com a gama certa e nem sequer lhe darmos uma chance. O importante aqui é encontrar o meio termo entre o benefício da dúvida e a tal décima utilização de que falámos acima, que claramente é sinal de que não está a funcionar.

_____________________________________________________________________________________________

4. Discriminar

Iakov Filimonov

Não há nada de errado em experimentar produtos que, à priori, não foram idealizados para o seu tipo de cabelo. O resultado pode surpreendê-la. Lá por não terem uma imagem ou estratégia de marketing aparentemente direcionada ao seu nicho, não significa que não resultem.

_____________________________________________________________________________________________

5. Não aceitar

D.R.

Não aceitar que nem todos os dias o seu cabelo vai estar impecável e sem frizz. Independentemente do seu tipo de cabelo, ele vai ter os seus dias maus - e não é por isso que o mundo vai acabar. As mulheres com cabelos encaracolados também têm direito aos a dias assim. Encare e resolva da melhor forma possível. E se não der? Não se martirize.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!