activa

Perfil

Saúde e Beleza

Guia para seios bonitos e saudáveis

Raras são as mulheres que não gostavam de ter seios um pouco mais... qualquer coisa diferente do que têm. Mas há uma coisa que todas queremos: mantê-los bonitos e saudáveis. Descubra como consegui-lo, abaixo.

Isabel Vidal

gilaxia

*artigo publicado originalmente na revista ACTIVA de maio de 2018

Manter a Firmeza

ChristopherBernard

Os seios são constituídos por tecido gordo glandular e fibroso, estando literalmente pendurados pela pele e suportados apenas por ligamentos. Apesar de assentarem no músculo peitoral não têm, eles próprios, tecido muscular que os sustente. Por isso são especialmente suscetíveis à força da gravidade e às alterações na pele, devidas ao estica-encolhe provocado por mudanças bruscas de peso ou à ação dos raios solares que atacam as fibras de colagénio e elastina, por exemplo. Para prevenir a perda de firmeza (mais fácil do que remediar depois de ela acontecer) evite dietas em que a perda de peso é muito rápida, use um refirmante específico (especialmente se os seus seios são médios a grandes), e ao sol use um protetor com índice SPF 30 ou 50 em toda a zona do colo.

_____________________________________________________________________________________________

O sutiã certo

Serhii Yevdokymov

10 a 15 centímetros: é a amplitude de movimento que os seios podem atingir quando corremos ou saltamos. Se não estiverem suficientemente apoiados e seguros durante os movimentos mais bruscos, além de ser muito desagradável e até doloroso, podem ficar prematuramente descaídos. Para fazer exercício, um sutiã de desporto é fundamental, mesmo para quem tem seios pequenos. Invista no melhor que o seu orçamento permitir: um modelo 
sem arames, num material que permita a evaporação da transpiração e construído sem costuras interiores. Para o dia a dia, certifique-se de que o sutiã lhe
dá um bom suporte e está mesmo à sua medida.
E substitua-o assim que ele ficar lasso.

_____________________________________________________________________________________________

COMO FAZER O AUTOEXAME

Alina555

Os nossos seios são tão únicos como a nossa impressão digital e por isso somos a pessoa indicada para perceber quando sofrem alguma alteração (em relação ao que é normal para nós) que deva ser examinada por um médico. Quanto melhor conhecer os seus seios mais facilmente conseguirá perceber se surgiu alguma diferença, por isso faça regularmente um auto- exame: uma semana após o final da menstruação ou, se já não for menstruada, uma vez por mês sempre no mesmo dia.

• De pé em frente ao espelho, com as costas direitas, observe atentamente os seios e zona circundante (até às clavículas e axilas), primeiro com 
as mãos na anca 
e depois com os braços levantados.
• Deitada de barriga para cima, faça a palpação do seio esquerdo com a mão direita e vice-versa. Vá pressionando com as polpas dos dedos juntos para sentir a textura 
em profundidade, com uma pequena rotação em cada ponto que 
vai examinando. 
Vá repetindo em toda 
a superfície do seio 
e zona circundante, 
até às clavículas e incluindo as axilas.
• Repita a palpação sentada e em pé.

_____________________________________________________________________________________________

Prevenir as estrias

TimoninaIryna

Elas surgem quando a pele estica demasiado e num curto espaço de tempo, como acontece durante a gravidez, na puberdade ou quando se engorda muito: a produção de colagénio e elastina na derme não acompanha o estiramento da pele que, ao esticar, ‘rasga’ a nível profundo. Esses ‘rasgões’ são as estrias, que começam por ser avermelhadas e depois vão clareando, altura em que já pouco se pode fazer. Mesmo os tratamentos médicos, com laser e mesoterapia, nunca conseguem eliminar as estrias por completo, por isso o melhor é mesmo a prevenção, controlando o peso e aplicando cremes que ajudem na produção de colagénio e elastina.

_____________________________________________________________________________________________

Quando ir ao médico

SerhiiBobyk


Os seios vão mudando ao longo da vida, em função das variações de estrogénio e progesterona. É comum, por exemplo, haver desconforto e até caroços que surgem durante a menstruação e depois desaparecem. Mas caso haja alguma alteração em relação ao que é normal para si deve consultar o seu médico por uma questão de prudência. Mudanças na mama propriamente dita, nas axilas ou na zona da clavícula, como um inchaço ou um caroço, uma depressão na pele, uma mudança de posição no mamilo (que se torna invertido ou recolhido), vermelhidão, dor sem causa aparente, corrimento do mamilo, aumento de uma das mamas, espessamento ou endurecimento da pele numa determinada zona, devem ser vistas pelo ginecologista.

_____________________________________________________________________________________________

Quando há cancro Na Família

YinYang

"Só 5 a 10% dos cancros da mama são hereditários e resultam de alterações genéticas (mutações) que se podem transmitir
a outras gerações", explica a oncologista Maria José Passos. "Múltiplos factores de risco têm influência no aparecimento do cancro da mama e por isso todas as mulheres devem estar atentas a alterações que possam surgir a nível mamário. Devem ser regularmente observadas pelo médico assistente e fazer ecografia e mamografia com a periodicidade adequada ao seu risco. Se a mulher souber que tem uma mutação genética vai precisar de um seguimento mamário mais exigente. Poderá ter que realizar exames mais frequentemente e com início precoce em idades mais jovens. Nas mulheres com mutações, com maior risco de cancro da mama, poderá ser considerada a realização preventiva de mastectomia total (remoção das mamas) e salpingo-ooforectomia bilateral (ablação das trompas e ovários). A mastectomia bilateral
só por si diminui em 95% o risco de cancro da mama. Nestas mulheres pode ser aconselhável a quimioprevenção com tamoxifeno."

_____________________________________________________________________________________________

O estilo DE vida faz diferença

webphotographeer

Sabia que 30 a 60 minutos de exercício por dia, com intensidade moderada ou alta, diminui o risco de cancro da mama, baixa os níveis hormonais e aumenta a imunidade? A oncologista explica que o estilo de vida da mulher desempenha um papel importante na diminuição do risco de cancro da mama. “É fundamental manter uma atividade física regular, evitar a obesidade, limitar o consumo de bebidas alcoólicas, evitar terapêuticas hormonais de substituição na pós-menopausa e incentivar a amamentação, pois reduz o risco de cancro da mama. De acordo com um estudo recente sobre ‘Contraceção hormonal e risco de cancro’, publicado no NEJM, o risco de cancro da mama foi superior nas mulheres que tomavam contracetivos hormonais, comparativamente com as que nunca os tomaram e este risco aumenta com a duração do tratamento hormonal (5-10 anos). No entanto, o risco relativo é apenas de 1,2 nas mulheres com utilização recente de contra-
ceção hormonal, comparativamente com as que nunca tomaram a pílula.”

_____________________________________________________________________________________________

As nossas sugestões

D.R.

Guarde-os no frigorífico, para aproveitar o efeito tonificante do frio, e aplique 1 a 2 vezes por dia, no colo e seios.

1. Práticas e divertidas: máscaras descartáveis de tecido pré-embebido Camo Breast Mask, Kokostar, com extratos de plantas, €6,95 em exclusivo na Sephora;


2. Refirmante: emulsão Défi Fermeté Buste et Décolleté, com silício marinho e extratos vegetais, Thalgo, €56,40;


3. Remodelante antienvelhecimento: Creme Bust-Lift, Lierac, com extrato de tangerina do Japão antimanchas, €40;


4. Com ação preventiva 
das estrias: Sérum Firmeza Busto, Mustela, que pode ser usado na gravidez e aleitamento, €19,46;


5. Durante uma dieta de emagrecimento: Bust Phytoserum, Thalika, que ajuda a lutar contra a perda de volume dos seios, €44,90 em exclusivo na Douglas;


6. Refirmante intensivo: sérum Phytobuste+Décolleté, Sisley, com ação tensora 
e hidratante, €209;


7. Refirmante e alisador: Gel Buste Super Lift, Clarins, concentrado em extratos vegetais que redensificam 
a pele e diminuem as rídulas da zona do colo, €56,50;


8. Com efeito tensor, para seios, pescoço e decote: Sérum Firmeza Busto, Elancyl, 
com ação hidratante graças aos óleos de amêndoa-doce e cártamo, €24,85.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!