activa

Perfil

Saúde e Beleza

Jovem de 17 anos alerta para o sintoma de cancro nos ovários que não devia ter ignorado

Caly Bevier quer ajudar outras pessoas com o seu testemunho.

Activa.pt

Em 2015, após regressar de umas férias de família, Caly Bevier percebeu que algo estava errado. O estômago inchado, os vómitos e o mau-estar geral levaram a que a médica que consultou, acompanhada pela mãe, sugerisse que a jovem, então com 15 anos, estivesse grávida.

"Ela disse que a única outra coisa que podia ser era um tumor nos ovários. E eu disse, 'É isso que é, então'", revelou a jovem, em conversa com a revista People. Após alguns exames, descobriram que Caly tinha mesmo uma massa com mais de 2 quilos, e que o cancro nos ovários, já na fase 3, era raro. Seguiram-se três meses de idas ao hospital e sessões de quimioterapia.

"Após os tratamentos, disseram-nos que ela estava em remissão. Consideramo-nos sortudos por poder dizer que a nossa filha venceu um cancro de fase 3", afirma o pai, Adam. E Caly diz que houve algo a motivá-a, "Estava sempre a dizer a mim mesma para me manter positiva, sabia que ia ficar tudo bem. Quando passamos por algo tão difícil, percebemos quais as pequenas coisas que importam na vida. Mudou-me”.

Agora, aos 17 anos, a jovem pretende inspirar e apoiar outras pessoas com cancro, sobretudo aquele por que passou, que é tão difícil de detetar, "Eu tive um caroço a crescer na zona abdominal por um ano e simplesmente ignorei-o. Nunca pensei muito sobre isso porque não me trazia problemas".O médico da jovem, Dagmar Stein, diz que "O tumor da Caly era uma forma rara de cancro nos ovários. Há alguns sintomas - dores nas costas e abdómen, urina que 'queima', obstipação...mas eles são muito pouco específicos, por isso é que é difícil de detetar. Não se sente nada até ter um tamanho considerável, e, por isso, tão mortífero".

Atualmente, Caly encontra-se a trabalhar para a paixão de cuja importância só se apercebeu quando esteve doente: a música. Já passou pelo programa de Ellen DeGeneres, pelo America's Got Talent e, agora, trabalha com pessoas que escrevem músicas para artistas como Katy Perry ou Jason Derulo. "Quero alertar as pessoas para o cancro, através da minha música. Conto a minha história para inspirar pessoas que querem continuar a lutar e a viver as suas vidas ao máximo", remata.

Veja, em seguida, um vídeo recente em que a jovem surge a grava uma música.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!