activa

Perfil

Saúde e Beleza

Mommy Makeover: um plano estético para devolver à mulher a sua forma pré-gravidez

O conceito é norte-americano, mas também existe em Portugal.

Dr. David Rasteiro

AndreyPopov

Durante uma gravidez o corpo da mulher sofre várias alterações, maioritariamente ao nível abdominal, na zona da mama e ainda nos flancos e coxas. Estas são as principais modificações que se traduzem no aumento de volume abdominal, aparecimento de estrias, gorduras inesteticas e aumento e ptose do peito (mama descaída).

Desta forma, surgiu o conceito de Mommy Makeover para devolver à mulher a sua forma pré-gravidez. Trata-se de um conjunto de técnicas e cirurgias combinadas que ajudam a uma reposição da imagem e aumento da sua auto-estima, factores essenciais para o bem-estar físico e emocional da recém mãe. De salientar que as cirurgias envolvidas no Mommy Makeover não são estanques e adaptam-se à necessidade e corpo de cada mulher.

Ao nível do rejuvenescimento da mama poderemos realizar um lifting mamário – ou mastopexia – que se trata de um levantamento da mama através da retirada de pele e reformulação da zona do mamilo. Esta cirurgia pode ainda ter a opção de colocação de implantes de silicone se assim for desejado. Nos casos em que a mama acaba por ficar desproporcional e descaída e que seja necessário retirar gordura e glândula mamária falamos de uma mamoplastia de redução trabalhando um tamanho e simetria proporcional à estrutura da mulher.

Em ambas as cirurgias é possível eliminar algumas inestéticas estrias sendo fundamental a utilização de um sutiã específico durante a cicatrização, obtendo melhores resultados.

Em relação à zona abdominal o procedimento mais frequente é a abdominoplastia que permite retirar pele e gordura em excesso e ainda redefinir a zona do umbigo. Nesta cirurgia é habitual reconstruir toda a parece abdominal que, aliada à remoção de excesso de pele, proporciona uma silhueta equilibrada e funcional. Aquando da acumulação de gordura nos flancos ou coxas é ainda possível complementar com uma lipoaspiração esculpindo e delineando, uma vez mais, a região afectada. Nesta fase surge um outro conceito, o lipofiling, em que a gordura retirada de outras zonas é processada e novamente aplicada noutra área corporal em que se pretenda aumentar o volume, como por exemplo, nos glúteos.

Nas cirurgias mencionadas é essencial a utilização de cintas de compressão elásticas assim como a realização de drenagens linfáticas manuais.

No geral, os tempos de recuperação do Mommy Makeover variam consoante o número de intervenções, mas, em média, o período de recuperação total varia entre as 4 e as 6 semanas. Apesar de ser incentivado um estilo de vida saudável com a prática de exercício físico e alimentação variada, os resultados do Mommy Makeover são permanentes.

Com a evolução da tecnologia ao serviço da cirurgia plástica é hoje em dia possível simular os resultados pós cirurgia através de simuladores corporais 3D – como por exemplo o CRISALIX® ou o VECTRA XT 3D – permitindo cruzar as expectativas das pacientes com a possível realidade do resultado final.

Por fim, há que ressalvar que para a realização do Mommy Makeover é fundamental que haja uma relação de confiança entre o cirurgião plástico e a paciente, com uma comunicação fluida, dado tratar-se de um conjunto complexo de cirurgias.

Mais informações: www.davidrasteiro.pt | Facebook | Instagram