activa

Perfil

Saúde e Beleza

Esta conhecida vitamina pode levar a falência renal

Quando tomada em excesso.

Activa.pt

Sasha Brazhnik

Sempre ouvimos dizer que a vitamida D é boa para nós, certo? Aconselhada, sobretudo, em casos perda de massa óssea, é uma grande ajuda para pessoas que tenham tendência para a osteoporose. Ainda assim, e como tudo, quando tomada em excesso, pode ser bastante perigosa. E um homem de 54 anos, do Canadá, aprendeu a lição da pior forma possível.

O caso de estudo foi publicado no Canadian Medical Association Journal, onde é explicado que a pessoa em questão tinha acabado de voltar de uma viagem Ásia, onde apanhou bastante sol, quando decidiu consultar um médico. Este, por sua vez, detetou altos níveis de creatinina no sangue do paciente, o que normalmente significa que os rins não estão a funcionar bem, já que costumam filtrar estes excessos. Foi encaminhado para especialistas, que acabaram por perceber o que se tinha passado.

Ora, tinham sido prescritas ao homem, por um neuropata, elevadas doses de vitamina D, mesmo este não tendo deficiência de tal, nem histórico de perda de massa óssea. E se tal não bastasse, o paciente decidiu, por si mesmo, tomar o dobro do recomendado. Isto é, tomou cerca de oito a 12 gotas da vitamina, todos os dias, o que equivale a oito mil ou 12 mil unidades internacionais. E a dose recomendada é de 400 a mil, ou de 800 a 2 mil, em casos de osteoporose ou pessoas idosas.

A combinação da exposição solar com a toma excessiva da vitamina fez com que os rins da pessoa falhassem. Tinha uma quantidade perigosa de cálcio no sangue, e os órgãos não conseguiram filtrá-lo bem. O incidente causou-lhe danos permanentes nos rins e, hoje, sofre de doença renal crónica, podendo mesmo virr a precisar de diálise.

"Os suplementos de vitamina são supostamente para preencher uma falha ou atingir uma dose ideal que não se consegue somente através da comida", afirma, à Health, a nutricionista Cynthia Sass. E isto significa que, não tendo deficiência de qualquer vitamina, a sua toma não traz benefícios e pode mesmo ser perigosa.

Outras vitaminas - quando em excesso - terão outras consequências. A vitamina C, por exemplo, pode causar diarreias e a B6 pode levar a danos nos nervos. Sass diz que várias outras podem ditar danos graves em diferentes órgãos do corpo, pelo que a consulta de um especialista, antes da toma, é esas importa referir que, por norma, uma dieta saudável, é suficiente.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!