activa

Perfil

Saúde e Beleza

Burnout entra na lista de doenças da Organização Mundial de Saúde

Agora, já podemos ser diagnosticados com síndrome do esgotamento profissional.

Activa.pt

Bulat Silvia

O burnout, também conhecido como síndrome do esgotamento profissional, é oficialmente uma doença diagnosticável.

A condição entrou na Classificação Internacional de Doenças (CID) da Organização Mundial da Saúde (OMS) como um tipo de esgotamento físico e mental associado à atividade profissional. De acordo com a CNN, os critérios para diagnosticá-la são os seguintes:

1) Sentimentos de esgotamento de energia ou exaustão

2) Aumento do distanciamento mental do trabalho, ou sentimentos de negativismo ou cinismo relacionados com o trabalho

3) Eficácia profissional reduzida

O manual sublinha que antes de uma pessoa ser diagnosticada com burnout, devem ser excluídos outros distúrbios com sintomas semelhantes, como o transtorno de adaptação, ansiedade ou depressão, e é fácil entender o motivo - estes sintomas são familiares a qualquer pessoa que já tenha passado ou esteja a passar por uma depressão. Uma realidade que levou os primeiros investigadores a alertar para o facto de a dificuldade inerente a fazer essa distinção poder impedir o reconhecimento da síndrome do esgotamento profissional como uma doença.

Mas nas sociedades contemporâneas, assentes na carreira e no sucesso profissional, o burnout tornou-se uma epidemia e o primeiro passo é reconhecê-la. Resta saber como funcionará o diagnóstico na prática.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!