activa

Perfil

Saúde e Beleza

É assim que deve depilar a zona das virilhas para não ficar com borbulhas

Ou pelos indesejáveis. Ou pele irritada. Quem nunca passou por isso?

Activa.pt

loongar

Se faz parte do grupo de mulheres que dispensa uma ida à esteticista e prefere depilar a zona das virilhas em casa, recorrendo a uma gilette, este artigo é para si. Isto porque, com certeza, já se deparou com borbulhas, vermelhidão, irritação da pele, ou mesmo alguns pelos que não deveriam ali estar, após se depilar.

Ora, nesse sentido, a Womens' Health falou com especialistas na matéria, deixando-nos 7 dicas para que este seja um processo bastante menos complicados (e sem as indesejáveis consequências).

1 - Investir numa boa lâmina

A frase "quanto mais barato, melhor" não se aplica, de todo, a este caso. Se quer uma pele lisa, depilada ao pormenor, importa investir numa boa lâmina e não nos famosos packs "leve 5 pague 3". A dermatologista Dendy Engelman diz que "se [a gilette] tiver mais lâminas, dispensa mais pressão, permitindo que cada lâmina corte com menos força e mais efeito". E a esteticista Eileen Bischoff acrescenta "escolher uma lâmina firme, com tiras calmantes fará uma grande diferença".

2 - É melhor prevenir do que remediar

E, portanto, a preparação para a depilação desta zona é essencial. Antes de começar, garanta que a área a ser depilada esteve cerca de 10 minutos sob água quente ou morna. "Passado esse tempo, seque a pele pare remover excesso de água", aconselha a esteticista Fumi Ozaki. Engelman acrescenta ainda que uma leve exfoliação com a toalha ou uma esponja pode ajudar a remover células mortas e "retirar os teimosos pelos encravados antes da depilação".

3 - Creme depilatório sempre!

Muitos pensam que as lâminas são suficientes, mas a verdade é que o creme é um grande aliado. "Quando nos depilamos, também depilamos a pele. Se não usamos creme depilatório suficiente para deslizar melhor, provavelmente iremos irritá-la", afirma Bischoff. E os melhores cremes são os que contêm "ingredientes hidratantes, como manteiga de karité, azeite ou óleo de côco", diz Engelman.

4 - Atenção à direção em que move a lâmina

Contra o que muitos pensam, de acordo com os especialistas, depilar no seguimento do crescimento do pelo (e não na direção contrária) é a melhor forma de não criar borbulhas ou irritação. E deve apenas mover a lâmina nesta direção, já que as mudanças neste sentido podem levar a pelos encravados, por exemplo. "Uma passagem deve chegar, especialmente se usamos uma gilette com várias lâminas", diz Ozaki.

5 - Acalme a pele após a depilação

Lave a área depilada e aplique uma compressa fria por cerca de 10 minutos, de modo a prevenir a irritação da pele. Poderá também aplicar algum sérum anti-vermelhidão. "Eu recomedo óleo da árvore do chá, que é anti-inflamatório e anti-séptico", diz Engelman.

6 - Hidratar é essencial

De preferência, opte por um creme hidratante sem fragrância e sem álcool, e aplique-o na zona depilada. Isto, claro, para evitar "secura extrema, que pode levar a irritação futura", de acordo com Engelman. Bischoff sugere ainda produtos que contenham aloé vera, óleo de jojoba e/ou vitamina E.

7 - Lave a(s) lâmina(s)

Álcool e água quente: eis aquilo que necessita para limpar corretamente a gilette após a depilação. Assim que notar alguns sinais de uso, deite-a fora. Importa também guardá-la num local isolado e seco (e não na banheira), de modo a evitar a acumulação de bactérias.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!