activa

Perfil

Sexo

Inquérito revela que uma pessoa em sete não está com o amor da sua vida

Se acha que ainda não encontrou a alma gémea, não está só: há por aí muita gente que não vive com o seu verdadeiro amor.

Activa.pt

Afinalé mesmo verdade: a alma gémea pode ser difícil de encontrar. Segundo um inquérito do Siemens Festival Night, muitas pessoas vivem em casal mas...  ainda nãoencontraram o amor da sua vida.

De 2000 pessoas inquiridas, uma em sete respondeu que não estava com o seu grande amor e que apenas ‘secontentava’ com o que tinha... Quase metade destes interrogados admitia pôr fimà relação atual se lhes aparecesse o ‘verdadeiro amor’. E um terço admitiacontinuar na relação para não magoar a outra pessoa.

Embora haja a ideia de que as mulheres se apaixonam mais vezes do que os homens, tanto os homens como as mulheres afirmaram que se tinham apaixonada a sério apenas duas vezes na vida - e muitas vezes, haviam deixado escapar essa pessoa.

Mas vejam o inquérito pelo lado bom: a grande maioria dos inquiridos afirma-se apaixonada pela pessoa com quem está.

Segundoos psicólogos, a ideia da ‘alma gémea’ pode estar a sabotar aquilo que, deoutra maneira, podia ser uma relação longa e feliz. Ou seja, se não tivéssemos nacabeça que um dia íamos encontrar a pessoa perfeita, o príncipe encantado ouquem quer que fosse que cumprisse à risca todas as nossas exigências, até podíamosser felizes.

Poroutro lado, o pânico da solidão e a ideia de que se está melhor mal acompanhadodo que só, também está a impedir muitas pessoas de procurarem alguém por quemestejam verdadeiramente apaixonadas, acabando com relações que simplesmente nãoas satisfazem só por medo de ir à luta.

Ouseja, pode estar na altura de aproveitar para fazer um balanço da vida eperceber aquilo que queremos, e aquilo que não queremos. Com ou sem alma gémea.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!