activa

s

Perfil

Sexo

11 factos irritantes sobre os homens... e a sua explicação

Está bem, não são todos. Ai já sabemos que não são todos. Mas descobrimos as respostas para as perguntas que tantas mulheres fazem ao longo dos tempos e ficámos a saber por que é que eles...

Activa.pt

Valua Vitaly

1 … Detestam dançar

Há excelentes dançarinos por esse Portugal fora, pois há, mas a maioria deles fica especada ao canto da discoteca como se fosse o Homem-Estátua. Por três razões: porque acham que é para maricas, porque têm medo de fazer figuras tristes e porque não sabem. Ah, e claro, porque já não precisam. No tempo em que o minuete era única maneira de um homem tocar numa donzela, era vê-los a cair nas aulas de dança que nem tordos. Agora que já não é preciso, para quê darem-se ao trabalho? Aquilo que mais os apavora é que esteja alguém a rir-se deles, principalmente uma mulher, e como a maioria têm muito pouco ‘panache’ físico, de facto é fácil que isso aconteça. É muito mais cómodo ficar encostadinho à parede a abanicar o gelo do copo com um ar intelectual de quem está ali corporalmente mas de espírito está numa conferência de física atómica a ouvir palestras sobre, sei lá, iões. Dançarinos.

2 … Adoram ecrans gigantes

Porque adoram tudo o que seja gigante, seja ecrans, seja carros, seja packs de cervejas, seja, pronto, outras coisas. Fisicamente até podem ser metrossexuais e usar hidratante anti-rugas e serum anti-barriga, mas de cabeça ficaram todos na pré-história, quando quem ficava com a melhor caverna e a fêmea mais apetitosa era o gajo que arrastasse para a frente das ditas o maior plasma. Quer dizer, mamute.

3 … Querem todos ser Rambos

Porque acham que se foram giros, lavadinhos, sensíveis e com covinhas ao canto da boca, os outros homens vão achar que eles são gays, que é um grande insulto, e podem inclusive saltar-lhes para a espinha se os apanharem a sós num beco escuro. Um tipo já de si com ar lavadinho, bem vestido e civilizado envergonha-se sempre secretamente de ser lavadinho, bem vestido e civilizado, e, ou deixa rapidamente de o ser, ou se inscreve rapidamente na classe avançada de body-combat para aprender a dar uns urros másculos e uns chutos para o ar, como um macho a sério. Também acham que as mulheres gostam genuinamente de machos com ar feroz e bíceps de respeito e um tapete da entrada nas costas, como o Tony Ramos.

4 … Só vão ao cinema para ver filmes de acção

Porque são aqueles em que o argumento é compatível com o número de neurónios deles, quer dizer, zero. Há os intelectuais de esquerda e os outros, mas home que é homem rege-se pela lei do menor esforço, e ver um carro a atirar-se para cima de uma retroescavadora e depois explodir, é o máximo de argumento que o cérebro deles está programado para aguentar. Além disso, acham que se forem ver filmes românticos ela vai achar que isso quer dizer que ele está pronto para o casamento, e macho que se preze nunca, mas nunca, está pronto para o casamento.

5 … Têm medo do compromisso

Primeiro porque são como as crianças, querem os brinquedos todos, e a possibilidade de escolherem uma mulher e ficarem atomaticamente sem TODAS as outras os apavora. E segundo porque têm o fantasma de serem dominados por uma mulher, o que não é uma coisa nada máscula. Se ela quiser casar, ou enfim, assentar, eles desatam a suar frio e a ter ataques de pânico em plena rua assim que vêem alguém vestido de branco. Claro que, se ela disser que não está interessada num relacionamento sério, ficam fantasticamente ofendidos e fazem tudo o que podem para que ela mude de ideias: mandam uma avioneta para o céu a implorar ‘Carina Alexandra Casa Comigo Já’ em letras de fumo cor de rosa, enviam-lhe cinco dúzias de rosas vermelhas com poemas da Florbela Espanca e escondem um anel de noivado no gelado que ela depois acaba por comer.

6 …Perdem a cabeça por futebol

Por que é o único campo de batalha que lhes resta. Essas coisas custam a sair dos genes, e os campos de batalha ainda estão nos genes masculinos, tal como os vestidos compridos ainda estão nos genes femininos (ponham qualquer menina de três anos em frente ao armário da mãe e ela há-de arranjar maneira de transformar qualquer peça de tecido numa saia a arrastar). Um homem sem Sport Tv não é ninguém. Um homem privado de assistir à final da Champion’s League é um homem destroçado.A gente sai da sala dois segundos e já eles estão de dedinho pregado no comando à procura do Domingo Desportivo. Podem não se lembrar do dia em que se casaram, do nome da sogra ou da hora a que é suposto levar o Fidel ao veterinário, mas conseguem recitar sem um estremecimento de alma o plantel completo das equipas do Benfica desde 1896. Enfim. Antes isso que andar a oprimir outros povos e a chacinar nações.

7 … Largam tudo pelos amigos

Porque ainda têm aquela ideia grega de que os homens são nobres criaturas merecedoras da amizade e dos sacrifícios de outros homens, enquanto as mulheres são umas inconstantes imprevisíveis à deriva das hormonas e nunca se sabe o que esperar delas, além de que de certeza que se estão a rir deles lá por dentro, embora por fora batam a pestana até fazer vento, as manhosas. Além disso acham sempre que nunca se pode dar muita confiança a uma mulher, porque num dia estamos a discutir a transferência do Rui Patrício com ela e no dia seguinte ela já quer casar connnosco.

8 … São todos hipocondríacos

Porque são egocêntricos e acham que o mundo gira à volta do seu umbigo (e abdominais, e estômago, e intestino delgado) e têm poucas preocupações na vida. Além disso, nunca fazem a coisa por menos: estão sempre a morrer e são uns incompreendidos. Se têm uma dor de cabeça, não é uma enxaqueca, é um derrame cerebral. Nunca dão um jeito, têm uma ruptura de ligamentos. Uma dor de burro é uma cirrose hepática, umas borbulhinhas no tornozelo esquerdo não é alergia às meias, é cancro da pele, e escusado será dizer que um espirro não é uma vulgar constipação, é Gripe dos Porcos. Até já deixaram de comer porco. Por via das dúvidas.

9 … Devoram carne

Porque acham que precisam de imensa proteína para reparar os músculos (mesmo aqueles que só usam o músculo do fim do dedo indicador para carregar no telecomando) e estão convencidos de que não há outro alimento digno de um verdadeiro macho. Tofu é para meninas, soja é para os chineses e para matronas na menopausa, milho é para as galinhas, muesli é para qualquer coisa com asas e bico, algas é para as baleias, aveia, como toda a gente sabe, é para os cavalos, alface é para as anorécticas, lentilhas é para os monges do Tibete que se comerem hamburgueres de alce não são capazes de levitar, e croquetes de quinoa é para ‘chefs’ gourmet amaricados com a mania que são zen. Os únicos alimentos compatíveis com o estômago e a alma de homem são os que incluem carne, mas também não pode ser almôndegas nem croquetes, que é carne para crianças e velhinhas, tem de ser bife na pedra, hamburguer, feijoada, torresmos ou couratos. Quanto mais perto do mamute primordial, melhor.

10 … São tão atados

Porque vivem no pavor de que os outros se riam deles. Nunca fazem aquilo que de facto queriam fazer na vida: adorariam experimentar sabre japonês mas têm medo que seja preciso vestir qualquer coisa tipo um quimono às flores e portanto não vão. Gostavam de experimentar uma aula de pesos mas não experimentam porque acham que vai estar toda a gente a olhar para eles e a pensar: “Olha-me aquele marmanjo que tem arcaboiço para levantar a Torre de Belém e levanta menos que uma velhinha com artrite reumatóide”. Sempre sonharam descer o rio de caiaque mas têm medo que o barco se vire. Não têm medo de morrer afogados, têm medo é de serem salvos por uma menina e virem acima desgrenhados e a cuspir pedras e peixes. Babam-se para cima da loira que corre na passadeira do lado, mas nunca metem conversa porque têm medo que ela se ria deles. Vivem no fantasma de que os outros se vão rir deles. Aliás, as mulheres também, mas menos.  

11 … Vivem na inocência

Porque acreditam em tudo o que lhes dizem (aliás as mulheres também, por isso nada de se rirem às escondidas). Acham mesmo que o tamanho importa, que a política também, que as opiniões deles são levadas em conta, e que as mulheres, além de estarem a apreciar-lhes os bíceps (geralmente elas estão de olhar em alvo a pensar se se lembraram de fechar o gás antes de saírem de casa) também estão a ouvir o que eles dizem. Vivem a vida ao lado: depois de emborcarem 10 mojitos acham que o que lhes fez mal foi a Coca-Cola Zero, comem três gelados, dois donuts e um croissant com chocolate todos os dias e depois espantam-se que estão gordos, mas não vão ao ginásio porque nunca serão atletas olímpicos, e para não serem os melhores, preferem ser gordos.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!