activa

Perfil

Sexo

12 coisas que eles mudariam na relação

Pequenas implicâncias que não matam, mas moem. O que fariam eles desaparecer se lhes dessem uma varinha mágica e um desejo para concretizar?

Catarina Fonseca

laflor

1.Gostava que USASSE LINGERIE MAIS SEXY...

"E deixasse as cuecas cor de carne horríveis e de gola alta, que fazem lembrar a roupa interior da avozinha. Já lhe disse várias vezes e ela vem sempre com o argumento de que são confortáveis. Tenho mesmo de a convencer a ir comigo comprar cuecas confortáveis mas também sexy."
David, 46 anos

2. 'Quero mais beijos e abraços '
"Estamos juntos há 15 anos e tenho reparado que os nossos beijos têm diminuído de intensidade e frequência. É tudo sempre uma correria. Tenho saudades do tempo dos beijos mais prolongados, dos abraços apertados, dos passeios de mãos dadas!" Miguel, 44 anos

3.Detesto comparações com o ex.

"Não trago a minha bagagem emocional para casa e ela também não devia. Escuso de ouvir o nome do outro quando já sei que fiz m… também. Dá para parar?"
Pedro, 29 anos

3.mais sexo, por favor!

"Eu sei que o nascimento de uma criança é uma revolução num relacionamento. Já me tinham avisado que o sexo depois de ter filhos diminui bastante, mas só queria que voltasse a ser 20% de como quando éramos só os 2… um bocadinho de esforço e lá conseguiremos, vá lá." Vasco, 35 anos

5.A mania que é gorda
"O ‘não posso usar isto porque fico com o rabo gigante, aquilo porque me faz mais gorda’… Fica horas a experimentar roupa e nada lhe fica bem, mesmo que eu diga que fica lindamente, e não estou a mentir ou a despachar, acho mesmo. Não há paciência!" Frederico, 28 anos

6. Televisão no quarto

"Odeio que a televisão esteja no quarto, já ela adora estar a ver as séries todas até às tantas e quando desliga já está cheia de sono e sem disposição para mais nada. Dá para pôr um emoji zangado?" Luís, 35 anos

7.A história é velha como o mundo mas pronto, lá vai: a sogra.

A sogra que acha que a nossa casa é uma extensão da dela, que aparece sem ser convidada, que dá palpites… A Lena também se chateia com a mãe, mas tem medo de a melindrar ao dizer algumas verdades. Já faltou mais para mudarmos de fechadura. Sim, porque ela tem a nossa chave para o caso de nos esquecermos delas em casa. Não queria que a senhora desaparecesse, só que soubesse qual
é o seu verdadeiro lugar… que é em casa dela." António, 45 anos

8. Tudo tem de ser feito a dois
"Na cabeça dela, um casal faz tudo junto. Eu percebo que coisas como ir às compras e arrumar a casa deve ser feito a dois, mas quando lhe apetece ir para as lojas experimentar roupa isso já não preciso de ir. Não suporto ir para centros comerciais ‘passear’, é
um martírio." Eduardo, 46 anos

9.Às vezes trata-me como se eu fosse um atrasado mental.

"Telefona-me a dizer ‘Não leves o Tomás para o parque sem casaco, lembra-te do xarope, leva água porque ele pode ter sede’. Dá para ter um bocado mais de confiança?" Guilherme, 34 anos

10.A mania das mudanças
"Não é que eu seja apologista da decoração vitalícia, mas mudar as coisas de sítio a cada mês é algo que me transtorna. A nossa cama já deve ter dado mais voltas ao quarto do que a terra à volta do sol." João, 40 anos

11. Detesto que combine jantares e encontros sem me perguntar
"Se tenho disponibilidade ou se eu quero ir ao cinema ver o filme x ou y. Compra os bilhetes e já está, ou reserva o restaurante mesmo sem me perguntar. Gosto que ela tenha iniciativa, mas esta mania de achar que eu concordo com tudo anda a chatear-me.
Eu sei que protelo um bocado as coisas, mas alto lá... "Jorge, 34 anos

12. As cenas de ciúme que me faz

"De cada vez que trabalho até tarde têm de acabar. Infelizmente acontece ocasionalmente e quando chego a casa ainda tenho de responder
a um inquérito policial. " Pedro, 32 anos