activa

Perfil

Sexo

Esta qualidade não é considerada sexy, mas pode levar a uma vida sexual melhor

A descoberta é de um gupo de investigadores alemães.

Activa.pt

Santiago Nunez

Por esta não estávamos à espera! Um novo estudo publicado em julho no Journal of Sex Research sugere que um pouco de planeamento e conscienciosidade podem ser o segredo para uma vida sexual satisfatória.

Sim, isso mesmo. Os investigadores alemães fizeram inquéritos a perto de mil casais sobre as suas vidas sexuais, tendo pedido a cada parceiro que avaliasse coisas como a facilidade com que fica excitado, quão inibido era em relação a sexo e se alguma vez tinha tido problemas com disfunção sexual.

Também foi pedido aos participantes que descrevessem tanto os seus níveis como os dos parceiros daquilo que os psicólogos descrevem como Big Five, ou seja, os cinco fatores que compõem a personalidade de uma pessoa: extroversão, abertura para a experiência, conscienciosidade, agradabilidade e instabilidade emocional.

Apesar de a correlação ser pequena, as pessoas conscienciosas de ambos os sexos reportaram menos problemas nas suas vidas sexuais - uma "descoberta inesperada", segundo os autores do estudo. Os resultados também indicaram que as mulheres cujos parceiros tinham pontuações mais altas no que à conscienciosidade diz respeito, experienciaram uma função sexual mais alta.

"Homens meticulosos e obedientes podem sentir a necessidade de satisfazer a sua parceira sexualmente, o que pode, por sua vez, levar a uma melhor função sexual das suas parceiras," afirmaram os investigadores.

Quer isto dizer que, no geral, no contexto de relações monogâmicas de longa duração, a característica "pode ser benéfica no esforço de levar uma vida sexual satisfatória ou de adiar as próprias necessidades e interesses para que o foco esteja em resolver um problema sexual".

Numa entrevista recente com o HuffPost, Julia Velten, uma das autoras do estudo, diz que ver o sexo como uma responsabilidade (prazerosa) provavelmente torna as pessoas mais propensas a arranjar tempo para isso. A idade também pode ser um fator importante.

"A maioria dos nossos participantes era de meia-idade e estava numa relação duradoura. Para estes casais, pode ser importante fazer do sexo uma prioridade e não algo que pode acontecer só se ambos estiverem com vontade."

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!