As perguntas a que deve saber responder antes de pedir um empréstimo para uma casa nova.

Avançar para um simulador de crédito habitação sem perceber nada da matéria é a receita ideal para perder o dobro do tempo e acabar com uma mão cheia de informação que não percebe. Assim vai ser difícil tomar uma boa decisão… Mas não desespere, porque vamos ajudá-la a tornar-se numa craque em crédito habitação e a saber a resposta para algumas questões-chave no processo de compra de casa.

Qual o valor ideal de spread?

Começamos pela questão que interessa verdadeiramente, certo? Bom, não é bem assim. Uma das ideias feitas sobre o crédito habitação é que quanto menor for o spread, menores os custos com o empréstimo, o que não é necessariamente verdade, porque o spread é apenas um custo entre muitos outros. Portanto, não se limite a olhar para o spread, olhe para outros indicadores como a TAEG (Taxa Anual de Encargos Efetiva Global) e o MTIC (Montante Total Imputado ao Consumidor), porque lhe permitem ter uma noção do peso dos encargos no seu empréstimo e do valor total que irá pagar.

Tenho mesmo de abrir conta no banco que me vai dar o empréstimo?

Não necessariamente. Depende de onde vai escolher fazer o seu crédito habitação. Na maioria dos bancos esta é uma condição incontornável, mas a boa notícia é que há entidades que não fazem este tipo de exigências, portanto tem de avaliar se vale a pena o incómodo (abertura de conta, alteração dos débitos diretos, fazer novos cartões, alterar o MB Way,…) ou não.

Que duração deve ser o meu crédito habitação?

A lógica que muitas pessoas seguem é “prazo maior de crédito habitação = prestações mensais mais baixas”. Esquecem-se é do terceiro elemento da equação, que é “mais encargos com juros”. Ou seja, um prazo maior significa que irá pagar juros durante mais tempo, logo, embora a prestação mensal reduza, vai pagar mais pelo empréstimo.

Uma boa referência para os prazos podem ser as recomendações do Banco de Portugal, que em termos de prazo, para garantir níveis de risco mais baixos, apontam para que os novos empréstimos não excedam o prazo dos 40 anos, e para que haja uma convergência para uma maturidade média de 30 anos até 2022.

Quanto tenho de dar de entrada para comprar uma casa?

A resposta é fácil: 10%. É o que o Banco de Portugal defende, nas suas recomendações macroprudenciais, em que aponta 90% como o limite máximo do LTV (loan-to-value), ou seja, o valor do empréstimo só pode representar até 90% do valor da casa que vai ser adquirida (alguns bancos tomam por base o valor de compra, outros o valor da avaliação e noutros casos é considerado o mais baixo dos dois valores). Portanto, cerca de 10% é o valor que terá de dar como entrada, mas se puder dar mais deve fazê-lo? Claro que sim, porque quanto maior for o valor com que vai entrar no negócio, melhores serão as condições que vai conseguir negociar e menores serão os custos totais do empréstimo.

O que é importante ter sempre em mente ao tratar do crédito habitação?

O melhor conselho que lhe podemos dar é: há muitos mitos sobre o crédito habitação, que podem condicionar a forma como vai olhar para os dados que vai obter nos simuladores de crédito habitação por isso confirme as informações que lhe dão com fontes fidedignas e torne-se numa verdadeira craque em crédito habitação.

Palavras-chave

Mais no portal

Beleza e Saúde

COVID-19: usar duas máscaras protege-nos mais?

Algumas pessoas adotaram este método. Mas será que é necessário?

Lifestyle

Assine 9 revistas por apenas €9,90 por mês e garanta boa informação, em sua casa

Beleza e Saúde

Esperam-se menos nascimentos em 2021

Entenda o motivo.

Imagem de Sucesso

O fator essencial para construir uma Imagem de Sucesso em 2021

No novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso, explico-vos como podem comunicar de forma assertiva através da vossa imagem e, assim, conquistar objetivos no novo ano.

Comportamento

Este truque curioso pode aliviar o stress durante o confinamento

Só precisa de um telemóvel ou computador - e deixá-lo fazer magia.

Moda

A psicologia por trás das cores românticas que vão estar em alta na primavera

Não só explicamos a origem da popularidade, como deixamos algumas sugestões de visuais para os dias mais quentes.

Beleza e Saúde

Pode haver uma inesperada cura para a acne

Pelo menos, para um dos tipos do problema. Saiba qual.

Moda

Revelado o próximo nome da alta-costura que irá colaborar com a H&M

Todos os anos, a gigante sueca lança uma coleção de edição limitada, que é fruto da colaboração com um estilista ou marca de renome.

Beleza e Saúde

3 acessórios para o cabelo que as mulheres nórdicas adoram

Estas sugestões são perfeitas para ter sempre no nécessaire e transformam qualquer visual num instante.

Beleza e Saúde

Saiba como manter um estilo de vida saudável em regime de teletrabalho

Aqui ficam seis sugestões para continuar a cuidar da sua saúde física e mental no novo confinamento.

15 Perguntas A...

Tânia Ribas de Oliveira: "O meu estilo é casual, confortável e descontraído"

Lançámos questionários com 15 perguntas a várias celebridades sobre temas como, por exemplo, estilo pessoal e rotinas de beleza. A apresentadora da RTP foi a primeira a aceitar o desafio.