É uma doença de pele que afeta quase 2% da população mundial. Embora seja uma condição da pele que não apresenta efeitos físicos além das manchas brancas, já que não provoca dor ou comichão, há um forte impacto a nível psicológico que não deve ser posto de parte. De forma a assinalar o Dia Mundial do Vitiligo, celebrado a 25 de junho, os laboratórios Bella Aurora, com 130 anos de especialização no comportamento do melanócito, explicam, por um lado, o que é esta doença de pele, ao mesmo tempo que deslindam acerca da melhor forma de a tratar, sugerindo alguns produtos específicos.

Como surge esta doença de pele?
Os melanócitos são células que se encontram na camada mais profunda da nossa epiderme, as células responsáveis por gerarem melanina. Os seres humanos têm uma proporção semelhante de melanócitos na pele, sendo que o que determina a sua tonalidade é a atividade dos mesmos: quanto maior a atividade dos melanócitos, mais escura será a tonalidade da pele. Quando as funções dos melanócitos são alteradas, aparecem manchas na pele — escuras ou claras. Essas alterações podem acontecer devido a diversos fatores: desde agressões externas (como queimaduras solares), a causas internas (como desequilíbrios hormonais, por exemplo, durante a gravidez).


Bella Aurora: especialista no comportamento do melanócito
Há 130 anos que a Bella Aurora trata manchas. Após muitos anos de investigação e, principalmente, como resultado da criação do seu próprio laboratório de cultivo celular, a marca especializa-se no conhecimento do melanócito e dos mecanismos celulares envolvidos no processo de produção da melanina, o pigmento que causa a coloração da pele. Neste sentido, os esforços da marca concentraram-se todos em colocar os melanócitos alterados de volta ao equilíbrio (homeostase celular). Para isso, nos laboratórios Bella Aurora os estudos fazem-se no sentido de aprofundar as diferentes causas destas alterações, de forma a encontrar as formas mais eficazes e seguras de resolver os desequilíbrios. Como resultado, descobriu-se um novo sistema altamente eficaz e exclusivo para a remoção de manchas escuras da pele, que a marca patenteou em todo o mundo: B-CORE 221TM.

Repigment: o primeiro tratamento cosmético para as manchas brancas na pele
Repigment é o resultado de mais de quatro anos de colaboração com o dermatologista italiano especialista no estudo do vitiligo, Matteo Bordignon. Trata-se do primeiro tratamento eficaz para as manchas brancas com a assinatura Bella Aurora. Com uma patente própria, além de impedir o desenvolvimento de manchas brancas, este tratamento consegue contribuir para a sua repigmentação.

A nova gama Repigment é composta pelo creme Repigment12, que contém o peptídeo Repigma12 para bloquear a proteína MIA; e pelas cápsulas RepgimentSun, um suplemento alimentar que prepara a pele para a exposição solar ou para sessões de radioterapia.

O dermatologista italiano, Matteo Bordignon (à esquerda), é o responsável pelo Repigment12

Recomendação: aplicar o creme duas vezes ao dia nas áreas afetadas e ingerir uma cápsula à refeição, com um copo de água, para proteger a pele. O tratamento deve ser acompanhado de exposição à luz solar natural ou luz ultravioleta artificial, sob supervisão de um profissional de saúde. Recomenda-se ainda que o tratamento seja seguido por pelo menos seis meses ou até que a área esteja totalmente repigmentada.

Bio10: para todos os tipos de pele
Bio10 forte elimina as manchas cutâneas escuras e unifica o tom da pele, uma vez que oferece soluções especificas para cada tipo de pele. Com a sua tecnologia patenteada B-CORE221TM, um inovador sistemas de activos que inclui uma cápsula de libertação direcionada inteligente, oferece uma maior eficácia despigmentante com resultados visíveis em quatro semanas.

Bio10 forte pele normal/seca: Com ativos hidratantes e reafirmantes proporciona uma ótima hidratação, melhora a elasticidade da pele a aporta luminosidade ao rosto.

Bio10 forte pele mista/oleosa: Graças às suas propriedades sebo-reguladoras controla a produção de sebo, reduz o tamanho dos poros e matifica a tez. Com textura gel, oil free e de rápida absorção. Com acabamento mate.

Bio10 forte pele sensível: Reforça e restaura o sistema de auto-defesa da pele, regula a inflamação, acalma, mitiga a vermelhidão e oferece uma sensação de conforto duradoura. Com textura ligeira.

Bio10 forte: para cada tipo de mancha
Com a gama de tratamentos despigmentantes Bio10 forte, a Bella Aurora oferece soluções específicas para cada tipo de mancha, diferenciando-as de acordo com a sua origem: Bio10 forte L-tigo, Bio10 forte M-lasma, Bio10 forte Mark-s e Bio10 forte em ampolas. Estes são produtos de venda exclusiva em farmácias, com a tecnologia B-Core 221TM (Patent Pending), um sistema de ativos que inclui uma cápsula inteligente de libertação direcionada. A cápsula atua diretamente nas células produtoras de melanina, onde liberta, na totalidade, o princípio ativo encapsulado, obtendo maior eficácia despigmentante. Os resultados são visíveis em 4 semanas.

Bio10 forte L-tigo: para manchas de origem solar ou causada pela idade (lentigos).

Bio10 forte M-lasma: manchas de origem hormonal, consumo de medicamentos ou stress.

Bio10 forte Mark-s: manchas de origem pós-inflamatória; Bio10 forte em ampolas: tratamento de choque em formato ampolas.

Palavras-chave

Leia 6 meses GRÁTIS

Este verão assine a ACTIVA, CARAS, CARAS DECORAÇÃO, entre outras publicações do grupo Trust in News, por 1 ano e receba 6 meses de leitura grátis. Conheça todas as opções, incluindo as versões digitais. ASSINAR

Mais no portal

Moda

Esta tendência de swimwear improvável favorece peitos pequenos

Deixamos esta e outras sugestões para valorizar a área nas suas próximas idas à praia.

Saúde

4 bons motivos para começar a comer mais uvas

A sua saúde agradece.

Comportamento

Eis o que fazer quando se sente tentada a mentir

De acordo com uma psicóloga.

Imagem de Sucesso

Dicas para fazer as melhores compras em época de saldos

Este é o tema do novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso.

Lifestyle

Estes casinos estão prestes a reabrir

Saiba quando os poderá visitar.

Mulheres Inspiradoras

Condessa D’Edla: a segunda mulher de D. Fernando II, que era artista e não agradava ao povo

A produção de capa da ACTIVA de agosto, protagonizada por Júlia Palha, foi fotografada num chalet conhecido como o "Chalet da Condessa”. Conheça a história desta mulher fascinante.

Saúde

Levantamento das restrições: um teste à eficácia da vacina para a COVID-19

Um artigo de opinião assinado pela Dra. Laura Brum, virologista dos Laboratórios SYNLAB.

Moda

Estes básicos da H&M prometem 'fazer bonito' em qualquer ocasião

Estas sugestões são bonitas, intemporais e surpreendentemente acessíveis.

Celebridades

Este foi o visual de gala preferido de Kate Winslet

A atriz caracterizou o vestido como "uma escultura bordada".

Saúde

O DIU pode causar queda de cabelo?

Saiba se tem alguma relação.

Comportamento

Psicóloga explica como perceber as diferenças entre amor e luxúria

A luxúria pode levar ao amor, mas eles não são a mesma coisa.

Celebridades

Anna Faris casou-se em segredo

A atriz e Michael Barrett namoram desde 2017.