133971332.jpg

Acha que tem um metabolismo lento? Que devia cortar nos doces e gorduras? Talvez. Mas também pode estar apenas a comer os alimentos errados à hora errada. A teoria da crononutrição diz que podemos comer de tudo, incluindo doces, desde que seja nas horas certas. E estas são aquelas em que, de acordo com os biorritmos, o corpo está mais receptivo à sua metabolização. Na maior parte dos casos, os nutrientes ingeridos fora dos períodos de digestão óptima acabam por ser armazenados como gordura, em vez de serem usados pelo organismo. O resultado é o aumento de peso.

TIRE PARTIDO DO HORÁRIO DO SEU CORPO

O nutricionista francês Alain Delabos foi pioneiro na divulgação da crononutrição, em 1986. No livro ‘Mincir sur Mesure Grace a la Chrono-Nutrition’ (Ed. Albin Michel) explica como funcionam os biorritmos, uma espécie de relógio biológico que permite ao corpo ajustar as suas funções ao longo do dia, acelerando ou abrandando o metabolismo e segregando enzimas diversas para optimizar a digestão. Uma das formas mais conhecidas dos biorritmos é a reacção à luz solar, que despoleta o despertar e o adormecer. Em termos digestivos, o corpo está programado para segregar determinadas enzimas em alturas específicas do dia. O segredo é ter isto em conta na dieta.

COMA À HORA CERTA

DA 5H ÀS 9H. De manhã, o corpo segrega naturalmente três enzimas: a insulina, para metabolizar o açúcar de que os órgãos precisam para funcionar; a lipase, para metabolizar a gordura usada na produção do tecido das paredes celulares; e a protease, para metabolizar proteínas usadas no fabrico do interior das células.

O que comer ao pequeno-almoço: É a altura ideal para consumir proteínas, gorduras e hidratos de carbono complexos. Se gosta da forma como os ingleses começam o dia, força: ovos mexidos, bacon, feijões e pão escuro seguem os preceitos da crononutrição!

DAS 12H ÀS 13H. À hora do almoço, o organismo segrega proteases com o objectivo de metabolizar as proteínas celulares e constituir reservas.

Luz verde para as proteínas: Nesta refeição, pode e deve ingerir proteínas animais (carne ou peixe) e acompanhar com muitos legumes. Fuja da armadilha do pão com manteiga. Gorduras, só azeite, para temperar a salada. Esqueça os hidratos de carbono. Se está numa fase de estabilização, reintroduza o arroz, massa ou batata, mas em pequenas quantidades: duas colheres de sopa ou uma batata média (um pouco mais pequena que o rato do computador).

DAS 16H ÀS 17H. A meio da tarde, dá-se um pico de insulina com o objectivo de compensar o organismo pela fadiga associada às funções corporais.

Agora, sim, pode comer doces… mas com moderação. Fruta (pois tem açúcar) é o ideal, um quadradinho de chocolate com 70% de cacau ou até um bolo.

DAS 20H ÀS 21H. À noite, são poucas ou nenhumas as secreções digestivas para além das que abrandam o processamento da comida. Esta é a principal razão para comer pouco ao jantar.

Cuidado com o que come: Nada de gorduras (sinal vermelho para pizas, batatas fritas e afins), nem carne vermelhas ou refeições pesadas que levem tempo a digerir. Sopa de legumes é uma boa opção.

COMA BEM DE MANHÃ E MUITO POUCO À NOITE

Apesar de ter suscitado polémica por falta de bases científicas, a teoria de Delabos tem vindo a colher algum apoio ao longo dos anos, nomeadamente no que se refere aos biorritmos. Uma investigação da Universidade do Texas publicada no ‘Journal of Nutrition’, em 2004, concluiu que comer bem ao pequeno-almoço tem um efeito positivo, evitando excessos alimentares nas outras refeições. O estudo, que seguiu os hábitos alimentares de 900 homens e mulheres durante uma semana, mostrou ainda que um bom almoço não tinha este efeito. Quando era esta a principal refeição, o número total de calorias acabava por ser superior.

A explicação avançada tem que ver com a programação natural do nosso relógio biológico: ajustado há milhares de anos para reagir à luz solar, o corpo programou-se para ter mais actividade (incluindo digestiva) de dia. O mecanismo cerebral que comunica a sensação de saciedade funciona naturalmente melhor de manhã, estando programado para desligar-se ao pôr-do-sol, altura em que a nossa fisiologia espera estar a dormir. Comer muito à noite torna-se assim especialmente contraproducente.

NÃO É SÓ O NÚMERO DE CALORIAS QUE CONTA

Comer a horas irregulares, e especialmente à noite, contribui particularmente para engordar. Um estudo recente feito pela Northwestern University, publicado no ‘Journal Obesity’ em 2009, veio corroborar esta teoria. No estudo, ratos que foram sobrealimentados durante as horas em que costumavam dormir ganharam muito mais peso (48%) do que os que receberam a mesma quantidade de comida durante o tempo de vigília (20%).

Há outro argumento forte para comer mais de manhã e menos à noite: durante o dia, o corpo precisa de estar activo e, por isso, agradece as calorias, mas à noite entra na chamada fase de regeneração e usa o metabolismo das gorduras para mobilizar a energia de que necessita nos processos de reparação. Comer muito a esta hora ocupa o estômago com a digestão e também impede o corpo de aceder às reservas de lípidos, contribuindo para que estes continuem bem alojados onde menos queremos…

Palavras-chave

Tempos difíceis exigem a melhor informação

Tempos difíceis exigem a melhor informação É por isso que a Trust in News decidiu oferecer um pack mensal de revistas digitais a um preço simbólico: €9,90 por 9 revistas: VISÃO, VISÃO História, VISÃO Júnior, VISÃO Saúde, Jornal de Letras, Exame, Courrier Internacional,  ACTIVA e Exame Informática. Para ler no seu smartphone, tablet ou computador, facilmente e em sua casa. Está garantida uma boa leitura para toda a família! #euleioemcasa Saiba mais

Relacionados

Beleza e Saúde

"Afinal, porque é que ela é magra e eu não?"

Por que razão há pessoas que conseguem manter-se eternamente em forma e a quem nunca parem pesar os quilos a mais? Os especialistas em controlo de peso dão-nos a respostas e saiba que nem tudo tem a ver com genética.

Beleza e Saúde

Como reduzir a gordura na sua alimentação

Se está cansada dos mesmos paladares e anseia por novos, deixe-se levar por soluções alternativas e outras formas de cozinhar. As gorduras vegetais oferecem texturas suaves e realçam o sabor natural dos alimentos.

Beleza e Saúde

Controle o apetite e evite os quilos a mais

Muitas vezes, a fome não é um sintoma físico. Os alimentos também servem de consolo emocional em alturas de solidão, stresse e tédio. Compreenda os mecanismos que comandam o seu apetite e controle o seu peso.

Beleza e Saúde

Não deixe que a comida a devore a si

Ideias para controlar o apetite e comer de forma mais saudável e menos calórica.

Beleza e Saúde

Alerta: abusam do consumo de sal

Os Portugueses abusam do seu consumo. Resultado: aumento das doenças cardiovasculares e da hipertensão. Reeduque o paladar a descubra o sal escondido nas prateleiras do supermercado.

Beleza e Saúde

Programa 'barriga lisa em 4 dias'!

Contamos-lhe o segredo da dieta que promete fazê-la perder três quilos em quatro dias - acabando com o inchaço da barriga - e sete quilos em quatro semanas.

Beleza e Saúde

Livre-se dos quilos extra para sempre

Bob Greene é um dos gurus norte-americanos da perda de peso. No livro ‘Best Life Diet’ propõe um programa para perder peso racionalmente e sem dramas. Inspire-se e diga adeus às dietas iô-iô.

Beleza e Saúde

Truques super úteis para fazer dieta!

Há pequenos truques que ajudam a emagrecer e não implicam abdicar de comer. Qualquer uma de nós os pode levar a cabo no dia-a-dia sem esforço nem sacrifício. Acabe por isso com as dietas que nunca funcionam.

Beleza e Saúde

Reconhece estes hábitos? Cuidado, que arruínam a sua dieta

De nada adianta meter-se em dietas se não controlar alguns maus hábitos e pulsões que atentam contra a sua linha.

Mais no portal

Moda

15 calças leves para usar nas idas à praia

Ou nas noites de calor.

Lifestyle

Diz quem sabe: eis a técnica que a ajudará a alcançar os seus objetivos

Um método simples e bastante útil.

Lifestyle

Duas estreias Netflix para assistir no fim de semana

Uma comédia e uma série para juntar a família no sofá.

Beleza e Saúde

Os segredos de Naomi Campbell para ter a pele e o corpo dos sonhos aos 50 anos

A supermodelo recorre a estes truques!

Beleza e Saúde

O segredo da pele de Priyanka Chopra é esta máscara caseira de três ingredientes

Uma receita com produtos que vai encontrar na dispensa!

Beleza e Saúde

Testei - e rendi-me - a este hidratante de farmácia

Pele radicalmente mais hidratada em poucos dias.

Lifestyle

Passatempo Jordan Dia da Criança: temos 6 kits para oferecer

Participe no passatempo Jordan “dentinhos lindinhos”.

Celebridades

Este vestido de Kate é sustentável e feminista

E ainda está disponível para compra online!

Beleza e Saúde

Esta é a ordem correta para aplicar todos os seus produtos de skincare

Não basta misturar tudo!

Moda

Saiba como tudo aquilo que não diz pode revelar muito sobre si

Explicamos tudo neste episódio da rubrica Imagem de Sucesso.

Vídeos

Como Kady encontrou a sua voz e passou a usá-la para empoderar outras mulheres

"FLAN" é o nome do novo single da artista. Um tema afrosoul que vive das misturas de ritmos africanos com influência do Soul e R&B norte-americanos.

€2,95 por edição 20% desconto  

Papel