grey-hair-facts-1532704734.jpg

D.R.

Apesar de algumas mulheres usarem o cabelo grisalho com orgulho, outras temem a chegada dos fios brancos.

Se se insere na última categoria, temos boas notícias: os cientistas estão a trabalhar com afinco numa forma de prevenir o seu aparecimento. Até lá, é sempre bom estar bem informada.

Veja, abaixo, oito verdades sobre os cabelos brancos.

1. O envelhecimento normal é o culpado

Bom, aqui não há surpresas. Os dermatologistas chamam-lhe a regra dos 50-50-50. “Cinquenta por cento da população tem cerca de 50% dos cabelos brancos quando chega aos 50 anos,” diz o Dr. Anthony Oro, professor de dermatologia na Universidade de Stanford, ao site da revista ‘O, The Oprah Magazine’. E, tal como a acontece à pele, o cabelo muda de textura com a idade, explica a Dra. Heather Woolery Lloyd, diretora Escola de Medicina da Universidade de Miami.

2. A etnia faz diferença

Os caucasianos tendem a ter cabelos brancos mais cedo – e, entre eles, os ruivos são os primeiros. Seguem-se os asiáticos e depois os negros. Os cientistas ainda não descobriram porquê.

3. O stress pode ser um fator

“O stress não está diretamente relacionado com o aparecimento de cabelos brancos,” diz o Dr. Roopal Kundu, da Universidade de Northwestern. “Mas o stress está implicado em muitos problemas da pele e do cabelo.”

4. O seu estilo de vida conta

Fumar, por exemplo, causa stress na pele e no cabelo. “Os baixos níveis de vitamina B12 são conhecidos por causarem a perda de pigmento no cabelo,” explica o Dr. Karthik Krishnamurthy, do Centro Médico Montefiore Medical. Os alimentos ricos em certas vitaminas, nutrientes e antioxidantes podem ajudar a proteger as células contra as toxinas, bem como a prevenir doenças cardíacas, cancro e outros problemas.

giphy.gif

Giphy

5. O seu cabelo ‘descolora-se’ sozinho

De acordo com um estudo de 2009, publicado pela Federation of American Societies for Experimental Biology, o peróxido de hidrogénio ocorre naturalmente nos nossos folículos de cabelo e, à medida que envelhecemos, acumula-se. Esta acumulação bloqueia a produção de melanina, ou seja, do pigmento do nosso cabelo.

6. Os cabelos não ficam brancos — eles crescem assim

Um fio de cabelo cresce durante um período que pode ir de um a três anos, depois cai e cresce um novo no seu lugar. À medida que envelhecemos, os novos fios têm uma probabilidade maior de ser brancos. “Sempre que o cabelo se regenera, essas células que formam o pigmento também têm de se regenerar, e elas desgastam-se,” diz o Dr. Oro.

7. Não são mais crespos que os restantes

Na verdade, os cabelos brancos são mais finos, mas parecem mais secos porque as glândulas sebáceas do couro cabeludo produzem menos óleo com o passar do tempo. Outro motivo para parecerem mais crespos, especialmente depois de os arrancar? “Isto acontece porque arrancar os cabelos pode distorcer os folículos, resultando numa textura diferente,” explica o tricologista Philip Kingsley.

8. Podem ser resistentes às colorações

Se optar por pintar o cabelo, pode notar que há alguns fios mais teimosos do que outros, mesmo antes de começar a ter cabelos brancos. “Alguns fios brancos podem ser resistentes à cor,” dizem os especialistas dos salões Madison Reed. “Se esta é a sua verdade, considere baixar um nível de cor ou usar algo mais escuro nas raízes para conseguir ainda mais cobertura.”

Já nas bancas!

Assine a ACTIVA e receba dois coffrets da Rituals Assine já

Relacionados

Mais no portal

Brilho, brilho e mais brilho: o derradeiro shopping de réveillon

Esqueça o minimalisto. No ano novo, mais é mais.

Se não sabe o que calçar na noite da passagem de ano, estas sugestões são para si

Qual é o seu estilo?

Estes são os 10 filmes mais populares de 2019

Consegue adivinhar qual é o primeiro da lista?

5 pantufas fofinhas para aquecer o seu inverno

Não precisa de passar a estação com os pés frios com estas opções!

Por que 11 de dezembro é considerado o dia mais fértil do ano

A constatação é numérica!

Este movimento defende que não precisa de amar o seu corpo para o aceitar

Conheça o "body neutrality".

Restaurante da Semana: Visconti ou quando a 'dolce vita' se mudou para o Chiado

O Visconti mora no Chiado e tem uma carta deliciosa, bem ao estilo ...

A evolução dos visuais da Mulher-Maravilha ao longo dos anos

Uma heroína feminista para alguns e um símbolo de opressão para out...

Quem são as cinco únicas mulheres negras a vencerem o Miss Universo

O concurso demorou 25 anos para coroar Janelle Commissiong, a prime...

10 peças para rechear o seu armário com a cor de 2020

O azul clássico foi a escolha da Pantone.

Veja a receita destas bolachas de Natal saudáveis

A nutricionista Catarina Sofia Correia partilha esta receita delici...

ASSINE 1 ANO (12 edições) POR 30€ E RECEBA 30€ EM OFERTAS

Assine Já!