óleos essenciais essential oils.jpg

belchonock

Muito se ouve falar acerca das propriedades e benefícios dos óleos essenciais à base de plantas: desde serem aliados contra as insónias, a melhorarem a sensação de bem-estar geral, tudo parece ser apelativo nestes produtos. Mas será bem assim? Apesar do cheiro agradável e dos possíveis benefícios, quando usados ocasionalmente, a verdade é que não há pesquisas suficientes a suportar os inúmeros elogios difundidos.

Os óleos essenciais não são regulados pela americana FDA (Food and Drug Administration), e isto significa, no fundo, que há poucas regras no que toca à sua produção e venda. Tendo isto em mente, é arriscado confiar totalmente em todo o marketing e publicidade que envolve este tipo de produtos. Nestes casos, há que experimentar – com conta, peso e medida – e perceber o que funciona connosco.

Os estudos já realizados baseiam-se em amostras pobres e são feitos em ratos e não humanos, de acordo com Gary Soffer, do Yale Cancer Center. E isto leva a uma clara conclusão: para podermos defender os alegados benfícios dos óleos, temos de ter (muito) mais do que resultados inconclusivos.

“O vasto uso dos óleos essenciais sem uma corpo de evidências substanciais a apoiá-lo é preocupante. Por norma, são seguros, mas é perigoso vê-los simplesmente como livres de riscos”, afirma o especialista.

Alguns especialistas suspeitam ainda que este tipo de produtos tenha um efeito placebo, já que um estudo por C. Estelle Campenni mostrou que a reação de um determinado grupo de pessoas a diferentes cheiros era mais suscetível à descrição que lhes era feita dos mesmos, do que aos próprios produtos. Por exemplo, se lhes dissessem que estavam a sentir um cheiro estimulante, o corpo reagia de acordo com a informação, e vice-versa.

“De entre várias condições, incluindo ansiedade, depressão e dor, quando as pessoas acreditam que algo é útil, por vezes sentem mesmo esse benefício. Quaisquer alegações de poderes de cura além do efeito placebo devem ser vistas com enorme ceticismo”, afirma Keith Humphreys, psiquiatra na Stanford Health Care.

E quanto a efeitos secundários? Por norma, os óleos essenciais são inofensivos, mas doses elevadas podem favorecer o desenvolvimento de tumores. Quando consumidos (e não inalados), podem provocar danos em órgãos como a pele, fígado ou rins. O uso exagerado da lavanda mostrou, por exemplo, poder causar desequilíbrios hormonais. Já para não falar que, quando são misturados outros ingredientes nos óleos, como químicos ou mesmo óleos vegetais, podem causar diversas reações no corpo, como irritação, comichão ou erupções cutâneas dolorosas.

É preciso também ter cuidado com o uso destes produtos quando se tomam certos medicamentos. Embora, uma vez mais, não haja provas suficientes a suportar a alegação de que estes possam interferir com a ação de algumas drogas, vários especialistas acreditam que tal seja uma realidade. A lavanda, por exemplo, pode afetar a ação de medicamentos anti-estrogénio, normalmente usados para tratar o cancro da mama.

No fundo – e perante a falta de certezas – o mais indicado é ter bom senso e conversar com o seu médico. Se perceber que certos óleos a ajudam em determinadas situações, poderá usar (mas nunca abusar) dos mesmos.

Tempos difíceis exigem a melhor informação

Tempos difíceis exigem a melhor informação É por isso que a Trust in News decidiu oferecer um pack mensal de revistas digitais a um preço simbólico: €9,90 por 9 revistas: VISÃO, VISÃO História, VISÃO Júnior, VISÃO Saúde, Jornal de Letras, Exame, Courrier Internacional,  ACTIVA e Exame Informática. Para ler no seu smartphone, tablet ou computador, facilmente e em sua casa. Está garantida uma boa leitura para toda a família! #euleioemcasa Saiba mais

Relacionados

Celebridades

Modelo protesta em nome da saúde mental durante desfile da Gucci

Com as mãos levantadas, passou uma mensagem forte.

Lifestyle

Diz quem sabe: conheça melhor a vacinação internacional para estar prevenido numa próxima viagem

Existem destinos com particularidades em relação a vacinação como protecção extra para doenças que no ambiente tropical podem ser fatais ou de difícil controlo.

Beleza e Saúde

12 mitos alimentares em que ainda acreditamos

Conheça-os e saiba porque não são válidos.

Mais no portal

Lifestyle

Passou a #BlackOutTuesday. E agora?

Saiba como pode continuar a fazer a diferença na luta antirracista.

Moda

Estes são os dois truques que me ajudam a encontrar o visual perfeito

Conheçam-nos e vejam os cinco 'looks' que recriei com roupa que tinha em casa.

Moda

Steve Madden e Winnie Harlow juntos numa coleção de fazer perder a cabeça

A marca de acessórios juntou-se à famosa modelo internacional para criar uma coleção de sandálias arrojada e cheia de cor.

Inspirações

Quem é Ella Jones? Conheça a nova presidente da Câmara de uma cidade americana marcada pelo racismo

Ella Jones será a primeira pessoa negra a liderar Ferguson, uma cidade que se tornou símbolo de protestos antirracismo em 2014, após a morte de um jovem de 18 anos pela polícia.

Beleza e Saúde

7 coisas que deve desinfetar em casa para evitar ficar doente

Numa altura em que estamos mais conscientes para a importância de higienizar tudo aquilo em que tocamos e o que nos rodeia, saiba por onde deve começar dentro de casa.

Beleza e Saúde

Médicos explicam os riscos de ir à praia durante a pandemia

Embora possa parecer seguro, esta atividade requer alguns cuidados.

Moda

4 tendências de calçado da Mango que queremos já

Reunimos algumas propostas da marca espanhola para quem já está a preparar o regresso ao trabalho.

Celebridades

Esta celebridade acabou de se assumir bissexual

Após se saber, recentemente, que o namoro que vivia há cerca de três anos tinha chegado ao fim.

Beleza e Saúde

Faça este exercício para melhorar a sua vida sexual

Hilaria Baldwin partilhou a demonstração de um exercício simples, que pode ser feito em qualquer lugar e tem benefícios para a vida sexual.

Moda

O vestido que pode levar ao próximo evento especial custa menos de 16 euros

Simplicidade e elegância: os elementos-chave para arrasar.

Lifestyle

As viseiras divertidas que as crianças não se vão importar de usar

Tem a opção 'Pirata' e 'Unicórnio', entre outras.

Inspirações

Paulo Pascoal: "Temos de deixar de ver os negros como 'os outros'"

Falámos com o ator Paulo Pascoal sobre o significado do assassinato de George Floyd, nos Estados Unidos, e o impacto que este teve (e continua a ter) em todo o mundo.

€2,95 por edição 20% desconto  

Papel