Juramos que não estamos a brincar: os orgasmos deixam a pele com um aspeto mais jovem e resplandecente!

Parece demasiado bom para ser verdade, mas existem vários estudos que o comprovam. Não só isto, como também que atingir o clímax tem benefícios a curto prazo, incluindo a redução do stress, uma melhor qualidade do sono e melhorias da pele, no geral. 

Conheça três dos principais benefícios de ter orgasmos (sozinha ou acompanhada), abaixo:

Fazem-nos parecer mais novas

Um estudo analisou 3500 pessoas e concluiu que as mulheres que tinham três orgasmos por semana, em média, pareciam 10 anos mais novas do que as mulheres que só tinham dois. Outro estudo, que chegou à mesma conclusão, revelou que isto se deve a duas coisas:

Endorfinas: a libertação da substância química que nos faz sentir bem age naturalmente como um analgésico e ajuda a reduzir a ansiedade e, por conseguinte, também a dormir melhor – e o sono é essencial para a saúde!

Hormonas de crescimento humano: os orgasmos causam a sua libertação, o que ajuda a melhorar a elasticidade da pele. 

Outro trabalho científico, conduzido pela Universidade do Michigan, nos Estados Unidos da América, indica que os orgasmos aumentam os níveis de estrogénio, o que também tem benefícios anti-idade. Especificamente falando, preserva o colagénio, conhecido como a proteína que promove a pele mais jovem. Níveis mais altos de estrogénio também ajudam a manter a espessura e elasticidade da pele, e até pode ajudar a reter a hidratação, deixando-a mais viçosa e resistente às rugas.

Fazem-nos sentir melhor

Ok, está é óbvia… mas num sentido pouco previsível. Quando uma mulher tem um orgasmo, o copo liberta aquilo a que as pessoas chamam “hormona do amor”, a oxitocina. Ela ajuda a diminuir o stress ao reduzir os níveis de cortisol, e também ajuda a libertar a tensão ao estimular as sensações de afeto e relaxamento. 

Tudo isto garante um sono melhor e a redução da inflação no corpo – e menos inflamação significa menos acne e inchaço. Os níveis de cortisol, por sua vez, melhoram a produção de colagénio, contribuindo para a saúde da pele, no geral.

Deixam a pele resplandecente

Depois de um orgasmo, o aumento de fluxo sanguíneo no corpo combinado com a dilatação dos vasos sanguíneos faz com que o sistema seja “inundado” por oxigénio, o que aumenta a produção de colagénio, estimulando e reparando a pele. Isto também deixa as bochechas com um rubor específico – daí o famoso blush da NARS chamar-se “Orgasm“.

Por fim, isto significa que mais água é levada para a pele (o último órgão a recebê-la), e a hidratação é essencial para uma tez resplandecente. 

Palavras-chave

Mais no portal

Beleza e Saúde

Cabelos: Risco ao meio ou de lado? A melhor opção para cada formato de rosto

A forma como reparte o cabelo pode mudar muito o seu visual - num cenário ideal, sempre para melhor. Saiba como valorizar o seu rosto.

Comportamento

5 formas de ultrapassar momentos menos bons

De acordo com vários especialistas.

Beleza e Saúde

O resultado de uma semana sem qualquer tipo de exercício físico

Para qualquer adepto de um estilo de vida ativo, estar parado é um verdadeiro desafio. E foi assim que encarei esta semana.

Lifestyle

Saiba como fazer a deliciosa salada de espinafres de Julie Deffense

Simples e deliciosa.

Beleza e Saúde

Chiara Ferragni mostra-nos como o azul com glitter resulta sempre para fazer os nossos olhos brilhar

A influencer criou novamente uma coleção com a Lancôme, em que o glitter é a aposta.

Moda

O vídeo que nos fala de Paris, de mulheres e do que acontece quando se trocam duas malas

Esta produção é uma viagem ao mundo das mulheres parisienses com toda a emoção e “joie de vivre” da cidade de Paris.

Beleza e Saúde

Não vai acreditar com que idade Halle Berry teve o primeiro orgasmo

A confissão da atriz veio surpreender o público.

Moda

Esta é a prova de que o 'nightwear' pode ser usado o dia todo

Seda, cetim ou caxemira?

Beleza e Saúde

Quando deve anunciar a gravidez?

A norma é que se ultrapasse a meta das 12 semanas. Mas será que é mesmo preciso?