Botões de elevadores, corrimões, puxadores… é impossível evitar superfícies infestadas com germes no nosso dia-a-dia, daí a importância de lavar as mãos de forma minuciosa e com regularidade.

Embora não haja uma maneira de garantir que as superfícies públicas são higienizadas rotineiramente, existe uma que está sempre em contacto com as suas mãos e com o seu rosto, e sobre a qual tem controlo: o seu telemóvel.

Quão sujo pode estar um smartphone? 

De acordo com um estudo de 2017, publicado na revista científica “Germs”, que analisou 27 aparelhos pertencentes a adolescentes, os ecrãs abrigavam vírus e bactérias, incluindo E. coli, Staphylococcus aureus  Streptococcus, entre outros.

É importante sublinhar que os telemóveis não são os principais culpados da disseminação de doenças, mas alguns vírus podem ficar em superfícies inanimadas durante mais tempo do que se pensa. 

“A maioria dos vírus da gripe pode sobreviver desde algumas horas até 9 dias, dependendo da temperatura e humidade relativa,” explica o Dr. Charles Gerba, professor de epidemiologia e bioestatística no departamento de Ciência Ambiental da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, ao site “Good Housekeeping”. “Contudo, os não vírus podem sobreviver nas superfícies até durante quatro semanas. 

E no caso do coronavírus?

Não se sabe com exatidão quanto tempo o novo coronavírus sobrevive em cada tipo de superfície, mas estudos realizados com outros organismos da mesma família — como o Sars-CoV e o Mers-CoV — dão pistas sobre o seu comportamento no ecrã de um telemóvel, por exemplo.

Um documento publicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2003 sugere que o Sars-CoV sobrevive cerca de 96 horas (4 dias) no vidro — justamente, um dos materiais mais presentes nos smartphones. A estimativa é corroborada por um estudo mais recente, da autoria de investigadores alemães, publicado em janeiro passado no “Journal of Hospital Infection”.

A investigação analisou os resultados de outros 22 trabalhos científicos e avaliou a resistência do coronavírus em materiais como o vidro, o plástico e o alumínio, entre outros. O resultado? Em alguns casos, nomeadamente em metal, PVC, papel e cerâmica (azulejos, tijoleiras), pode sobreviver até durante 5 dias.

Plano de ação

Dito isto, Carolyn Forte, a diretora do Good Housekeeping Institute Cleaning Lab, diz que desinfetar o telemóvel pode reduzir o risco de contacto com germes, especialmente durante a temporada da gripe, mas a prática não deve tirar-lhe o sono. 

No que diz respeito a limpar o aparelho, o primeiro passo deve ser não usar os mesmos produtos adstringentes que usa para limpar superfícies de plástico e de vidro noutras partes da sua casa, como a lixívia pura, produtos de limpeza de metais ou produtos de limpeza específicos para casas de banho.

“Nunca pulverize nada diretamente no telemóvel e evite saturá-lo com produto, uma vez que não quer que ele fique molhado,” aconselha Forte, acrescentando que também devemos evitar produtos abrasivos.

Similarmente, a Apple adverte os clientes de que os materiais pesados de limpeza comercial podem danificar os revestimentos resistentes às impressões digitais nos ecrãs e, possivelmente, riscar as frentes de vidro, enquanto a Samsung divulgou o mesmo aviso em relação aos populares modelos Galaxy.

Percorra a galeria e veja como desinfetar o seu telemóvel, passo a passo.

Palavras-chave

Relacionados

Mais no portal

Beleza e Saúde

COVID-19: usar duas máscaras protege-nos mais?

Algumas pessoas adotaram este método. Mas será que é necessário?

Lifestyle

Assine 9 revistas por apenas €9,90 por mês e garanta boa informação, em sua casa

Beleza e Saúde

Esperam-se menos nascimentos em 2021

Entenda o motivo.

Imagem de Sucesso

O fator essencial para construir uma Imagem de Sucesso em 2021

No novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso, explico-vos como podem comunicar de forma assertiva através da vossa imagem e, assim, conquistar objetivos no novo ano.

Comportamento

Este truque curioso pode aliviar o stress durante o confinamento

Só precisa de um telemóvel ou computador - e deixá-lo fazer magia.

Moda

A psicologia por trás das cores românticas que vão estar em alta na primavera

Não só explicamos a origem da popularidade, como deixamos algumas sugestões de visuais para os dias mais quentes.

Beleza e Saúde

Pode haver uma inesperada cura para a acne

Pelo menos, para um dos tipos do problema. Saiba qual.

Moda

Revelado o próximo nome da alta-costura que irá colaborar com a H&M

Todos os anos, a gigante sueca lança uma coleção de edição limitada, que é fruto da colaboração com um estilista ou marca de renome.

Beleza e Saúde

3 acessórios para o cabelo que as mulheres nórdicas adoram

Estas sugestões são perfeitas para ter sempre no nécessaire e transformam qualquer visual num instante.

Beleza e Saúde

Saiba como manter um estilo de vida saudável em regime de teletrabalho

Aqui ficam seis sugestões para continuar a cuidar da sua saúde física e mental no novo confinamento.

15 Perguntas A...

Tânia Ribas de Oliveira: "O meu estilo é casual, confortável e descontraído"

Lançámos questionários com 15 perguntas a várias celebridades sobre temas como, por exemplo, estilo pessoal e rotinas de beleza. A apresentadora da RTP foi a primeira a aceitar o desafio.