A sensação é de estar a vencer uma corrida, a poucos metros da linha de chegada, quando toda a prova é cancelada. 

Na quarta-feira, dia 11 de março, a Organização Mundial de Saúde declarou pandemia pelo novo coronavírus e a redação da Activa.pt foi recomendada a trabalhar a partir de casa. Na minha cabeça tudo isto ia passar rapidamente e, só de pensar em ter de adiar a data que tanto sonhei, os meus olhos enchiam-se de lágrimas. Afinal, por que motivo todas as noivas têm o direito de planear um casamento e ver esse dia acontecer exatamente como sonharam, menos eu? Ao longo de toda a quinta-feira seguinte, a minha cabeça alternava de um cenário imaginário em que uma cura milagrosa apareceria, para uma festa em que todos estivessem a usar máscaras e luvas. Na sexta-feira todo esse egoísmo começou a sair de dentro mim. Acordei decidida: temos de adiar o casamento.

Frustração é a palavra. Há menos de uma semana tínhamos reservado o último hotel da nossa lua-de-mel (que também teve de ser adiada) e agora não sei mais quando vou casar-me. Dramas à parte, eu e o meu noivo marcámos uma reunião com a nossa wedding planner porque um de nós os dois é racional (e não direi quem) e sabe que precisamos de agir. E aqui deixo uma dica para quem ainda não se casou: se vai fazer uma festa para mais de 100 pessoas, vale a pena contratar um wedding planner. Coisas imprevisíveis podem acontecer (eu que o diga) e este profissional vai ter a experiência necessária para não permitir que os noivos tenham um verdadeiro ataque de pânico.

Plano de ataque

Depois de ter interiorizado o adiamento, o primeiro passo foi conversar com a nossa wedding planner. Com ela, definimos aqueles serviços que eram essenciais para nós – e que foram os primeiros que contratámos, há um ano: o local onde o casamento vai acontecer, a empresa responsável pela decoração e a fotógrafa que já conhecemos e por quem temos um carinho especial. Cruzar datas disponíveis com os três, considerando o número de eventos que estão a ser adiados nesta situação, foi quase impossível, mas sobrou-nos uma data. Yes!

A data

Quem também está a preparar um casamento sabe bem que a data é uma das primeiras coisas que definimos. Pode ser no dia do aniversário de namoro, ou num mês que não seja nem quente nem frio, em que o buffet é mais barato, que toda a família que mora longe esteja de férias e possa estar junta para celebrar. Não sei, mas tem alguma coisa sobre a data que, até agora está a ser o mais difícil de aceitar. A “minha” data já não é mais a minha data. 

Ainda estou a trabalhar uma forma de tirar toda esta negatividade da minha cabeça, mas confesso que está a ser difícil de assimilar. A minha mãe diz que, depois que a minha “ex-data” passar, vou começar a “criar laços” de novo com o meu casamento. Então estou a tentar ver os lados bons… Vai ser depois do verão o que me permite ficar com a pele mais bronzeada, tenho mais tempo para terminar a minha dissertação de mestrado sem pensar a cada segundo nas frases dos meus votos e ainda posso encomendar aquelas coisinhas de última hora que parecia não ter tempo de conseguir devido aos meses de antecedência que são necessários! 

Os convidados

Depois de definir uma nova data e acertar as mudanças com os diferentes fornecedores, os próximos a serem avisados, e com a máxima antecedência possível, são os convidados. Decidimos preparar um texto a explicar os motivos do adiamento (que a esta altura já não precisam de tanta explicação) e já informar que temos uma nova data. Também vamos ajustar a data no site que criámos para os convidados confirmarem presença e verem a lista de presentes. Familiares mais velhos vão receber a informação através de uma chamada telefónica, os outros convidados serão informados via Whatsapp. Fazemos questão de confirmar que todas as pessoas que foram convidadas recebam e leiam as mensagens, pedindo sempre uma resposta breve. 

Sobre o meu projeto noiva: vai continuar, mas com calma. Já não faz sentido ter pressa, apesar de continuar focada em ter uma vida mais saudável. Depois desta semana o meu mundo ficou de pernas para o ar, a sensação mudou. Agora, é como se a poucos metros da linha de chegada, a minha corrida de 100 m tenha sido transformada numa maratona. Sei que preciso desacelerar para chegar até o final, mas continuo motivada. O caminho só ficou um pouco mais longo.

Palavras-chave

Mais no portal

Moda

10 artigos da Zara que vão arrasar em qualquer destino de férias

Estes visuais prontos a usar prometem fazer furor nos seus dias de descanso.

Comportamento

Como lidar com a frustração sexual?

Existem várias causas para a insatisfação com a vida íntima, que pode afetar a qualidade de vida em geral.

Moda

Saiba como fazer uma mala de férias sem complicações

No episódio de hoje da rubrica Imagem de Sucesso, deixo algumas dicas para escolher os derradeiros essenciais de viagem.

Moda

Encontrámos as Havaianas perfeitas para dar brilho ao verão

Se é fã da famosa marca brasileira e gosta de dar um toque de brilho a tudo o que faz, vai delirar com esta novidade.

Lifestyle

6 dicas para viajar de carro tranquilamente com crianças

"Estou com fome! Quanto chegamos? Preciso de fazer xixi!" Viajar com crianças durante um longo período de tempo pode ser um verdadeiro pesadelo.

Beleza e Saúde

Afinal, o que é uma "depressão de baixo grau"?

Recentemente, Michelle Obama fez um desabafo sobre a sua saúde mental. Entenda o que se passa com a antiga Primeira-dama dos Estados Unidos.

Celebridades

Michelle Obama admite que sofre de uma "depressão de baixo grau"

A pandemia aliada a todo o clima de tensão que se vive nos Estados Unidos afetou a saúde mental da antiga Primeira-dama do país.

Celebridades

Daisy Coleman, de documentário da Netflix sobre abuso sexual, morre aos 23 anos

O caso da jovem, que se tornou uma defensora das vítimas de violação, é retratado numa série documental do serviço de streaming.

Lifestyle

Estes podem ser os motivos para continuarmos a ver filmes para adolescentes

Sim, tenho mais de 30 anos e por vezes vejo (e revejo) filmes com histórias para adolescentes. Mas sei que não sou a única!

Celebridades

O interior do frigorífico de Selena Gomez revela muito sobre a cantora

A estrela norte-americana mostrou o que armazena neste eletrodoméstico, bem como no congelador.

Beleza e Saúde

5 produtos de skincare que testei há um ano e agora fazem parte da minha rotina

O mais barato custa menos de 3 euros.

Moda

Criei 5 visuais diferentes com uma peça de roupa que todas temos no roupeiro

Por vezes - e falo por experiência própria -, só precisamos de um pouco de originalidade para não nos cansarmos daquilo que vestimos.

€2,95 por edição 20% desconto  

Assine já!

Papel