Máscara caseira

A pandemia tem-nos confrontado com um cenário atipicamente complexo e exigente a vários níveis: isolamento e distanciamento social, teletrabalho, uso de máscaras e luvas na rua. Consequentemente, tivemos de adaptar-nos a um conjunto de procedimentos que mudaram as nossas rotinas profissionais e familiares.

Estamos agora a iniciar uma nova fase, o “levantamento” do estado de emergência, com muitas incertezas e dúvidas sobre como será a nova normalidade. Porém, também com a consciência, enquanto cidadão, da importância de mantermos algumas recomendações, como a lavagem das mãos, a etiqueta respiratória, a manutenção da distância social, e a utilização de barreiras físicas. Estas medidas de prevenção e proteção são indispensáveis para minimizar o risco de transmissão comunitária.

Numa altura em que os equipamentos de proteção pessoal ainda levantam muitas questões, falámos com três especialistas: Maria do Carmo Cordeiro, enfermeira, Cátia Rodrigues e Eva Miriam Rasteiro, técnicas de saúde ambiental, da Unidade de Saúde Pública (USP) Loures-Odivelas. Em conjunto, esclareceram as principais dúvidas sobre o que distingue as máscaras comunitárias das cirúrgicas, bem como quem deve usar cada uma delas, como e em que situações.

O que é uma máscara cirúrgica?

Este tipo de máscara é considerado um dispositivo médico, de uso clínico, que previne a transmissão de agentes infeciosos das pessoas que utilizam a máscara para as restantes.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda especificamente o seu uso a todos os profissionais de saúde, pessoas com sintomas respiratórios e pessoas que entrem/circulem em instituições de saúde.

A autoridade de saúde do governo português recomenda ainda que as pessoas mais vulneráveis, nomeadamente idosos (mais de 65 anos de idade), com doenças crónicas e estados de imunossupressão, devem usar máscaras cirúrgicas sempre que saiam de casa.

E a máscara comunitária?

As máscaras comunitárias (ou de uso social) não são dispositivos médicos, mas sim dispositivos de diferentes materiais têxteis, que podem ser de uso único ou reutilizáveis, destinados à população geral: todos os indivíduos que permaneçam em espaços interiores fechados com múltiplas pessoas como, por exemplo, farmácias, transportes públicos, lojas, hipermercados e estabelecimentos comerciais.

Têm por função a promoção da proteção de grupo, portanto servir como uma “barreira” complementar às medidas de prevenção e regras de distanciamento social, e nunca substituir ou sobrepor-se às medidas de confinamento, à higiene das mãos, à organização e procedimentos a serem adotados, nomeadamente em escolas e entidades empregadoras que possibilitem melhorar a proteção dos funcionários.

Estas máscaras não se destinam nem a profissionais de saúde, nem a doentes. Contudo, os fabricantes devem cumprir critérios e requisitos em termos de conceção, desempenho e usabilidade, nomeadamente no que diz respeito à filtração, respirabilidade, dimensionamento e resistência. Nesse sentido, as máscaras comunitárias devem ser acompanhadas das especificações técnicas: a quem se destina a sua utilização, materiais usados, indicações de lavagem e secagem, número possível de reutilização. 

É fundamental assegurar por parte do seu utilizador, que sabe colocar e remover corretamente a máscara, cumprindo todas as etapas de forma segura.

Os 3 passos para colocar a máscara comunitária corretamente

Imagens: JAMA Network® | ©2020 American Medical Association

As regras de ouro durante a utilização

Imagens: ©JenniferMaker

Como retirar a máscara?

Imagens: JAMA Network® | ©2020 American Medical Association

Em resumo e face à informação existente até à data, as máscaras comunitárias são destinadas à promoção da proteção de grupo, nomeadamente, utilização por indivíduos no contexto da sua atividade profissional, utilização por indivíduos que contactam com outros indivíduos portadores de qualquer tipo de máscara e utilização nas saídas autorizadas em contexto de confinamento, nomeadamente, em espaços interiores com múltiplas pessoas. O uso destas máscaras não implica qualquer alteração às medidas de confinamento, à higiene das mãos e etiqueta respiratória e à organização e procedimentos a serem adotados, nomeadamente, por escolas e entidades empregadoras que possibilitem melhorar a proteção dos funcionários, como já referido.

Palavras-chave

Relacionados

Beleza e Saúde

Como e com que frequência devemos lavar as máscaras de pano?

Lavar as máscaras é tão importante quanto usá-las. 

Beleza e Saúde

Máscaras de pano: protegem-nos ou não?

Perante a falta de material médico, várias pessoas têm recorrido a opções "caseiras". Saiba se são seguras.

Moda

Máscaras: o acessório que era tendência fashion é agora essencial para enfrentar a pandemia

Marcas de luxo associaram-se à produção de máscaras para ajudar na luta contra a Covid-19.

Mais no portal

Moda

10 artigos da Zara que vão arrasar em qualquer destino de férias

Estes visuais prontos a usar prometem fazer furor nos seus dias de descanso.

Comportamento

Como lidar com a frustração sexual?

Existem várias causas para a insatisfação com a vida íntima, que pode afetar a qualidade de vida em geral.

Moda

Saiba como fazer uma mala de férias sem complicações

No episódio de hoje da rubrica Imagem de Sucesso, deixo algumas dicas para escolher os derradeiros essenciais de viagem.

Moda

Encontrámos as Havaianas perfeitas para dar brilho ao verão

Se é fã da famosa marca brasileira e gosta de dar um toque de brilho a tudo o que faz, vai delirar com esta novidade.

Lifestyle

6 dicas para viajar de carro tranquilamente com crianças

"Estou com fome! Quanto chegamos? Preciso de fazer xixi!" Viajar com crianças durante um longo período de tempo pode ser um verdadeiro pesadelo.

Beleza e Saúde

Afinal, o que é uma "depressão de baixo grau"?

Recentemente, Michelle Obama fez um desabafo sobre a sua saúde mental. Entenda o que se passa com a antiga Primeira-dama dos Estados Unidos.

Celebridades

Michelle Obama admite que sofre de uma "depressão de baixo grau"

A pandemia aliada a todo o clima de tensão que se vive nos Estados Unidos afetou a saúde mental da antiga Primeira-dama do país.

Celebridades

Daisy Coleman, de documentário da Netflix sobre abuso sexual, morre aos 23 anos

O caso da jovem, que se tornou uma defensora das vítimas de violação, é retratado numa série documental do serviço de streaming.

Lifestyle

Estes podem ser os motivos para continuarmos a ver filmes para adolescentes

Sim, tenho mais de 30 anos e por vezes vejo (e revejo) filmes com histórias para adolescentes. Mas sei que não sou a única!

Celebridades

O interior do frigorífico de Selena Gomez revela muito sobre a cantora

A estrela norte-americana mostrou o que armazena neste eletrodoméstico, bem como no congelador.

Beleza e Saúde

5 produtos de skincare que testei há um ano e agora fazem parte da minha rotina

O mais barato custa menos de 3 euros.

Moda

Criei 5 visuais diferentes com uma peça de roupa que todas temos no roupeiro

Por vezes - e falo por experiência própria -, só precisamos de um pouco de originalidade para não nos cansarmos daquilo que vestimos.

€2,95 por edição 20% desconto  

Assine já!

Papel