Todos os dias somos bombardeados pelas redes sociais e meios de comunicação social com receitas fit, do bem, sem culpa, entre outros apelidos que pretendem amenizar o peso na consciência de quem as consome.

Frequentemente, o que se constata ao analisar a respetiva lista de ingredientes é a substituição do açúcar branco pelo açúcar de coco, xarope de agave, tâmaras ou mel, da manteiga por azeite ou óleo de coco e da farinha refinada por uma versão integral ou sem glúten. Aos olhos de muitos, estas alterações tornam a receita saudável e, como tal, passível de ser consumida sem grandes restrições porque, afinal, não engorda. Serão de facto estas receitas tão light quanto aparentam?

As alternativas ao açúcar branco mencionadas são apontadas como mais saudáveis pelo facto de apresentarem um teor ligeiramente mais alto de alguns micronutrientes. No entanto, para que essa diferença seja realmente impactante no dia alimentar de um indivíduo seria necessária uma dose de consumo elevada, o que não é de todo desejável tendo em conta o alto teor de açúcares (70-99%) e valor energético (300-390kcal/100g) que todas apresentam. Pelo contrário, os micronutrientes em causa estão amplamente disseminados por outros alimentos de riqueza nutricional inesgotável (hortofrutícolas).

A manteiga é uma das principais fontes de ácidos gordos (AG) saturados e trans, estando o consumo elevado de ambos associado a um aumento dos níveis de colesterol LDL. Apesar de toda a popularidade que o óleo de coco adquiriu, convém salientar que apresenta um perfil lipídico predominantemente saturado. Assim, não há dúvida que o azeite se destaca como a melhor fonte de gordura, seja pelo seu perfil de AG maioritariamente monoinsaturados, seja pelo seu teor em vitamina E, compostos antioxidantes e anti-inflamatórios. Não obstante, a sua utilização em detrimento da manteiga ou óleo de coco não retira culpa (i.e. calorias) à receita uma vez que apresenta um valor energético elevado (900kcal/100g).

A substituição da farinha refinada por uma versão sem glúten justifica-se quando se destina a um celíaco, mas não traz vantagens adicionais a quem tolera bem esta proteína. Já ao optar por uma versão integral poderá aumentar ligeiramente o aporte de fibra, no entanto o impacto calórico será praticamente nulo uma vez que todas elas apresentam um valor energético semelhante (≈350 kcal/100g).

Em suma, se replica receita saudáveis para poder comer sem culpa saiba que poderá estar a ingerir as mesmas calorias ou até mais se a consciência lhe der permissão para repetir. Se o objetivo é tornar as receitas mais ricas em fibra e micronutrientes, preocupe-se primeiramente em garantir uma boa ingestão diária de hortofrutícolas e leguminosas. Uma alimentação saudável não proibe nenhum alimento, apenas limita o consumo daqueles que apresentam maior densidade energética e menor riqueza nutricional. E se assim for, não há problema algum em comer ocasionalmente 1 fatia de bolo confecionado com manteiga, açúcar branco e farinha refinada.

Palavras-chave

Relacionados

Beleza e Saúde

Diz quem sabe: sal 'versus' açúcar

Será que existe um "vilão"? Entenda as grandes diferenças.

Beleza e Saúde

Diz quem sabe: as saladas (perigosamente) saudáveis

Será que esta é mesmo a melhor opção para perder peso?

Beleza e Saúde

Diz quem sabe: conheça 7 benefícios do chocolate

No Dia Mundial do Chocolate, partilhamos sete bons motivos para consumi-lo sem culpa.

Mais no portal

Inspirações

Caixa Solidária. Nuno Botelho criou movimento viral para ajudar quem mais precisa

Uma iniciativa que faz toda a diferença, principalmente em tempos de pandemia.

Beleza e Saúde

7 batons vermelhos que combinam na perfeição com o outono

Um clássico intemporal de beleza que faz tanto sentido na nova temporada.

Moda

Estas botas para o inverno são um investimento que rende durante o ano todo

Com estas sugestões, está garantido que terá estilo terá o melhor do estilo e do conforto a seus pés.

Comportamento

A ciência diz que esta é a melhor forma de expressar gratidão a alguém que amamos

De acordo com um estudo recente de psicologia, um simples "obrigado" ou destacar o sacrifício de alguém não geram as reações mais positivas.

Inspirações

Conheça Celmira Macedo: a professora que criou um alfabeto inclusivo

EKUI é o nome desta metodologia de desenho universal para aprender e comunicar.

Moda

Este tipo de roupa interior 'enfadonho' nunca foi tão popular

As necessidades das mulheres estão a mudar e, agora, dá-se mais valor ao conforto e à praticidade, bem como a um estilo casual.

Celebridades

Grávida, Emily Ratajkowski afirma: "Só vamos saber o género quando o nosso filho tiver 18 anos"

Entenda a linha de raciocínio da modelo, que espera o primeiro filho com o ator e produtor Sebastian Bear-McClard.

Beleza e Saúde

"Isto são os 40". Conheça os exercícios que esculpem o corpo de Kim Kardashian

A socialite quebrou a Internet com estas fotografias que provam que os 40 são os novos 20.

Beleza e Saúde

5 dicas para ultrapassar a quebra de energia pós-almoço

Saiba como acabar com aqueles momentos de moleza extrema que, normalmente, se seguem à hora de almoço.

Beleza e Saúde

A maquilhagem certa para valorizar cada formato de olhos

Na rubrica Beauty Spot desta semana. explico como identificar o seu tipo de olhos e, de seguida, os truques de maquilhagem que o valorizam.

Beleza e Saúde

Anti-queda: o que há de novo no combate a este problema

Nesta época do ano, a queda de cabelo é um problema comum a muitas mulheres.

Moda

12 botins que permitem mil e uma combinações nos seus visuais de inverno

Para combinar com vestidos estampados e românticos, calções ou calças 'flare' (entre muitas outras opções de estilo).