O chocolate é um dos alimentos mais populares e consumido por pessoas de todas as idades. É feito a partir da torra do cacau e teve origem na América Central, onde se tornou um dos produtos alimentícios exclusivos da nobreza, geralmente para ser consumido na forma de bebida quente e amarga. No entanto, a forma como é consumido hoje é bastante diferente, resultando de sucessivos aperfeiçoamentos de processos industriais e culinários.

A alimentação é o fator que tem uma maior influência no ganho ou perda de peso, mas sabemos que é também um fator muito importante para o aparecimento de doenças, como a doença cardiovascular, a diabetes e o cancro. A alimentação é um processo fisiológico, no entanto, o ato de comer, no geral, está associado a emoções e à disposição. Normalmente pessoas com pensamentos mais positivos tendem a escolher alimentos mais nutritivos enquanto que pessoas com pensamentos mais negativos, tendem a optar por alimentos menos saudáveis. Desta forma, comer pode ser usado para reduzir as emoções negativas, o que está na base de muitos distúrbios alimentares.

Apesar de o chocolate ser muitas vezes associado a um alimento não saudável e que em muitas pessoas pode ser o gatilho para comer compulsivamente, este pode ter vários benefícios nomeadamente na saúde cardiovascular, na regulação da pressão arterial, e na regulação do humor, tendo sido várias vezes demonstrado que o consumo de chocolate reforça a boa disposição, quando consumido com moderação.

Estes benefícios devem-se ao facto de o cacau ser um alimento rico em flavonoides, substâncias com efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes. No entanto, nem todos os chocolates que encontramos nas prateleiras do supermercado têm altos valores de flavonoides, uma vez que estes se encontram presentes no cacau, o seu teor será tanto mais alto quanto maior por a percentagem de cacau do chocolate.

Para ganhar ou perder peso, tem de existir um equilíbrio entre a energia ingerida (calorias) ao longo do dia e aquela que é gasta. Para o organismo manter as suas funções vitais em repouso, como a respiração ou os batimentos cardíacos, necessita de energia, que vai buscar aos alimentos que ingerimos. A este valor energético dá-se o nome de taxa metabólica de repouso.

Quando ingerimos mais calorias do que aquelas que o corpo gasta, ganhamos peso, no entanto, se ingerirmos menos calorias do que aquelas que o corpo gasta, conseguimos perder. O exercício físico aumenta o gasto energético do corpo, contribuindo também para um aumento da taxa metabólica de repouso.

Desta forma, conseguimos perceber que não existem alimentos que engordem e outros que emagreçam. Existem, sim, alimentos com uma menor densidade calórica e mais nutritivos por serem ricos em fibras, vitaminas ou minerais, o que se traduz numa maior saciedade e consequentemente numa maior facilidade em perder peso.

O chocolate pode, sim, fazer parte de um plano alimentar de emagrecimento saudável se for consumido com moderação, e claro, se quiser tirar todo o partido deste alimento, escolher aquele que apresenta uma percentagem de cacau mais alta.

Palavras-chave

Relacionados

Beleza e Saúde

Diz quem sabe: cérebro de Grávida é mito ou realidade?

Perceba se há, de facto, uma alteração na performance cognitiva, durante a gravidez.

Beleza e Saúde

Diz quem sabe: o que fazer quando a azia persiste

Confira estas dicas do gastrenterologista Luís Azevedo Lobo.

Beleza e Saúde

Diz quem sabe: Aprenda a tornar uma pizza mais saudável

Quem está a tentar perder peso ou tem restrições alimentares também pode deliciar-se com esta iguaria italiana.

Mais no portal

Moda

10 artigos da Zara que vão arrasar em qualquer destino de férias

Estes visuais prontos a usar prometem fazer furor nos seus dias de descanso.

Comportamento

Como lidar com a frustração sexual?

Existem várias causas para a insatisfação com a vida íntima, que pode afetar a qualidade de vida em geral.

Moda

Saiba como fazer uma mala de férias sem complicações

No episódio de hoje da rubrica Imagem de Sucesso, deixo algumas dicas para escolher os derradeiros essenciais de viagem.

Moda

Encontrámos as Havaianas perfeitas para dar brilho ao verão

Se é fã da famosa marca brasileira e gosta de dar um toque de brilho a tudo o que faz, vai delirar com esta novidade.

Lifestyle

6 dicas para viajar de carro tranquilamente com crianças

"Estou com fome! Quanto chegamos? Preciso de fazer xixi!" Viajar com crianças durante um longo período de tempo pode ser um verdadeiro pesadelo.

Beleza e Saúde

Afinal, o que é uma "depressão de baixo grau"?

Recentemente, Michelle Obama fez um desabafo sobre a sua saúde mental. Entenda o que se passa com a antiga Primeira-dama dos Estados Unidos.

Celebridades

Michelle Obama admite que sofre de uma "depressão de baixo grau"

A pandemia aliada a todo o clima de tensão que se vive nos Estados Unidos afetou a saúde mental da antiga Primeira-dama do país.

Celebridades

Daisy Coleman, de documentário da Netflix sobre abuso sexual, morre aos 23 anos

O caso da jovem, que se tornou uma defensora das vítimas de violação, é retratado numa série documental do serviço de streaming.

Lifestyle

Estes podem ser os motivos para continuarmos a ver filmes para adolescentes

Sim, tenho mais de 30 anos e por vezes vejo (e revejo) filmes com histórias para adolescentes. Mas sei que não sou a única!

Celebridades

O interior do frigorífico de Selena Gomez revela muito sobre a cantora

A estrela norte-americana mostrou o que armazena neste eletrodoméstico, bem como no congelador.

Beleza e Saúde

5 produtos de skincare que testei há um ano e agora fazem parte da minha rotina

O mais barato custa menos de 3 euros.

Moda

Criei 5 visuais diferentes com uma peça de roupa que todas temos no roupeiro

Por vezes - e falo por experiência própria -, só precisamos de um pouco de originalidade para não nos cansarmos daquilo que vestimos.

€2,95 por edição 20% desconto  

Assine já!

Papel