Mais uma quinta-feira, mais um desafio #cartabranca. Desta vez, envolve comida – o que me deixa muito feliz. Decidi experimentar uma receita saudável que estava na minha lista mental de desejos (talvez deva passá-la para o papel) há bastante tempo. Na verdade, não sei porque ainda não a tinha feito, já que é tão simples.

Falo-vos do Pudim de Chia, do qual tanto ouvimos falar nos últimos tempos. Saudável, de fácil preparação e muito saciante, diz-se. Mas coloquemos os pontos nos i’s. Segundo a nutricionista Tatiana Zanin, a chia é considerada um superalimento, com propriedades como “a melhora do trânsito intestinal, melhora do colesterol e até diminuição do apetite“.

Será mesmo assim? Foi isso que tentei perceber. Quanto ao colesterol, não vos sei dizer, mas relatarei a minha experiência, no que toca aos dois outros tópicos. Primeiro, escolher a receita revelou-se “O” desafio. Com tantas opções na internet, fiquei sem saber qual a melhor. E, na dúvida, decidi ficar-me pela mais simples.

Ora, em contacto com líquidos, a chia cria uma espécie de gel – daí o nome pudim. Por isso, bastou-me juntar 3 colheres de sopa mal cheias da semente com cerca de 200 ml de bebida vegetal de amêndoa. Como não sabia como ficaria o sabor, adicionei ainda um pouco de canela. Misturei tudo e deixei no frigorífico antes de ir dormir.

Primeira impressão ao acordar: “algo correu terrivelmente mal!“. Assim que coloquei a colher no “pudim”, ele estava meio líquido. Fui à internet e percebi que, afinal, é normal. O nome desta receita só serve para nos enganar – fica o aviso. A consistência é meio gelatinosa, após mexer, mas não se parece à do pudim (a menos que a receita envolva outros ingredientes).

Bom, quanto ao sabor, fiquei surpreendida. A canela acabou por dar um gosto interessante, mas sem anular de todo a bebida de amêndoa – todos os sabores se misturaram na perfeição. Quanto à textura, embora diferente do que estou habituada, também não me desagradou. Daria, ao conjunto destes fatores, um 7/10.

Mas vamos ao essencial: é assim tão saciante? Admito que as minhas expectativas estavam altas e queria dizer-vos que fiquei, no mínimo, 3 horas sem fome. Mas não. Acabei de comer às 10h45 e, cerca de uma hora depois, deu-me aquela vontade de “trincar alguma coisa”. Ignorei-a, porque queria perceber se era, de facto, fome, ou somente gula. Aguentei-me até às 13h.

Ou seja, acabei por conseguir ficar mais de duas horas sem comer nada, depois de um pequeno-almoço com apenas dois ingredientes. Diria que até foi uma missão sucedida. Contudo, creio que, se não fosse este desafio, teria ido comer mais qualquer coisa antes do almoço. Talvez o truque seja optar por uma receita ainda mais completa, que envolva iogurte ou fruta, como esta.

Quanto à melhora do trânsito intestinal, digo que sim, funciona. E não preciso de entrar em detalhes, certo? Já experimentaram esta (ou uma semelhante) receita? Contem-nos, nas redes sociais, identfiquem a ACTIVA e utilizem a hashtag #cartabranca. Até para a semana!

Palavras-chave

Relacionados

Lifestyle

Eis a minha experiência a beber um sumo verde todas as manhãs

Dizem que beneficiam a pele, que nos deixam de bom humor e até que são aliados da perda de peso - e eu decidi fazer o teste.

Beleza e Saúde

Experimentei um hidratante facial caseiro que só leva um ingrediente

E estou aqui para contar os resultados. Não se deixem enganar pela imagem - garanto que o creme não ficou branco, muito menos tão artístico.

Moda

Criei 5 visuais diferentes com uma peça de roupa que todas temos no roupeiro

Por vezes - e falo por experiência própria -, só precisamos de um pouco de originalidade para não nos cansarmos daquilo que vestimos.

Mais no portal

Lifestyle

Ainda não sabe o que oferecer ao seu amigo secreto? Confira estas 10 ideias

Que não ultrapassam os 15 euros.

Celebridades

Em texto emotivo, Meghan revela ter sofrido um aborto

A mulher de Harry estaria grávida do segundo filho.

Moda

Perdemos a cabeça com estes descontos da Mango

E selecionámos os nossos favoritos.

Beleza e Saúde

Aproveite a Black Friday para dar uma nova vida à sua pele

Mime-se com estas sugestões.

Comportamento

Está na hora de "Dizer Não"

Conheça a campanha que assinala o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Celebridades

Christina Perri perde a filha no terceiro trimestre da gravidez

Após anunciar que poderia ter de antecipar o parto.

Lifestyle

A astrologia parece ter uma explicação para os assassinos em série

E tem tudo a ver com um planeta.

Beleza e Saúde

Escócia torna-se o primeiro país do mundo a tornar produtos menstruais gratuitos

A medida foi aprovada sem votos contra ou abstenção.

Lifestyle

Nunca é tarde para organizar a vida financeira. Saiba por onde começar

Elas vão fazer toda a diferença! Conheça-as no novo episódio da rubrica Finanças de A a Z.

Lifestyle

Livro da semana: "A Odisseia de Baldassare" mostra como caminho pode ser mais importante que o destino

Um livro de Amin Maalouf, publicado pela Marcador.