Atualmente sabemos que gravidez constitui um período que é geralmente vivido com grande emoção, contudo, os sentimentos podem tornam-se ambivalentes e contraditórios: por um lado, o encantamento e as expectativas positivas e, por outro lado, a insegurança e o medo.

Desta forma, muitas vezes, esta pode ser uma fase crítica e vulnerável para a saúde psicológica da grávida, do bebé e do casal parental. De acordo com o Congresso Americano de Obstetras e Ginecologistas (ACOG), entre 14 a 23% das mulheres demonstram sintomas de depressão durante a gravidez, e esta perturbação tem uma elevada probabilidade de persistir após o parto, caso não seja prontamente diagnosticada e tratada.

A Depressão na gravidez e/ou no pós-parto é uma doença que pode e deve ser tratada, sendo que a procura de ajuda e apoio constitui o primeiro passo para que isso aconteça eficazmente.

Agosto é o Mês Nacional de Amamentação. Este mês também inclui a Semana Mundial da Amamentação, entre os dias 1 e 7. Os especialistas compartilham informações sobre aleitamento materno e saúde mental.

Com o parto e o nascimento do bebé surge um conjunto de novas transformações e mudanças físicas, psicológicas e sociais. Todas elas podem interferir com o bem-estar emocional da mãe, influenciando a sua relação com o recém-nascido. Por sua vez, a necessidade de adaptação aos ritmos do bebé, como a amamentação, pode conduzir ao aumento dos níveis de fadiga e de desgaste emocional em ambos os pais, exigindo ao casal parental constantes reorganizações e adaptações, assim como uma preparação psicológica para as novas experiências que surgem agora.

Para as recém-mamãs, uma decisão importante é a de amamentar ou não. O que muitas mães não sabem é o que a amamentação pode ter um impacto na saúde mental das mulheres. Afinal de contas, estamos a falar de algo que, geralmente, exige muita energia e dedicação, absorvendo recursos físicos e mentais – muitas vezes até o ponto de deixar a mulher mais sensível e irritada. Para além disso, há a privação do sono e as mudanças hormonais, que criam o cenário perfeito para o aparecimento e desenvolvimento da depressão pós-parto.

Resumindo: para algumas mulheres, a amamentação é um momento exaustivo e doloroso, e não um tempo de ligação e afeto. Ao estabelecerem esse tipo de relacionamento com os respetivos filhos, é mais provável que criem uma ligação nociva, contrariamente ao esperado.

Uma mãe cansada (e talvez propensa a depressão pós-parto) não precisa de pressão extra. Embora a amamentação seja idealmente a melhor opção, alguns especialistas concordam que podem haver desvantagens em cobrar da mãe uma obrigatoriedade em relação ao aleitamento materno.

Nesta situação pandémica, o impacto da COVID-19 na saúde mental é bastante preocupante. Uma em cada cinco mulheres sofre de perturbações mentais na gravidez ou durante o primeiro ano de vida do bebé. Pelo que alerto para a importância do apoio e a ajuda dos profissionais de saúde: os psicólogos e pediatras são essenciais para que as mães consigam ultrapassar esta etapa.

Em caso de dúvidas, a orientação de um psicólogo especializado em mães, puerpério e bebés pode ser importante. Se está triste ou sente-se culpada por não conseguir amamentar, agende a sua Consulta de Grávida ou a sua consulta de Acompanhamento Psicológico no Período Pós-Parto e cuide do seu lado emocional.

Palavras-chave

Relacionados

Beleza e Saúde

Gravidez e aleitamento materno: site esclarece todas as dúvidas em tempo de COVID-19

Uma empresa criou uma área no seu website onde vai colocando as recomendações das autoridades sanitárias internacionais sobre o aleitamento materno.

Beleza e Saúde

Está grávida? Então veja estas aulas online de preparação para o parto

Uma alternativa para os tempos de quarentena voluntária.

Beleza e Saúde

As grávidas correm riscos específicos com a pandemia do coronavírus?

Saiba o que dizem os estudos mais recentes.

Mais no portal

Beleza e Saúde

COVID-19: usar duas máscaras protege-nos mais?

Algumas pessoas adotaram este método. Mas será que é necessário?

Lifestyle

Assine 9 revistas por apenas €9,90 por mês e garanta boa informação, em sua casa

Beleza e Saúde

Esperam-se menos nascimentos em 2021

Entenda o motivo.

Imagem de Sucesso

O fator essencial para construir uma Imagem de Sucesso em 2021

No novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso, explico-vos como podem comunicar de forma assertiva através da vossa imagem e, assim, conquistar objetivos no novo ano.

Comportamento

Este truque curioso pode aliviar o stress durante o confinamento

Só precisa de um telemóvel ou computador - e deixá-lo fazer magia.

Moda

A psicologia por trás das cores românticas que vão estar em alta na primavera

Não só explicamos a origem da popularidade, como deixamos algumas sugestões de visuais para os dias mais quentes.

Beleza e Saúde

Pode haver uma inesperada cura para a acne

Pelo menos, para um dos tipos do problema. Saiba qual.

Moda

Revelado o próximo nome da alta-costura que irá colaborar com a H&M

Todos os anos, a gigante sueca lança uma coleção de edição limitada, que é fruto da colaboração com um estilista ou marca de renome.

Beleza e Saúde

3 acessórios para o cabelo que as mulheres nórdicas adoram

Estas sugestões são perfeitas para ter sempre no nécessaire e transformam qualquer visual num instante.

Beleza e Saúde

Saiba como manter um estilo de vida saudável em regime de teletrabalho

Aqui ficam seis sugestões para continuar a cuidar da sua saúde física e mental no novo confinamento.

15 Perguntas A...

Tânia Ribas de Oliveira: "O meu estilo é casual, confortável e descontraído"

Lançámos questionários com 15 perguntas a várias celebridades sobre temas como, por exemplo, estilo pessoal e rotinas de beleza. A apresentadora da RTP foi a primeira a aceitar o desafio.