Já falei algumas vezes da relação que tenho vindo a desenvolver com a atividade física. Se sempre foi algo presente na minha vida, a verdade é que só se tornou uma “rotina essencial” este ano, aproximadamente desde o início da quarentena.

Além de gostar de manter uma aparência saudável e de estar em forma, tenho prazer em fazer exercício porque é uma verdadeira terapia. Sendo uma pessoa ansiosa, descobri que dedicar partes do meu dia para mexer o corpo me liberta de algumas preocupações e me deixa “leve”.

Ora, qualquer pessoa – atleta ou amador, como eu – que tenha uma rotina de atividade física, sabe o quão complicado pode ser estar parado. Não por opção, mas por obrigação. E foi por isso mesmo que, esta semana, decidi escrever sobre aquilo que foi um real “desafio”.

Como já devem ter percebido, deram-me #cartabranca para não fazer exercício físico. Na verdade, não só nesta semana, mas na anterior também. Devido a alguns contratempos, nos últimos dias, vi-me obrigada a estar no sofá quando queria estar no ginásio.

Ora, isto não é nenhum drama, claro. Porém, pode ser complicado gerir os nossos pensamentos e momentos de maior ansiedade quando não podemos fazer algo que nos ajuda, precisamente, a atingir tal fim. E foi disso que aqui vim falar.

Neste caso, o que mais notei foi que a falta de exercício físico teve um impacto algo negativo nos meus dias. Senti-me mais desconcentrada, desmotivada (no geral), com momentos de ansiedade mais frequentes e, curiosamente, mais cansada, física e mentalmente. Até me fartei de ver um filme e tive de o parar duas vezes (ainda não o terminei)!

Por outro lado, tento pensar nos prós – porque qualquer situação pode ter o lado menos mau. Gosto de pensar que, assim que tiver #cartabranca para regressar aos treinos, fá-lo-ei com muito mais vontade e consciente de que nem esse pequeno prazer está garantido. Ah, e decidi não me pesar (não vá ficar nervosa com o veredito da sra. balança)!

Dizem-nos que devemos valorizar as pequenas coisas mas raramente nos dão mecanismos para tal. Os ritmos de vida cada vez mais frenéticos fazem-nos viver no presente, mas a pensar no futuro, e só quando somos obrigados a carregar no botão de pausa nos apercebemos do quão afortunados somos.

Posto isto, o que retiro do “desafio forçado” desta semana é um verdadeiro cliché: devemos mesmo fazer um esforço para viver cada momento no presente, tentar “desligar” em determinados momentos do nosso dia e estar conscientes de que, mesmo nas maiores tempestades, a chuva acaba por cessar.

Contem-nos, nas redes sociais, a forma como superaram algum desafio na vossa vida, por mais pequeno que possa parecer aos olhos de outros. Identifiquem a ACTIVA e utilizem a hashtag #cartabranca. Até para a semana!

Palavras-chave

Mais no portal

Mulheres Inspiradoras

#SairParaVotar. Fotógrafa portuguesa lança campanha online de apelo ao voto

"É um projeto fotográfico e a decisão do futuro", escreveu Inês Costa Monteiro nas redes sociais.

Beleza e Saúde

Afinal, o que é skinimalism?

Esta será uma das grandes tendências de cuidados de pele para 2021.

Moda

Estas bailarinas provam que o calçado vegan está na moda

Estes três novos modelos, que fazem parte da coleção vegan de uma marca nacional, são criados à mão por mestres sapateiros portugueses e feitos a partir de faux leather.

Lifestyle

Home staging: como (bem) decorar uma casa para vender ou arrendar

Com a ajuda do Habitissimo, explicamos como pode preparar um imóvel em apenas cinco passos.

Faits Divers

O simbolismo da onda roxa que vimos na tomada de posse de Joe Biden

A cor que marcou a cerimónia no Capitólio serviu para transmitir várias mensagens importantes.

Moda

Lily Collins mostra como usar um cardigã com muito estilo

A protagonista de "Emily in Paris" foi fotografada a usar uma peça acessível de uma marca que conhecemos bem.

Moda

Conheça três tendências que já chamam pela primavera

Diz Quem Sabe

Barriga inchada depois das festas? O motivo pode não ser assim tão óbvio

Um artigo de opinião assinado por Rita Verdasca, nutricionista nos Laboratórios SYNLAB.

Finanças de A a Z

Tudo o que deve saber antes de contrair um crédito pessoal

Este é o tema do novo episódio da rubrica Finanças de A a Z.

Faits Divers

A relação das mulheres com o batom vermelho está enraizada na História

A cor é conhecida por aumentar instantaneamente a confiança de muitas mulheres, mas também é um símbolo histórico de poder.

Beleza e Saúde

Eis um grande aliado da libido e fertilidade

É natural, acessível e rico em nutrientes essenciais ao nosso bem-estar.