No Verão: proteja-se contra as doenças de origem alimentar

No geral, as doenças de origem alimentar estão associadas a um conjunto de sintomas, como vómitos, diarreia, náuseas, dores abdominais, sendo vulgarmente conhecidas por gastroenterites ou doenças diarreicas.



O aumento da temperatura e da humidade criam condições favoráveis à multiplicação das bactérias e, por isso, a probabilidade de ocorrência de doenças de origem alimentar nos meses quentes de Verão é mais elevada. Para que possa gozar tranquilamente as férias sem que os familiares e amigos tenham qualquer indisposição tenha sempre em mente as regras chave de segurança alimentar:

Limpar

Deve lavar frequentemente as mãos e todas as superfícies e utensílios que contactam com alimentos. Lave as mãos com água quente e sabão antes e depois de manusear os alimentos, depois de utilizar a casa de banho e de brincar com animais.



Separar

A contaminação cruzada durante a preparação, enquanto se cozinha e servem os alimentos, é outra causa de doenças alimentares.



Por isso, não utilize os mesmos utensílios para alimentos crus e cozinhados, mantenha as marinadas no frigorífico, nunca na banca. Não reutilize a marinada de carnes cruas a menos que a ferva de modo a eliminar qualquer bactéria.

Quando estiver a preparar a arca isotérmica para sair, acondicione muito bem as carnes cruas de modo a que não contactem, nem que os líquidos possam escorrer para os alimentos prontos a comer.



Cozinhar

Ao serem cozinhados, os alimentos devem atingir no seu interior uma determinada temperatura, necessária para eliminar as bactérias causadoras de doenças alimentares.



· O ideal é utilizar termómetros próprios para serem colocados no interior dos alimentos.



· Temperaturas internas a serem atingidas para destruir as bactérias:



– Hambúrguer e carne picada: 71ºC,



– Carne picada de frango e peru: 74ºC,



– Bifes e costeletas de vaca e carneiro: 63ºC



– Frango e perú: 82ºC



– Porco: 71ºC

Cozinhe os alimentos de forma completa no local do piquenique/churrasco. A pré-cozedura dos alimentos permite às bactérias multiplicarem-se de tal forma que a cozedura subsequente não é, muitas vezes, suficiente para destruí-las.



Refrigerar

Outra causa importante de doenças alimentares é manter os alimentos na zona perigosa de temperaturas, entre 4ºC a 60ºC.



· As bactérias multiplicam-se rapidamente a estas temperaturas. Nunca deixe os alimentos mais de duas horas neste intervalo de temperatura perigosa.



· Os alimentos mais perecíveis como carne cozinhada, saladas, frango, fiambre, leite e derivados, devem ser mantidos refrigerados em arcas isotérmicas com contentores de frio.



· Mantenha a arca na zona mais fresca do automóvel e à sombra. As bebidas devem ser mantidas frescas noutro local, por exemplo, garrafas termos, de forma a evitar que se abra frequentemente a arca.



· Mantenha a temperatura fria da arca substituindo o gelo assim que começar a derreter.







Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Relacionados

Beleza

Perder peso: os 7 maiores entraves

É fatal: decide finalmente acabar com aqueles quilos a mais. Mas de repente, parece haver uma quantidade de gente apostada em desviá-la da ‘virtude dietética'! Como resistir aos piores inimigos da nossa dieta?

Beleza

Como preparar sobremesas saudáveis

Longe vão os tempos em que se afirmava que as sobremesas doces eram verdadeiros “pecados”. As sobremesas também podem fazer parte de uma alimentação saudável, desde que se tomem algumas medidas e se consumam com moderação.

Beleza

Como emagrecer sem stress... ou ansiedade

Já pensou que é possível emagrecer sem stresses nem ansiedades ou aquela terrível sensação de culpa sempre que comete um deslize?

Beleza

Dieta de Okinawa: o segredo para viver mais anos

O segredo da longevidade dos habitantes da ilha japonesa de Okinawa está no prato. Saiba em que pilares assenta a sua alimentação e como pode também beneficiar desta dieta saudável.

Beleza

Guia do Bio: Dicas para comprar bem

Antes de adquirir alimentos biológicos convém ler as dicas que se seguem.

Beleza

Dietas: o que é mito e o que é verdade

Quando se fala em perder peso, toda a gente tem um palpite a dar: ‘o que resulta é comer muita fruta', ‘eu perdi 10 quilos a beber batidos' ou ‘eu nunca janto'. Afinal, devemos seguir alguns destes conselhos?

Beleza

Nutrição: Como emagrecer para sempre

Sejam 3 ou 30 quilos que quer perder, se seguir algumas regras pode manter os resultados por muitos e muitos anos!

Beleza

Salada: a armadilha do Verão

Os inimigos da sua dieta não são só as batatas fritas e os cachorros quentes, algumas saladas, aparentemente leves, escondem uma bomba de calorias.

Beleza

Vegetarianismo: vantagens e perigos deste regime

Muitas vezes a redução do consumo de carne é o ponto de partida para a descoberta de outros sabores. A riqueza nutritiva dos pratos vegetarianos, as suas cores, texturas e aromas, são alguns dos motivos que atraem cada vez mais adeptos. Mas existem outras vantagens para quem escolhe este tipo de dieta e faz disso uma opção de vida.

Beleza

Alimentação macrobiótica - prós e os contras

Saiba os cuidados a ter para adoptar uma alimentação macrobiótica

Beleza

Perca peso enquanto cozinha

Fique a conhecer as dicas da nutricionista para fazer refeições saborosas, saudáveis e pouco calóricas nesta estação.

Beleza

Guia do Bio: Saiba onde comprar os melhores produtos biológicos.

Dizemos-lhe alguns locais onde pode adquirir alimentos biológicos em Lisboa e no Porto. Mas como queremos que seja de norte a sul, se conhecer alguma loja, deixe a sua sugestao.

Beleza

Emagreça... com a ajuda de chá

A nutricionista Helena Cid explica-nos como perder peso... bebendo chá!

Beleza

Qual a melhor gordura para o coração?

No mês do coração, uma especialista na área da nutrição explica qual é a gordura que é mais saudável e que deve ser usada na nossa alimentação.

Beleza

Qual o índice glicémico dos alimentos?

Os alimentos aumentam o nível de açúcar no nosso sangue. Essa capacidade chama-se indice glicémico: quanto mais elevador for, maior e mais rápido o aporte de glucose na corrente sanguínea.

Beleza

Como deve alimentar-se na gravidez

É comum a mulher grávida sentir desejos por certos alimentos, mas há que ter bom senso para não cometer excessos e conseguir manter o peso certo durante os nove meses

Beleza

Novas evidências de protecção cardiovascular

Descubra os seis alimentos que ajudam a proteger o seu coração e saiba por que a sua acção vai além da redução do colesterol

Mais no portal

Moda

Mafalda Carvalho mostra os desfiles (e as emoções) do último dia de Portugal Fashion

Veja tudo o que aconteceu na Alfândega do Porto.

Lifestyle

A Pizzaria Luzzo é uma das pérolas da Graça

Da comida ao ambiente, tudo é pensado para proporcionar refeições (e momentos) super agradáveis.

Lifestyle

Esta câmara trendy foi concebida para tirar selfies

Ela permite tirar, imprimir e partilhar fotografias em movimento. Um sonho para a Geração Z.

Beleza

5 cortes de cabelo clássicos que nunca saem de moda

Em equipa que ganha não se mexe.

Moda

Bailarinas: como usar estes sapatos clássicos de formas contemporâneas

Inspire-se nestas estrelas das redes sociais para adicionar estes sapatos versáteis e elegantes aos seus próximos visuais de outono.

Saúde

Cuidados a ter com a saúde íntima feminina quando as temperaturas descem

Eis as dicas de um ginecologista e obstetra dos hábitos a adotar nesta altura do ano.

Comportamento

Advogada elege as 5 razões mais comuns para o divórcio

Curiosamente, a traição não é uma delas.

Moda

Be The Change: tecidos reciclados e produção responsável com o selo de qualidade Tezenis

Uma coleção de ‘underwear’ bonita, sustentável e mais amiga do ambiente.

Diz Quem Sabe

Pele sensível e pele sensibilizada: entenda as diferenças

E saiba quais os cuidados a ter.

Saúde

Como os cuidados para bebés podem aliar-se à sustentabilidade

Opções para os pais que procuram produtos que causem o menor impacto possível no meio ambiente.

Saúde

A dor crónica não é um problema individual – é um problema de saúde pública

Um artigo de opinião assinado por um grupo de especialistas da Escola de Medicina da Universidade do Minho, a propósito do Dia Nacional da Luta Contra a Dor (15 de outubro).