101099441.jpg

1.Fale com o médico

É fundamental que informe o seu médico ou farmacêutico sobre os medicamentos que está a tomar, para evitar interacções perigosas.

Idealmente todos os medicamentos devem ser prescritos por um médico. Pergunte-lhe quais os efeitos secundários que são expectáveis e quais os que a devem fazer parar a toma. Aponte as suas recomendações, já que por vezes a farmácia fica com a receita e é lá que está a indicação da forma de tomar, a duração do tratamento e eventuais cuidados especiais a ter. Também pode pedir ao farmacêutico para colar na caixa uma etiqueta como a quantidade, a forma e a duração do tratamento.

2. Leia sempre a bula

O conhecimento não ocupa lugar e assim fica alertada para possíveis interacções com outros medicamentos e efeitos secundários. A linguagem pode parecer esotérica nas primeiras leituras, mas rapidamente se familiariza com os termos técnicos. Se surgirem dúvidas, contacte o médico.

3. Cuidado com os efeitos secundários

Antes de tomar um medicamento, veja se é alérgica a alguns dos seus princípios activos. Se tiver alguns dos efeitos secundários indicados na bula ou outros diferentes, pare a toma e informe imediatamente o médico.

4. Como tomar

Nunca exceda o período recomendado. Em geral, analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos não devem ser tomados por mais de sete dias. Em caso de doença crónica, o médico pode ajustar as doses. E se estiver a tomar ansiolíticos ou antidepressivos, o clínico deve também prescrever a redução das tomas para fazer o ‘desmame’ do medicamento.

5. A altura certa

A menos que haja indicação em contrário, minerais, vitaminas e antibióticos devem ser tomados antes das refeições, para serem melhor absorvidos. Analgésicos e anti-inflamatórios depois das refeições para não agredirem o estômago.

Há medicamentos que devem seguir uma rotina horária mais rígida, é o caso dos contraceptivos orais e dos antibióticos, por exemplo.

6. Tome apenas os que são receitados para si

Fez bem à sogra ou ao primo, mas pode não lhe fazer bem a si. Os sintomas até podem ser iguais, mas isso não significa que a doença seja a mesma, além de que o seu organismo é diferente. Não arrisque.

7. Não automedique as crianças

Por vezes, perante um sintoma ligeiro, os pais podem sentir-se tentados a dar um medicamento de venda livre aos filhos. A intenção é boa, mas isto é um erro. O metabolismo das crianças é muito diferente do dos adultos. O inocente ácido acetilsalicílico da aspirina, por exemplo, está associado a um risco acrescido de síndrome de Reye nas crianças, uma doença potencialmente fatal. A automedicação é de evitar, em geral, mas nas crianças este princípio ganha ainda mais força.

8. Guarde-os bem

Os armários dos remédios devem estar fora do alcance dos mais pequenos e idealmente fechados à chave.

Coloque os medicamentos num local seco, sem luz, e sempre dentro da embalagem original, para não perder de vista a bula e os prazos de validade. Evite guardá-los na cozinha e na casa de banho por causa da humidade.

9. Organize-se

Será que já tomei? Quantas vezes fazemos esta pergunta quando há vários remédios? Para não perder o pé, que tal arranjar um dispensador/organizador de comprimidos, com vários compartimentos para os dias da semana. Vendem-se em farmácias e hipermercados, mas também pode improvisar com uma caixa que tenha várias divisórias.

SIGA A ACTIVA NO FACEBOOK


Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Relacionados

Beleza

O check up certo para cada idade: 60 anos

Exames especificos e preocupações mais atentas com a sua saúde são objectivos a ter em conta.

Beleza

O cheks up certo para cada idade: aos 20

Prevenção é a palavra-chave quando se trata da nossa saúde. Fazer os rastreios certos na altura adequada é garantia de melhor qualidade de vida e pode mesmo salvá-la.

Beleza

O que mais afeta a fertilidade?

Diversos problemas de saúde podem ter efeitos negativos na fertilidade feminina. Estes são os mais comuns.

Beleza

Controle os níveis do colesterol

Ter o colesterol alto aumenta o risco de doenças cardiovasculares. Saiba como controlar e prevenir este problema de saúde.

Beleza

O que nem ao médico confessa... mas devia!

Por embaraço, esquecimento ou até por pensarmos que não é importante, há sintomas, questões e factos que não colocamos ao médico de família durante a consulta. Conheça alguns e as possíveis consequências para a saúde.

Beleza

Alternativas de saúde: medicinas naturais

As medicinas naturais são um complemento terapêutico à medicina convencional. Não curam sintomas: tratam as causas das doenças, enquanto promovem a saúde e o bem-estar total

Beleza

Somnorexia: a doença do excesso de sono

Acorde! Isso de andar a cair de sono durante a semana e dormir todo o sábado e domingo para tentar recuperar já tem um nome. Chama-se somnorexia e tem custos para a sua saúde

Mais no portal

Comportamento

Os 3 tipos de problemas que todos os casais enfrentam

De acordo com os especialistas em relacionamentos interpessoais.

Beleza

Manicure de Halloween: 10 inspirações

Prepare-se a rigor para a noite mais assustadora do ano.

Saúde

Covid-19: Foi descoberto um novo fator de risco entre vacinados

Mesmo com as duas doses, determinados hábitos podem aumentar o risco de infeção.

Moda

As diferenças essenciais entre moda e estilo

Não, não são a mesma coisa.

Saúde

No Brasil, 1 em cada 5 crianças sofre de anemia

Conheça as possíveis causas.

Celebridades

Jennifer Lopez retira penthouse do mercado após quatro anos sem ofertas

Localizada no Distrito de Flatiron, em Nova Iorque, tem uma vista de cortar a respiração para o famoso Madison Square Park.

Celebridades

Oprah vai entrevistar Adele em especial de televisão

Além da conversa, os fãs poderão assistir a uma performance da artista, que se prepara para lançar um novo álbum.

Comportamento

É possível fazer sexo sem quaisquer emoções envolvidas?

Eis a opinião surpreendente de uma sexóloga.

Beleza

Maquilhagem para os olhos com dois tons é a tendência mais marcante do outono

Nesta temporada, os maquilhadores convidam-nos a experimentar diferentes combinações de cores.

Comportamento

Existem 8 tipos de bullying: saiba quais são e como identificá-los

O Dia Mundial de Combate ao Bullying assinala-se anualmente a 20 de outubro.

Celebridades

Lizzo surpreende com vestido transparente

Veja o visual da cantora.