cancro.JPG

Para o médico David Servan-Schreber, autor do livro ‘Anti-Cancro – Um novo estilo de vida’, aquilo que chama ‘a epidemia do cancro’ começou depois da segunda guerra mundial. Foi nessa altura que começaram a ser adicionadas grandes quantidades de açúcar altamente refinado aos alimentos; que se deram alterações cruciais nos processo agrícolas e que começámos a ser expostos a um grande número de produtos químicos que não existiam. E apresenta a solução!

Elimine o açúcar, alimentos com açúcar adicionado e a pastelaria. Em 1830 comíamos cerca de 5kg de açúcar por ano. Em finais do século XX já estávamos nos 70kg/ano. Otto Warburg recebeu o Nobel da Medicina por descobrir que o metabolismo dos tumores malignos está em grande medida dependente do consumo de glucose. Os picos de insulina causados pela ingestão de alimentos com elevado índice glicémico (que fazem os níveis de açúcar no sangue subir muito rapidamente) e a segregação de uma molécula chamada IGF, que ocorre ao mesmo tempo, estimulam o desenvolvimento de células cancerosas.
 

– Coma carne e lacticínios proveniente de animais de pasto. Quando passámos a alimentar o gado de milho e de soja em vez de pasto, promovemos o desequilíbrio entre os ácidos gordos essenciais ómega 3 e ómega 6 no nosso organismo. O excesso de ómega 6 aumenta as inflamações e o desenvolvimento de células adiposas e cancerosas.

–  Consuma apenas gorduras ‘boas’ como o azeite. O consumo de margarinas e óleos vegetais como o de girassol e de soja, muito ricos em ómega 6 e pobres em ómega 3 foi muito incentivado a partir dos anos 50. As gorduras hidrogenadas são péssimas para a saúde e facilitam o desenvolvimento de cancro.


Combater a poluição invisível

Outro ponto fulcral da luta pela prevenção contra o cancro passa pela luta contra a poluição. Lidamos todos os dias com uma quantidade gigantesca de químicos inexistentes há um par de décadas. A produção anual de químicos sintéticos aumentou de um milhão de toneladas em 1930 para 200 milhões de toneladas actualmente. Muitos deles são disruptores endócrinos, isto é, têm o condão de imitar as hormonas, um problema quando se sabe que há muitos cancros hormono-dependentes. Estes químicos estão em todo o lado: herbicidas, pesticidas, plásticos e até nos produtos domésticos e de beleza. Não podemos evitá-los a todos, mas é cada vez mais importante tomar as rédeas da nossa saúde e assumir responsabilidade pelo que consumimos, manter o sistema imunitário forte – com uma boa alimentação e uma vida sem stresse – e fazer os rastreios possíveis regularmente.

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Relacionados

Beleza

Mulheres: o que deve fazer para ficar (e permanecer) saudável e em forma

Sabe quais os alimentos que a ajudam a ter uma alimentação equilibrada, qual a melhor forma de perder peso sem prejudicar o seu organismo ou como prevenir o cancro da mama? Leia o nosso artigo e fique a saber como manter-se saudável… sempre!

Beleza

Como prevenir o cancro

7,6 milhões de pessoas deverão morrer este ano de cancro. 12,4 milhões irão receber o diagnóstico. Prevenir é cada vez mais uma palavra-chave. Não se pode apontar o dedo só à genética. Aquilo que comemos, os químicos e o estilo de vida também são culpados. Saiba como pode combater o cancro!

Beleza

HPV: tudo sobre esta ameaça à saúde feminina

Chama-se vírus do papiloma humano, liga-se ao ADN e ataca tecidos, provocando doenças como o cancro do colo do útero, que mata mais de 15 mil mulheres por ano, só na Europa. As boas notícias é que pode ser evitado com uma simples vacina

Beleza

Cancro de mama: quem pode salvar a sua vida?

A luta contra o cancro da mama trava-se na solidão do corpo de cada mulher. Mas a causa reúne médicos, voluntários e investigadores que salvam cada um à sua maneira. Corremos mundo à procura das pessoas que fazem com que a doença seja cada vez menos uma ameaça.

Beleza

7 perguntas que deve fazer à sua mãe para se prevenir de doenças

As respostas que obtiver podem ajudá-la a prevenir os maiores riscos de saúde, incluindo cancro, osteoporose e doenças cardíacas, a maior causa de morte em Portugal.

Beleza

Sabe o que lhe vai no peito?

Este é o mote da campanha lançada para assinalar o Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Mama, a 30 de Outubro, pela Associação Ame e Viva a Vida.

Beleza

"Vai-me cair o cabelo todo"

"Quem sabe se não vou morrer?" pensou Manuela quando lhe foi diagnosticado um cancro da mama. Mais tarde, pedia ao filho que lhe rapasse a cabeça quando a radioterapia começou a fazer o seu efeito. Com determinação, lutou contra o cancro da mama que ameaçava roubar-lhe a vida. Esta é a sua história.

Beleza

"O meu tempo é muito precioso"

Ana tinha 36 anos e dois filhos quando lhe foi diagnosticado um cancro da mama. Sem aviso prévio ou existência de outros casos na família. Teresa tinha apenas 32 anos. No Mês Internacional da Saúde Mamária, estas mulheres deixam-nos o seu testemunho.

Beleza

Cancro: o que tem mesmo de saber - parte II

Conheça o que pode causar o cancro e como se pode desintoxicar

Beleza

Multivitaminas não garantem mais protecção

Novas pesquisas indicam que quem prefere este tipo de suplementos não fica mais protegido do cancro ou de doenças cardiovasculares

Beleza

Terapia de grupo pode salvar vidas

Um estudo norte-americano conclui que as mulheres submetidas a terapia de grupo apresentam menos 56% de hipóteses de morrer de cancro de mama e 45% menos risco de reincidência.

Beleza

Uma nova arma

Na mira dos investigadores está agora uma nova promessa chamada letrozole. Mas certezas, só daqui a algum tempo. A Ciência é mesmo assim

Mais no portal

Moda

Mafalda Carvalho mostra os desfiles (e as emoções) do último dia de Portugal Fashion

Veja tudo o que aconteceu na Alfândega do Porto.

Lifestyle

A Pizzaria Luzzo é uma das pérolas da Graça

Da comida ao ambiente, tudo é pensado para proporcionar refeições (e momentos) super agradáveis.

Lifestyle

Esta câmara trendy foi concebida para tirar selfies

Ela permite tirar, imprimir e partilhar fotografias em movimento. Um sonho para a Geração Z.

Beleza

5 cortes de cabelo clássicos que nunca saem de moda

Em equipa que ganha não se mexe.

Moda

Bailarinas: como usar estes sapatos clássicos de formas contemporâneas

Inspire-se nestas estrelas das redes sociais para adicionar estes sapatos versáteis e elegantes aos seus próximos visuais de outono.

Saúde

Cuidados a ter com a saúde íntima feminina quando as temperaturas descem

Eis as dicas de um ginecologista e obstetra dos hábitos a adotar nesta altura do ano.

Comportamento

Advogada elege as 5 razões mais comuns para o divórcio

Curiosamente, a traição não é uma delas.

Moda

Be The Change: tecidos reciclados e produção responsável com o selo de qualidade Tezenis

Uma coleção de ‘underwear’ bonita, sustentável e mais amiga do ambiente.

Diz Quem Sabe

Pele sensível e pele sensibilizada: entenda as diferenças

E saiba quais os cuidados a ter.

Saúde

Como os cuidados para bebés podem aliar-se à sustentabilidade

Opções para os pais que procuram produtos que causem o menor impacto possível no meio ambiente.

Saúde

A dor crónica não é um problema individual – é um problema de saúde pública

Um artigo de opinião assinado por um grupo de especialistas da Escola de Medicina da Universidade do Minho, a propósito do Dia Nacional da Luta Contra a Dor (15 de outubro).