175757518.jpg

Getty Images/iStockphoto

tOs sintomas de depressão estão associados ao risco de doença coronária e devem ser considerados como factor de risco no desenvolvimento da doença. Mas ao contrário do que se achava, não existe nenhuma relação causal entre a depressão e acidentes vasculares cerebrais (AVC). As conclusões são de um estudo realizado a mais de 10 300 funcionados públicos do Reino Unido, publicado hoje no Jornal Europeu de Cardiologia Preventiva.

O Whitehall Study II, como foi intitulado, avaliou milhares de funcionários através de um questionário geral de saúde. Os participantes eram, depois, reavaliados a cada dois ou três anos, para se saber da sua exposição à depressão. Estas reavaliações aconteceram durante um período de 20 anos. Todos os inquiridos foram também avaliados relativamente ao aparecimento de doença coronária e AVC. 

Os investigadores descobriram que os participantes que demostravam sintomas depressivos nas primeiras duas avaliações, não corriam risco de doença coronária. Mas aqueles que tinham sintomas de depressão na terceira e na quarta avaliação mostraram um aumento de 100% no risco da doença coronária.

"Esta descoberta fornece evidências que suportam uma relação causal entre depressão e doença coronária, em contraste com as descobertas relativas ao AVC", explicou o investigador Eric Brunner, do Departamento de Epidemiologia e Saúde Pública.

"Os sintomas depressivos podem ser um sinal de AVC iminente, mas não estão causalmente relacionados", esclareceu o investigador, acrescentando as descobertas evidenciam que, no caso do AVC, os sintomas depressivos são uma consequência da doença vascular e não a sua causa.

Os investigadores classificaram, ainda, os resultados de estudos anteriores, que avaliaram a ligação entre depressão e a doença coronária, como “heterogéneos”, já que tanto apresentavam associações fortes como inconclusivas. O estudo considera que algumas pesquisas prévias se revelaram tendenciosas, como resultado daquilo a que chamam “casualidade reversa”, que faz da doença a origem da depressão e não a consequência. Além disto, também questiona a precisão dos sintomas depressivos nessas investigações.

A doença coronária caracteriza-se pela obstrução das artérias coronárias, que fornecem sangue rico em oxigénio ao coração. Entre os vários factores de risco incluem-se hipertensão, níveis elevados de colesterol, tabagismo, diabetes e inactividade física.

Relacionados

Beleza

Consumo regular de álcool aumenta 55% o risco de cancro de pele

Um novo estudo vem revelar que o risco de melanoma aumenta nos consumidores regulares de bebidas alcoolicas.

Beleza

Estudo: trabalhar por turnos faz mal à saúde... e provoca alterações genéticas

Já se sabia que quem trabalha por turnos têm mais riscos de saúde. Uma experiência recente sugere que é a constante mudança nos horários de sono que causa danos a nível genético.

Beleza

Contraceção de emergência: menos eficaz em mulheres com excesso de peso?

Um estudo francês deu o alarme: a pílula contracetiva de emergência é menos eficaz em mulheres acima dos 75kg e pode nem funcionar, se o peso for superior a 80kg.

Beleza

Mulheres são mais afetadas por problemas de saúde do que os homens

Um estudo do Sistema de Saúde britânico diz que o estado de saúde das mulheres é muito pior que o dos homens.

Mais no portal

Imagem de Sucesso

As regras de estilo para escolher "looks" mais frescos sem descurar a elegância

Este é o tema do novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso.

Diz Quem Sabe

Ervilha amarela: uma nova alternativa aos alimentos de origem animal?

Um artigo de opinião assinado pela nutricionista Ana Leonor Perdigão.

Diz Quem Sabe

Tudo o que precisa de saber sobre a reabilitação oncológica

Um artigo de opinião assinado pelo médico Énio Pestana, do Hospital CUF Cascais, sobre este tipo de cuidados.

Saúde

Podcast: Sandra Gomes Silva responde às nossas questões sobre vegetarianismo

Os prós e os contras de um tipo de alimentação que leva em conta preocupações éticas e ambientais. Afinal, precisamos mesmo da carne para sermos saudáveis?

Saúde

O vegetarianismo melhora a vida sexual? Eis o que diz a Ciência

Não podemos subestimar o poder de uma dieta à base de plantas.

Mulheres Inspiradoras

Tem mesmo de conhecer estas ambientalistas portuguesas

Aqui ficam alguns exemplos de mulheres que renovam diariamente o compromisso de conservação e preservação ambiental.

Beleza

Conheça as grandes vantagens dos champôs sólidos

Preparámos também uma lista de produtos que pode incluir na sua rotina de cuidados capilares.

Nas Bancas

Como salvar as suas plantas

Na ACTIVA Verde, já em banca, os conselhos para escolher e cuidar das suas plantas.

Nas Bancas

Este casal mostra-nos como é viver "fora da rede"

Uma casa de madeira foi o início da mudança.

Nas Bancas

Receitas (de chef): desperdício zero

Sabia que está a deitar fora uma das melhores partes dos seus legumes?

Comportamento

A sustentabilidade chegou ao sexo

Conheça quatro formas de ajudar a salvar o planeta entre quatro paredes.