Frutos vermelhos: os super alimentos do século XXI

Este tema merece uma atenção central antes e durante a gravidez. Eu diria que é no mínimo tão importante como os exames pré-natais e todo o acompanhamento médico durante a gravidez.

A irrefutável expressão “somos o que comemos” aplica-se a dobrar durante a gravidez, com a diferença de que a saúde do seu bebé dependerá das suas escolhas alimentares, o que reforça o seu sentido de responsabilidade para contribuir para o bem-estar do novo ser que está a gerar e que será o centro da sua existência.

São vários os estudos científicos que relacionam os hábitos alimentares antes e durante a gravidez e a ocorrência de parto prematuro. Sendo que o parto prematuro é a principal causa de doença e morte infantil e ocorre em cerca de uma em cada 10 gravidezes no mundo.

Um dos estudos acerca deste tema foi realizado na Universidade de Adelaide e publicado no “The Journal of Nutrition” e revelou que as mulheres que possuíam uma dieta pobre antes de engravidarem, estariam 50% mais predispostas para ter um parto prematuro do que as mulheres que possuíam hábitos alimentares saudáveis.

Neste estudo, as mulheres que se alimentavam essencialmente de frutas, legumes, cereais integrais e leguminosas, carnes magras e peixes, apresentavam uma predisposição significativamente menor para a ocorrência de parto prematuro.

Por outro lado, as mulheres que se alimentavam de alimentos processados ou fast food, fritos, alimentos açucarados (bolos, bolachas, biscoitos, refrigerantes, etc.) e outros alimentos ricos em gorduras saturadas, apresentavam maior risco de parto prematuro.

Se o tipo de alimentação durante a gravidez tem uma relação tão directa com a ocorrência de parto prematuro, podemos facilmente concluir que este factor afecta igualmente todos os aspectos da saúde da criança, já que o processo de gestação é determinante para o que irá ser a vida fora do útero materno.

 Nesse caso, escolhas alimentares inteligentes antes e durante a gravidez, estarão a contribuir grandemente para preservar a saúde da criança, prevenindo o aparecimento de inúmeras doenças.

A consciência alimentar vai sendo fomentada ao longo dos anos e a informação está cada vez mais ao dispor da população. O que penso que ainda não está cimentado, é o real impacto que as escolhas alimentares têm na nossa saúde e na nossa vida.

Por esse motivo, convido-a a encarar este tema não como um mero complemento mas sim como uma elevada prioridade.

Para mais informações ou marcação de consulta, contacte via e-mail para:

dianapatricio.naturopata@gmail.com

Mais no portal

Imagem de Sucesso

As regras de estilo para escolher "looks" mais frescos sem descurar a elegância

Este é o tema do novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso.

Diz Quem Sabe

Ervilha amarela: uma nova alternativa aos alimentos de origem animal?

Um artigo de opinião assinado pela nutricionista Ana Leonor Perdigão.

Diz Quem Sabe

Tudo o que precisa de saber sobre a reabilitação oncológica

Um artigo de opinião assinado pelo médico Énio Pestana, do Hospital CUF Cascais, sobre este tipo de cuidados.

Saúde

Podcast: Sandra Gomes Silva responde às nossas questões sobre vegetarianismo

Os prós e os contras de um tipo de alimentação que leva em conta preocupações éticas e ambientais. Afinal, precisamos mesmo da carne para sermos saudáveis?

Saúde

O vegetarianismo melhora a vida sexual? Eis o que diz a Ciência

Não podemos subestimar o poder de uma dieta à base de plantas.

Mulheres Inspiradoras

Tem mesmo de conhecer estas ambientalistas portuguesas

Aqui ficam alguns exemplos de mulheres que renovam diariamente o compromisso de conservação e preservação ambiental.

Beleza

Conheça as grandes vantagens dos champôs sólidos

Preparámos também uma lista de produtos que pode incluir na sua rotina de cuidados capilares.

Nas Bancas

Como salvar as suas plantas

Na ACTIVA Verde, já em banca, os conselhos para escolher e cuidar das suas plantas.

Nas Bancas

Este casal mostra-nos como é viver "fora da rede"

Uma casa de madeira foi o início da mudança.

Nas Bancas

Receitas (de chef): desperdício zero

Sabia que está a deitar fora uma das melhores partes dos seus legumes?

Comportamento

A sustentabilidade chegou ao sexo

Conheça quatro formas de ajudar a salvar o planeta entre quatro paredes.