Frutos vermelhos: os super alimentos do século XXI

O aumento do número de casos de cancro em vários países coincide com o desenvolvimento da indústria alimentar, que levou a alterações desfavoráveis dos hábitos alimentares da população. Esses alimentos prejudiciais são sobretudo alimentos processados, refinados, açucarados, muitos deles carregados de aditivos.

A consciência alimentar é uma questão que poderá fazer toda a diferença na sua vida e que o poderá ajudar a prevenir o cancro e até a tratar, quando aplicada em concomitância com outras terapias com a mesma finalidade.

É importante referir que se quer realmente prevenir o cancro ou se está em tratamento da doença, deverá abolir determinados alimentos prejudiciais, nomeadamente: Açúcares (bolos, bolachas, chocolates, refrigerantes, etc.), lacticínios (leite, queijos, iogurtes), cereais refinados (optar sempre pelos integrais). Se está em tratamento de cancro deverá considerar seriamente abandonar o consumo de alimentos de origem animal. Se a sua ideia é adoptar uma medida preventiva, deverá evitar o seu consumo, principalmente no que toca às carnes vermelhas.

Obviamente que os hábitos alimentares não são os únicos a determinarem o desenvolvimento, ou não, do cancro. Outros factores como o stresse e o sedentarismo (já para não falar em tabagismo e consumo de álcool), influenciam fortemente o desenvolvimento desta doença. Mas sendo a alimentação um apecto que controlamos de uma forma mais directa, através das nossas decisões diárias sobre os alimentos que iremos ou não consumir, acredito que valerá muito a pena, lançar um olhar mais atento e criterioso aos produtos que iremos permitir que entrem nas nossas casas.

Muitos mais existem, mas comece por incluir na sua dieta os 8 alimentos anticancro que se seguem:

 

1.       Frutos vermelhos

Framboesas, mirtilos, amoras, morangos, cerejas, são frutas de alto potencial antioxidante, protegendo o organismo contra substâncias denominadas por radicais livres, que se formam devido a factores como o stresse, toxicidade, alimentação inadequada e que são susceptíveis de causar cancro.

 

2.       Açafrão

O açafrão é a especiaria que confere a cor amarelada aos cozinhados tradicionais da Índia. Ele possui um fito-nutriente, a curcumina, que possui um efeito positivo comprovado na inibição de células cancerígenas, para além de ter também um excelente efeito ati-inflamatório.

 

3.       Brócolo

Possui importantes fito-nutrientes que promovem a desintoxicação das células afectadas por determinadas substâncias nocivas, susceptíveis de causar cancro.

 

4.       Alho

O alho contém mais de 200 compostos biologicamente activos, nomeadamente enxofre, glutatião e cisteína que protegem contra a formação de células cancerígenas e contra o desenvolvimento de metástases.

 

5.       Cogumelos

Muito utilizados na China e no Japão para melhorar o funcionamento do sistema imunitário, os cogumelos como o reishi, shiitake e maitake, podem ser utilizados para prevenção e também para o tratamento do cancro. Se não os encontrar para consumo como alimentos, poderá tomá-los como suplemento.

 

6.       Espinafres

As suas propriedades anticancerígenas estão relacionadas com o seu teor em clorofila e caroteno, importantes substâncias na prevenção e tratamento do cancro.

 

7.       Romã

Estudos recentes comprovam a acção inibitória de células cancerígenas conferida pela romã. Esta fruta possui também fito-nutrientes com acção antioxidante e anti-inflamatória. Pode utilizá-la na preparação de sumos ou batidos.

 

8.       Gengibre

Esta raiz ganha cada vez mais popularidade no ocidente devido às suas inúmeras utilizações terapêuticas. O gengibre tem um papel de destaque face ao cancro, já que possui uma elevada capacidade anti-inflamatória, assim como estimula o sistema imunitário. Pode utilizá-lo ralado para fazer chá, ou na confecção de pratos, nomeadamente em saldadas.

 

Para mais informações poderá contactar via e-mail para:

dianapatricio.naturopata@gmail.com

Para marcação de consulta contacte:

Gabinete de Saúde (Lisboa)

Telefone: 21 317 41 44 ou 92 912 51 12

Gabinete de Saúde (Carnaxide)

Telefone: 21 410 56 33 ou 91 211 60 61

Clínica FEM (Mafra)

Telefone: 261 812 198 ou 96 365 50 55

Mais no portal

Beauty Spot

As melhores técnicas e produtos para fazer sardas falsas

A rubrica Beauty Spot desta semana é dedicada a esta tendência divertida, que combina na perfeição com visuais mais naturais de maquilhagem.

É só uma sugestão

Falar de Livros: "D.A.D. - Desempregado, Artista, Dona de Casa" é um retrato humorista da vida de um pai

Um livro de Alexandre Esgaio publicado pela Suma de Letras.

Moda

Olivia Wilde elege sobretudo acessível para se proteger do frio em Londres

Não sabíamos que precisávamos de um sobretudo azul... até vermos um dos visuais mais recentes da atriz.

Comportamento

3 formas de manter a conta bancária emocional do seu relacionamento com saldo positivo

Este conceito está diretamente relacionado com a forma como os casais gerem discussões de conflito.

#ActivaEmCasa

Braços e pernas: cinco exercícios para maior definição muscular

Aqui fica mais um circuito de treino completamente gratuito, preparado e exemplificado por Susana Carromeu, coach do CrossFit Cais.

Beleza

Cabelo: Os produtos que temos de experimentar

Conhece as novidades mais recentes? Para fortalecer, dar brilhou ou obter o styling perfeito.

Moda

Inspire-se no que há de novo nestas marcas de moda populares

A nova estação traz muitas novidades e estas marcas dão o mote para o que vamos querer usar nos dias quentes.

Exclusivo
Beleza

Bárbara Corby: "Considero que a beleza vem de dentro"

A influencer é o novo rosto da Vichy em Portugal, depois de ter sido embaixadora digita da marca durante algum tempo. Em conversa com a ACTIVA falou sobre o novo papel e a a relação que tem com o mundo da beleza.

Imagem de Sucesso

Como usar o cinto para modernizar looks e valorizar a silhueta

Quer seja fino, grosso, de metal ou de couro, o cinto pode ser um grande aliado para no que toca ao styling.

Mulheres Inspiradoras

Joana Pessoa: um novo fado

É fadista desde os 15 anos, mas isso está longe de resumir a sua vida. Estivemos à conversa sobre escolhas, caminhos, filhos, divórcio, destino, amor, velhice, para voltarmos ao fado e fecharmos o círculo. Levei-lhe quase quatro horas de vida. É o que dá conversar com uma das mulheres mais interessantes que já entrevistei.

Comportamento

Existem quatro tipos de vinculação num relacionamento - saiba qual é o seu

Este tipo de apego é construído na infância e pode acabar por ter repercussões na vida adulta.