145244352.jpg

A saúde da mulher exige cuidados específicos que convém não negligencia por muito que já tenha ouvido falar neles. Prepare-se para ficar a conhecer as melhores dicas de saúde e tirar proveito do seu corpo.

Preste atenção ao peso

Se é verdade que existem mulheres que se podem dar ao luxo de comer de tudo sem ganhar um grama, outras há (a grande maioria) que têm de ter um cuidado extremo na hora de cometer alguma ousadia alimentar. O valor energético que cada um de nós precisa varia de pessoa para pessoa e depende de um facto muito simples: se ingere mais calorias do que gasta, a energia extra vai transformar-se em gordura.



Tenha em atenção o tipo de actividade que tem durante o dia:

. Se possui um trabalho desgastante do ponto de vista físico, então é natural que o número de calorias ingeridas seja facilmente absorvido (250 a 350 calorias por hora).

. Caso a sua actividade que exija pouco esforço, ela pode levá-la consumir entre 110 a 160 calorias por hora.

. Se a sua profissão é mais sedentária, então essas calorias não serão tão facilmente absorvidas pelo organismo e serão transformadas em gordura.

E sabia que o temperamento também influi na queima de calorias? Em princípio, uma pessoa calma gasta menos calorias que uma mais nervosa.


Coma correctamente

Uma mulher adulta saudável deverá ingerir entre 2000 e 2500 calorias diárias, sendo que se utilizar mais energias do que aquelas que ingere, conseguirá perder peso. Se, pelo contrário, consumir mais calorias do que aquelas que queima, ganhará peso. Por cada 3500 calorias a mais que ingerimos, ganhamos meio quilo. Tente seguir alimentação rica e diversificada, reduzindo a frequência com que come carne vermelha, dando preferências às brancas. Grelhe, asse ou estufe os alimentos em vez de os fritar ou cozinhar em gordura. Opte por queijos magros e lacticínios desnatados, coma várias refeições pequenas em vez de duas principais por dia, evite os alimentos ricos em sal ou de elevado teor calórico e coma mais fruta e legumes frescos, assim como pão e cereais integrais diariamente.

Aposte no poder dos fitoquímicos

Fito…quê? Pois é, o nome ainda não é muito comum no vocabulário corrente, mas convém fixar. Os fitoquímicos são compostos bioactivos existentes nas plantas que, apesar de não serem classificados como nutrientes, apresentam funções que podem agir como defesa contra doenças graves – especialmente em casos de cancro e doenças cardiovasculares. Estão presentes em diversos alimentos, como os frutos silvestres (em especial os mirtilos, framboesas e morangos) ou o tomate, e têm propriedades antioxidantes e anticancerígenas.


Consuma estes alimentos de forma regular. Pode, por exemplo, substituir o café pela ingestão regular de chá verde; comer, de preferência, brócolos, couve-flor e couve-de-bruxelas; utilizar molho de tomate caseiro para acompanhar pratos de peixe ou carne e acrescentar ao pequeno-almoço, framboesas, mirtilos, morangos e amoras naturais.

Reduza nos petiscos

Certamente já se apercebeu de como a comida, para além de uma necessidade, pode acabar por ser um vício. Muitas vezes comemos sem quase dar por isso (quantas vezes olhou para o pacote de bolachas que está em cima da sua secretária e ele já vai a meio e você nem deu conta que comer aquelas bolachas todas?) por impulso ou puro prazer. E é por isso que se torna tão difícil deixar o vício de petiscar entre refeições. Para evitá-lo, livre-se das bolachinhas que guarda no local de trabalho (uma opção é levar apenas um pacotinho) e não vá às compras de barriga vazia, pois o resultado será comprar todo o tipo de produtos hipercalóricos. Escolha pelo menos quatro tipos de frutas e legumes e resista a levar mais do que três embalagens de refeições pré-preparadas. Esta técnica simples garantirá a sua força de vontade de comprar alimentos saudáveis na hora de ir ao supermercado, evitará que compre por impulso e desgrace completamente todos os esforços anteriores.

Durma oito horas

Se à partida já sabe quantas horas de sono são recomendadas, porque é que insiste em deitar-se cada vez mais tarde? Durante o sono, o nosso ritmo cardíaco abranda, a temperatura do corpo entra num estado de semi-hibernação e a respiração torna-se mais lenta. É também durante a noite que a pele oxigena os tecidos, garantindo a sua regeneração. É por isso de extrema importância que durma bem e consiga repousar o suficiente. Quando teve um repouso o necessário, o nosso corpo reage de forma positiva, assim como a nossa mente cumpre as suas funções intelectuais com eficiência. É verdade que, à medida que envelhecemos, o nosso organismo necessita de menos horas de sono, mas isso não serve de desculpa para não usufruir de todos os benefícios que o prazer de dormir proporciona. Se a sua máxima é ‘dormir é desperdiçar tempo’, não sabe o mal que está a fazer ao seu corpo.



Cuidado com o Sol

Os raios solares fazem as delícias de muitos, mas ele pode ser tão prejudicial quanto reparador. Em pleno Inverno, pode parecer menos agressivo e sinónimo de conforto em dias frios, mas a exposição prolongada da pele nunca deve ser negligenciada. Para além de um importante factor de envelhecimento, uma exposição prolongada ou excessiva, pode originar cancro da pele.

Escolha cremes hidratantes com factor de protecção no mínimo SPF 10 (abaixo disso, não ficará convenientemente protegida) e se for de férias para estâncias de esqui, lembre-se que o Sol é mais forte a altas altitudes. O uso de um bom protector solar com factor acima dos 15 é obrigatório e evite expor-se nas horas em que sinta o Sol mais quente, mesmo que o corpo lhe peça.


Modere no álcool

Um copo de vinho por dia à refeição traz benefícios ao organismo, mas acima disso já pode tornar-se prejudicial. Apesar de haver uma componente social muito forte associada ao álcool (não é por acaso que os bares estão sempre cheios de pessoas com copos na mão), a verdade é que as bebidas alcoólicas ingeridas de forma excessiva, regular e durante muito tempo prejudicam, e muito, o organismo e provocam problemas de saúde que vão desde problemas de fígado, coração, como aumentam a probabilidade de cancro da boca, laringe, faringe e esófago. Beber em excesso actua ao nível do sistema nervoso central e funciona como depressor das células nervosas, dando origem a perturbações psicológicas como depressão, ansiedade, perdas de memória e diminuindo o rendimento intelectual.


E o álcool faz ainda pior às mulheres, sabia disso? É que o organismo feminino não assimila a bebida da mesma maneira que o masculino, pois possui um número inferior de enzimas no estômago, enzimas essas que decompõem o álcool. Por isso, nada de andar a beber à disputa com os seus amigos e colegas, porque só você é que sai a perder.


Trate bem dos olhos

Os olhos são o espelho da alma e não é por acaso. Expostos a todo o tipo de agressões externas, como vento, poeiras, calor e frio, os olhos ressentem-se e adoptam mecanismos de defesa, como é, por exemplo, o lacrimejar. Fique a saber que as lágrimas têm como principal função a limpeza e lubrificação do globo ocular.


Quando estão cansados ou irritados, evite esfregar pois as mãos contêm bactérias que podem agravar a situação. Nesses casos, o ideal é aplicar umas compressas de água fervida para proporcionar alívio (espere que a água fique morna, claro).

Muitas vezes, as irritações oculares ocorrem devido ao uso de maquilhagem. O pó de uma sombra, ou o contacto directo de um eyeliner, pode deixar corpos estranhos dentro do olho. Evite partilhar a sua maquilhagem com outras pessoas, porque são a forma mais fácil de espalhar focos infecciosos e desconfie sempre das demonstrações gratuitas nas lojas. Em caso de cansaço da vista por exposição prolongada ao computador, faça intervalos regulares, feche os olhos e conte até 60, ou fixe um objecto distante durante um curto período de tempo, isto ajuda a relaxar.

Valorize o seu sorriso

Um sorriso bonito e bem cuidado funciona como uma imagem de marca e a melhor forma para o conseguir passa por uma correcta higiene oral e pela visita regular ao dentista de seis em seis meses. Tanto o cálcio como a vitamina D são essenciais à saúde dos seus dentes e pode reforçá-los ingerindo alimentos onde ela esteja presente, como alguns tipo de peixe – a cavala, o arenque, a sardinha e o atum – mas também gema de ovo ou fígado. Se fuma, lembre-se que o tabaco é um acelerador de cáries, destruidor da flora bacteriana natural, deixando um hálito desagradável e manchando os dentes, além de provocar cancro dos pulmões, boca e faringe. Habitue-se a ter um ‘kit’ dentário sempre consigo. Escova, pasta e fio dental são obrigatórios sempre que comer.


Proteja as suas mãos

O frio pode ser um dos piores inimigos das suas mãos por isso é fundamental que as mantenha bem hidratadas. Elas são uma das partes do corpo mais afastadas do coração e por isso mais dificilmente irrigadas pela circulação sanguínea que é mais lenta nesta zona. Consequência? Como não recebem os ‘nutrientes’ devidos, gretam com facilidade e a pele estala, apresentando um aspecto feio e pouco cuidado. E, à semelhança dos dentes, também as mãos revelam muito de si, por isso não as descure. Fundamental: andar com um creme hidratante de mãos sempre por perto. As embalagens são geralmente pequenas e fáceis de transportar dentro da sua bolsa, e a qualquer momento…zás! Hidratação para que te quero!


Para além do frio, também a exposição prolongada das mãos à água provoca uma desidratação profunda da pele, unhas e cutículas, tornando-as facilmente quebradiças. Utilize luvas de borracha sempre que lavar a loiça, mas não prolongue o seu uso por mais de dez minutos, pois a transpiração da pele ao contacto com a borracha pode provocar fungos e comichões. Um truque para as manter bonitas: use umas luvas de algodão finas impregnadas de creme à noite quando for dormir.


Aumente o seu desejo sexual

‘Dói-me a cabeça…’ Esta tão conhecida frase não se tornou famosa por puro mito. A verdade é que existem muitas mulheres que a utilizam como desculpa para a sua falta de desejo sexual, mas o uso recorrente à expressão não augura coisa boa. As mulheres são propensas, em várias fases da vida, a sentirem inibição e até mesmo desinteresse sexual e isso pode ocorrer por diversos factores: stresse, cansaço, depressão, ansiedade, conflitos e o consumo excessivo de álcool ou medicamentos.


O tema é delicado, mas tente explicá-lo ao seu companheiro. Muitas vezes, a falta de atenção, diálogo ou de carinho é a causa principal para a falta de desejo. Se conversar com ele e resolverem disputas e mágoas antigas, isso pode ser suficiente para que o romantismo invada de novo o casal. Se for mais grave e achar que precisa de ajuda profissional, sempre pode recorrer a um terapeuta familiar. Os desabafos, com ou sem apoio profissional, são sempre catárticos e as pessoas, depois de o fazerem, sentem-se sempre mais ‘leves’. Uma relação onde se fala de tudo, respeitando a sensibilidade do outro, só pode dar certo.

Caso o desinteresse sexual tenha origem fisiológica, aí é melhor falar com um médico especialista.

Se o seu mal é falta de tempo para namorar, isso também se arranja: convoque amigos, tios, irmãos, pais para ir passear com os miúdos ao cinema, ao jardim zoológico, passar a noite lá em casa… e vocês? Vão namorar, claro!


Conselhos de ouro

Faça o auto-exame do peito pelo menos uma vez por mês. Não custa nada e pode evitar situações desagradáveis de futuro, além de permitir identificar pequenos nódulos, quistos ou até mesmo tumores, que se podem transformar em algo mais grave.


‘É só um comprimido’… A auto-medicação não deve ser uma prática corrente. Uma aspirina ou analgésico todos tomamos esporadicamente, mas sempre que os sintomas persistirem, uma ida ao médico ou o conselho de um farmacêutico são fundamentais.

Usar preservativo. É a eterna mensagem repetida até à exaustão, mas o uso do preservativo, mesmo para quem tem parceiro fixo e estável, deverá ser um hábito corrente e não apenas uma alternativa quando se esquecer de tomar a pílula. Ele é muito mais do que uma simples forma de evitar uma gravidez indesejada, protege-a de infecções sexualmente transmissíveis como Herpes, por exemplo… para já não falar de sida.

Parar com o stresse. Porque assim envelhece mais depressa, fica mais tensa, com maiores probabilidades de contrair doenças cardiovasculares e do foro neurológico. Tente criar uma rotina no final do dia para ‘destressar’: respire fundo, oiça música que gosta, tente relaxar por breves minutos, ou ria com prazer sempre que sinta vontade. O riso continua a ser o melhor antídoto para depressões e afins.

Palavras-chave

Relacionados

Comportamento

Crianças: quando o diagnóstico é asma!

A asma é a doença crónica mais frequente na infância, mas não tem de ser sinónimo de incapacidade. Saiba como pode ajudar o seu filho.

Beleza

Cafeína: boa ou má para a saúde?

É o estimulante natural mais popular em todo o mundo, mas isso não o torna menos inocente. O bem que faz consumido com moderação é equivalente ao mal que pode fazer se for ingerido em excesso

Beleza

Menopausa: como passar por ela com qualidade de vida

As mudanças de humor e o fim da menstruação são sinais da chegada da menopausa. Saiba mais sobre a terapêutica hormonal de substituição

Beleza

Gripe A: Como evitar o contágio

"Não vamos evitar a epidemia, mas há um conjunto de atitudes que podemos tomar para dificultar a sua transmissão e que são importantes até termos a vacina", salienta o especialista em saúde pública, Constantino Sakellarides. Saiba quais são.

Beleza

Mitos e verdades sobre o cancro no colo do útero

Não acredite em tudo o que ouve sobre o HPV. Saiba toda a verdade

Beleza

Pais não levam os filhos ao oftalmologista

Um estudo recente concluiu que 65% dos pais portugueses nunca levaram os filhos a um optometrista para realizar um exame à visão

Beleza

7 em cada 10 portugueses sofrem de dores nas costas

As conclusões de um estudo realizado em Portugal são alarmantes: 72,4 por cento da população portuguesa sofre de dores nas costas, sendo que as principais causas associadas são as hérnias discais, os bicos de papagaio e as escolioses.

Beleza

Testemunho: "A anorexia estava a destruir a minha vida"

Laura passava horas em frente ao espelho e sentia-se um monstro. Chegou a pesar 32kg e ameaçou suicidar-se. Histórias de luta de um pai e de uma jovem e o perfil que os especialistas traçam do distúrbio alimentar que também mata em Portugal.

Beleza

Sites de saúde na internet: até que ponto deve confiar?

Utilizar a Internet como fonte de informação sobre saúde pode ser vantajoso, mas requer alguns cuidados.

Beleza

7 perguntas que deve fazer à sua mãe para se prevenir de doenças

As respostas que obtiver podem ajudá-la a prevenir os maiores riscos de saúde, incluindo cancro, osteoporose e doenças cardíacas, a maior causa de morte em Portugal.

Beleza

Sabe o que lhe vai no peito?

Este é o mote da campanha lançada para assinalar o Dia Nacional da Prevenção do Cancro da Mama, a 30 de Outubro, pela Associação Ame e Viva a Vida.

Beleza

Gripe A: 'Estou infectada, e agora?'

O que fazer quando se tem gripe A? Que medicamentos deve ter em casa? Um especialista de saúde pública explica estas e outras questões.

Beleza

Previna-se da Gripe A: Reforce o seu sistema imunitário

Nunca como agora foi importante tornar mais forte o seu sistema imunitário para se proteger do contágio da gripe A. Beber muita água é uma das formas. Saiba quais são as outras.

Beleza

Cancro de mama: quem pode salvar a sua vida?

A luta contra o cancro da mama trava-se na solidão do corpo de cada mulher. Mas a causa reúne médicos, voluntários e investigadores que salvam cada um à sua maneira. Corremos mundo à procura das pessoas que fazem com que a doença seja cada vez menos uma ameaça.

Beleza

Saiba como estão os seus rins

Se não for tratada, a insuficiência renal crónica pode levar à morte. A prevenção faz toda a diferença.

Beleza

Dos 30 aos 60 anos: Faça aqui o check-up da sua saúde

Aos 30, são os problemas com a gravidez. Aos 40, queixam-se os nossos olhos e as costas. Aos 40 temos de nos preocupar com a menopausa e, aos 60, aumenta o risco de problemas cardiovasculares. Daí ser importante prevenir, de acordo a etapa da vida em que nos encontramos, os problemas de saúde mais comuns.

Beleza

Os maiores mistérios da saúde

O nosso corpo está muito bem feito mas às vezes não percebemos qual o objectivo de espirrar, rir ou soluçar. Encontrámos a resposta para estes e muitos outros enigmas.

Mais no portal

Comportamento

Como prever o divórcio? Pessoas contam as histórias de casamentos mais insólitas

Algumas são mesmo difíceis de acreditar.

Ora Bem

Dois confinamentos, duas pessoas diferentes

Não sou a mesma de há um ano - e tenho a sensação de que isso não é lá muito bom.

Moda

Isabel Silva lança duas novas peças da coleção com a Aly John

Caracterizadas por uma grande versatilidade.

Finanças de A a Z

Saiba como poupar nos seguros dos animais domésticos

O novo episódio da rubrica Finanças de A a Z diz-lhe tudo o que precisa saber para escolher as soluções mais vantajosas.

Saúde

Aqui ficam vários programas para dar um 'boost' à sua saúde

Propostas de alimentação saudável que pode encomendar e receber em casa.

Comportamento

Conheça os três pilares da paixão para uma relação longa e feliz

Apaixonarmo-nos é fácil. Mantermo-nos assim já é outra conversa e requer algum mindfulness, diz uma especialista.

Lifestyle

Hoje, vamos comer fora: quatro sugestões de restaurantes para saborear com calma

Sabores novos para experimentar como se estivesse no restaurante.

Saúde

8 alimentos que fortalecem o sistema imunitário

Escolhas simples, à venda em qualquer supermercado.

Moda

Estas são as 8 peças essenciais para construir um armário cápsula de primavera

Uma proposta que resulta num guarda-roupa com menos peças e extremamente prático.

Lifestyle

5 benefícios da leitura comprovados pela ciência

Veja em que sentidos a mente pode beneficiar deste hábito.

Saúde

Demi Lovato explica "fórmula saudável" com que conseguiu perder peso

Uma explicação digna de aplausos.

Moda

A nova coleção da Zara é um sonho de verão

Tem passado pela secção de novidades da loja online da marca?