Não há altura melhor para pôr em prática o princípio do “back to basics” – voltar às coisas simples e mais importantes – do que a quarentena.

No meu caso, comecei pela roupa. Há algo terapêutico em organizar o armário e as gavetas; é como se cada espaço em ordem representasse um compartimento do cérebro que também fica arrumado. Além disso, a sensação de controlo sobre algo sabe bem, sobretudo numa altura em que todos nos sentimos impotentes perante as circunstâncias.

Seguiu-se uma volta aos meus produtos de beleza. Confesso que sou culpada de ter e fazer demasiado. Ou melhor, era. O período de isolamento serviu para que houvesse uma tomada de consciência disso – o facto de a minha pele estar melhor do que nunca, agora que não uso maquilhagem diariamente e que cortei muitos passos da minha rotina de cuidados, também ajudou.

Deixei de focar-me na quantidade dos produtos e passei a focar-me na qualidade, sendo que me comprometi a usá-los até ao fim antes de sequer pensar em repor o stock (ou experimentar um semelhante). E foi assim, quando estava à procura de um desodorizante novo e menos agressivo para a pele, que descobri uma solução que é “tiro e queda”.

O que é?

Eu comprei a pedra de alúmen da Sante, disponível no Celeiro P.V.P. 9,49€

Trata-se da pedra de alúmen. Há quem lhe chame o desodorizante da Idade da Pedra, porque é utilizado desde a Antiguidade. É 100% natural e, na sua forma mais pura, é um cristal de alúmen de potássio, mineral que é um sulfato duplo de potássio e alumínio.

Este cristal solúvel em água não tem cor ou cheiro, e atua sobre a pele para atrasar o desenvolvimento de bactérias causadoras de maus odores sem afetar o funcionamento das glândulas sudoríparas. Além disso, tem a vantagem de não manchar a pele (é indicada para todos os tipos) ou os tecidos de roupa.

Assim, o que distingue a pedra de alúmen dos desodorizantes convencionais é o facto de esta não conter qualquer tipo de químicos, como corantes e conservantes, ou cloreto de alumínio, ativo antitranspirante que tem como função, precisamente, inibir a transpiração. Quer isto dizer que permite a eliminação natural de toxinas, prevenindo desenvolvimento de bactérias nocivas. 

Como usar?

Ao contrário dos desodorizantes convencionais, não deve simplesmente passar este stick nas axilas. Por ser uma pedra solúvel em água, deve molhá-lo primeiro e, de seguida, passá-lo levemente sobre a pele. O efeito dura entre 8 a 12H.

Após cada utilização, é importante que a pedra seque completamente e que seja conservada num local seco e fresco, porque, quando bem acondicionada, pode durar até um ano. Mais uma dica: evite ao máximo deixá-la cair. É que ela pode partir-se, o impossibilita a sua utilização.

O veredito final? O meu único arrependimento é não ter dado uma oportunidade a este produto mais cedo.

Onde comprar?

Eu comprei a pedra de alúmen da Sante, por recomendação de uma amiga que tem tido uma boa experiência nos últimos meses. Este produto está disponível no Celeiro, mas há mais opções no mercado.

Veja, abaixo, outras lojas online que têm esta alternativa aos desodorizantes e antitranspirantes.

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Relacionados

Mais no portal