As máscaras tornaram-se indispensáveis no combate à COVID-19. Isso é inegável. Contudo, a sua utilização por longos períodos pode acarretar uma nova patologia na pele, denominada “maskne” pelos dermatologistas.

O termo resulta de uma junção entre as palavras “mask” (máscara, em inglês) e acne, e faz referência ao surgimento incomum de borbulhas em áreas específicas do rosto, nomeadamente em torno da boca, no queixo, nariz e bochechas, que coincidem com as zonas cobertas pelo acessório de proteção.

Porque é que isto acontece? As máscaras retêm o ar exalado, a oleosidade da pele, sujidade e maquilhagem (se for o caso), ou seja, criam o ambiente perfeito para o crescimento de bactérias. A fricção e pressão constante fazem o resto do trabalho ao esfregar esta mistura nos poros, causando a acne mecânica – aquela que não acontece por questões hormonais, mas sim externas, por causa do atrito.

De sublinhar que isto não significa que devemos deixar de lado a utilização da máscara social. Muito pelo contrário: ela continua a ser fundamental. A boa notícia é que prevenir este problema é bem mais fácil do que imagina.

A utilização da máscara é imprescindível e obrigatória, mas existem algumas medidas que fazem com o que impacto negativo na pele do rosto seja menor”, explica a Dra. Camille Maia, parceira do Instituto FOREO.

Cada tipo de pele irá adaptar-se a esta nova realidade de uma maneira diferente, então o primeiro passo é entender se temos a pele normal, oleosa ou mista, seca, ou sensível, e, com isto, seguir as dicas abaixo:

Pele oleosa e mista

Este tipo de pele sofre bastante com o ambiente abafado criado pela máscara e, também, com a humidade gerada pela respiração enquanto a utilizamos”, revela a especialista. “Neste caso, o ideal é lavar bem o rosto com os produtos indicados antes de colocar a máscara, trocá-la a cada duas horas, diminuindo a proliferação de bactérias que possam contribuir para o aparecimento da acne, e evitar o uso de maquilhagem pesada”. 

A Dra. Camille sublinha que é particularmente importante dar uma atenção à rotina de limpeza de rosto, fazendo dela um hábito diário, com o dispositivo LUNA 3, por exemplo.

Pele seca

Neste caso, o ideal é apostar na hidratação do rosto para evitar uma maior perda dos níveis de água”, aponta a dermatologista. “Devido ao uso da máscara, recomendo a utilização de produtos mais fluidos como, por exemplo, loções ou um gel-creme, que ajudam a manter a pele protegida e hidratada sem aumentar a oleosidade”. Aqui, a recomendação é utilizar o dispositivo UFO 2 e a máscara Coconut Oil, pelas suas propriedades nutritivas (óleo de côco) e hidratantes (água de côco).

Pele sensível

Quem tem pele sensível, queixa-se bastante da fricção frequente da máscara com a pele, e com isso o surgimento de irritações cutâneas. Nestes casos, recomendo uma visita ao médico dermatologista para perceber a gravidade e a causa destes quadros dermatológicos”, reforça a Dra. Camille Maia. “Caso seja algo leve, causado apenas pela própria fricção, antes de colocar a máscara no rosto, deve ser aplicado um hidratante específico para peles sensíveis que contenha agentes calmantes“, como é o caso da máscara Manuka Honey, que acalmam a pele.

Pele normal

“Aqueles que têm pele normal podem vivenciar todos os quadros mencionados acima, especialmente se não mantiverem uma rotina de cuidados adequada. O ideal evitar ao máximo o uso de maquiagem para que a pele não sofra com as diversas consequências já enunciadas, que podem desencadear dermatite e acne”, conclui.

Palavras-chave

Relacionados

Fora da Caixa

UFO. O dispositivo que faz maravilhas pela condição da pele

O lançamento mais recente da marca sueca promete uma experiência de SPA em casa, em apenas 90 segundos.

Beleza

Testámos os gadgets de beleza que conquistaram 20 milhões de pessoas

Os dispositivos LUNA não saem dos nossos feeds de Instagram. Mas será que valem mesmo a pena? Esta é a experiência de duas jornalistas da ACTIVA.

Beleza

51 anos e muitos truques. Fique por dentro dos segredos de skincare de Jennifer Lopez

A artista é conhecida como uma 'ameaça tripla': sabe cantar, representar e dançar… E o cuidado com a pele é o quarto motivo de gostarmos tanto de JLo.

Mais no portal

Beleza

De que é feita a beleza?

Cláudia Semedo, Fernanda Velez, Mafalda Sena, três caras que representam a diversidade feminina e as causas que defendem fizeram com que fossem escolhidas para representar a Lancôme em Portugal. Mas o que é que as torna tão bonitas? Fomos saber quais os seus segredos de beleza.  As respostas pode encontrá-las na edição de julho da ACTIVA, já nas bancas, e no nosso vídeo de bastidores.

Lifestyle

Os anos 70 estão de volta à decoração de interiores

Inspire-se nestes detalhes.

Comportamento

Este é dos fatores mais importantes para o sucesso no trabalho

E não se trata de ser apaixonado pelo que faz.

Saúde

É possível apanhar um escaldão à sombra?

Confira a explicação de um médico.

Celebridades

Ex-namorada de Miley Cyrus está grávida

Kaitlynn Carter espera o primeiro filho aos 32 anos.

Celebridades

Kim Kardashian pensou em deixar Kris Humphries sozinho no altar

Os dois casaram-se em 2011, mas não sem antes a socialite enfrentar várias dúvidas.

Moda

A Parfois tem os mules de que precisamos

Em ráfia e com uma corrente a dar um apontamento original.

Beleza

Sabe como usar um Gua Sha?

Incorpore este produto na sua rotina de beleza.

Saúde

Cientistas revelam 4 factos que podem transformar a gravidez

De acordo com diferentes estudos.

Saúde

11 alimentos ricos em vitamina D

Apesar de o sol ser a melhor forma de a obtermos, há alguns alimentos que podem ajudar.

Celebridades

Alex Rodriguez perdeu a esperança de se reconciliar com Jennifer Lopez

O atleta perece já ter aceite o fim da relação.