Todos já cometemos este “crime”. Seja por pressa ou, simplesmente, por praticidade, lavar a cara no duche é um hábito de muitas pessoas. Porém, de acordo com vários dermatologistas, não é o mais saudável para a nossa pele.

Enquanto que remove suor de um treino, lavar o rosto no duche também introduz outras bactérias da casa de banho e remove grande parte das ‘coisas boas’“, começa por explicar, à Women’s Health, a dermatologista Justine Hextall.

4 motivos pelos quais não devemos lavar a cara no banho

1. A água está demasiado quente

Quanto mais quente estiver a água do duche, mais seca ficará a sua pele. “Se está a aquecer óleos da pele, então é provável que esteja a emulsionar, dissolver e, literalmente, removê-los com a água. Estes óleos têm um papel importante em proteger a cara contra agressões externas através da barreira da pele”, afirma a dermatologista.

2. Ficamos no chuveiro demasiado tempo

De acordo com a especialista: “quanto mais tempo ficarmos debaixo de água, mais seca irá ficar a nossa pele. Fatores hidratantes naturais como ceramidas, ácidos gordos e óleos ajudam a manter os níveis de hidratação da pele. O problema é que são solúveis com a água – portanto, se deixarmos a cara debaixo de água por 10 minutos, é possível que os eliminemos“.

3. Restos de champô

A espuma do champô chega, muitas vezes, à linha do cabelo – e este pode ser um problema se sofrermos de irritação por contacto (algo bastante comum), impulsionado por um conservante chamado metilisotiazolinona (MI), que foi introduzido, sobretudo, após a eliminação de parabenos de muitos produtos.

Enquanto que este ingrediente não está presente na maioria das produtos que colocamos na pele, ainda pode ser encontrado em produtos como champôs, que, quando salpicam para os olhos, podem levar a irritações tipo eczema, vermelhidão e descamação“, explica Hextall.

4. Restos de gel de banho nas mãos

Gel de banho, sabão ou outros produtos para lavar o corpo não são “amigos” do rosto. “Eles eliminam os óleos do rosto, elevam o PH e causam pele seca”, acrescenta a dermatologista. Devemos esperar até sair do banho (sim, após o banho é a melhor altura) e, depois, lavar a cara com algo ligeiramente oleoso, ácido ou cremoso.

Há forma de lavar o rosto no duche?

Em primeiro lugar, a temperatura da água. Hextall garante que esta não precisa de estar gelada: “demasiado frio pode ter o mesmo efeito, porque dilata os vasos da pele do rosto, causando vermelhidão”. Portanto, água tépida é a solução e, igualmente importante, não apontar o chuveiro diretamente para a cara, para evitar irritação.

A dermatologista deixa outra dica: não manter o produto com que lavamos a cara no chuveiro, para evitar a tentação, bem como manter a qualidade do mesmo. “Qualquer produto com ingredientes ativos irá degradar-se sob luzes fortes e as condiçõees quentes do chuveiro“, finaliza.

Palavras-chave

Mais no portal

Imagem de Sucesso

As regras de estilo para escolher "looks" mais frescos sem descurar a elegância

Este é o tema do novo episódio da rubrica Imagem de Sucesso.

Diz Quem Sabe

Ervilha amarela: uma nova alternativa aos alimentos de origem animal?

Um artigo de opinião assinado pela nutricionista Ana Leonor Perdigão.

Diz Quem Sabe

Tudo o que precisa de saber sobre a reabilitação oncológica

Um artigo de opinião assinado pelo médico Énio Pestana, do Hospital CUF Cascais, sobre este tipo de cuidados.

Saúde

Podcast: Sandra Gomes Silva responde às nossas questões sobre vegetarianismo

Os prós e os contras de um tipo de alimentação que leva em conta preocupações éticas e ambientais. Afinal, precisamos mesmo da carne para sermos saudáveis?

Saúde

O vegetarianismo melhora a vida sexual? Eis o que diz a Ciência

Não podemos subestimar o poder de uma dieta à base de plantas.

Mulheres Inspiradoras

Tem mesmo de conhecer estas ambientalistas portuguesas

Aqui ficam alguns exemplos de mulheres que renovam diariamente o compromisso de conservação e preservação ambiental.

Beleza

Conheça as grandes vantagens dos champôs sólidos

Preparámos também uma lista de produtos que pode incluir na sua rotina de cuidados capilares.

Nas Bancas

Como salvar as suas plantas

Na ACTIVA Verde, já em banca, os conselhos para escolher e cuidar das suas plantas.

Nas Bancas

Este casal mostra-nos como é viver "fora da rede"

Uma casa de madeira foi o início da mudança.

Nas Bancas

Receitas (de chef): desperdício zero

Sabia que está a deitar fora uma das melhores partes dos seus legumes?

Comportamento

A sustentabilidade chegou ao sexo

Conheça quatro formas de ajudar a salvar o planeta entre quatro paredes.