@barbaracorby

Existem poucas marcas de beleza tão (re)conhecidas quanto a Vichy. E, em Portugal, a empresa internacional de renome escolheu Bárbara Corby para o papel de embaixadora. Primeiro, e durante muitos anos, no digital, e agora offline.

A criadora de conteúdos é o novo rosto da gama Normaderm Phytosolution nas farmácias nacionais. Um marco importante no percurso profissional desta jovem com uma forte presença no YouTube e no Instagram, somando um total de 504 mil seguidores nas duas plataformas (até ao momento da publicação deste artigo). De resto, o seu trabalho já foi destacado pela revista Forbes Portugal e pelo estudo Social Influence Report Portugal 2018, mais especificamente no top 100 de contas no Instagram com mais interações.

Formada em jornalismo, Bárbara chegou a trabalhar na área mas confessa que não se sentia completamente realizada. Em conversa com a ACTIVA, conta-nos que acabou por se descobrir no YouTube quando criou um canal dedicado ao universo feminino, em abril de 2014, em conjunto com uma das irmãs mais novas.

“Comecei a gravar vídeos de uma forma muito natural e despretensiosa, porque queria partilhar assuntos e coisas das quais gostava com mais pessoas. Sempre fui a amiga que vestia as outras e maquilhava toda a gente para os espetáculos da escola. Fazer o mesmo no YouTube pareceu-me uma boa ideia na altura”

Cerca de três anos depois, a influencer apercebeu-se de que as marcas tinham começado a apostar mais no digital e que, “se trabalhasse muito”, aquele passatempo poderia vir a ser um trabalho a tempo inteiro. Foi uma aposta vencedora. Aos 28 anos, tem um canal em nome próprio no YouTube – conquistou 100 mil subscritores em apenas um ano – e soma e segue sucessos na vida profissional, incluindo a renovação do voto de confiança da Vichy.

“Mulher. Mãe. Irmã. Empreendedora. Adolescente. Levemente insegura. Altamente ansiosa”, como se descreve numa das suas publicações, quer, acima de tudo, inspirar quem a segue.

Até 2017, trabalhaste sempre em conjunto com a tua irmã Bruna. “Começar do zero” e lançar um projeto em nome próprio foi assustador?

Foi, sim. Começar do zero naquela altura foi um grande desafio porque todos os outros [influencers populares] já tinham mais de 100 mil seguidores. Foi preciso trabalhar muito, inovar e estudar para me conseguir destacar. 

Qual é a essência da plataforma que construíste sozinha? 

Consistência e autenticidade. Sempre fui muito consistente, nunca deixei de publicar. Sinto que as pessoas já contam comigo naquele dia e àquela hora. Por outro lado, considero que o meu conteúdo transmite, de facto, a minha personalidade, os meus gostos e isso faz com que os meus seguidores confiem e se identifiquem comigo. 

Tendo em conta esses valores, que critérios tens em conta quando decides associar-te a uma marca? 

O critério principal é sempre o mesmo: só me associo a marcas/produtos de que gosto, uso e que resultam para mim. Faço sempre a mesma pergunta: compraria este produto se não trabalhasse com ele? Se a resposta é um sim, então analiso se o produto é ou não interessante para o meu público.

A Vichy é um exemplo de uma dessas parcerias. Qual é a primeira memória que tens de um contacto com produtos da marca? 

Penso que o primeiro produto que eu experimentei foi o Mineral 89, que adoro! A partir daí foi um “namoro” até hoje. Quando fui convidada a experimentar em primeira mão a gama Normaderm fiquei em êxtase porque de facto era perfeita para o meu tipo de pele.

A transição de embaixadora digital para rosto da marca em Portugal foi a concretização de um sonho?

Sem dúvida! Representar uma marca internacional era um daqueles objetivos para o qual lutava mas que não sabia se ia concretizar, sabes? Fazê-lo com uma marca de que gosto tanto, como a Vichy, é surreal! Às vezes, ainda nem acredito que sou eu nas montras!

A beleza interior é considerada importante, e tu és o rosto de uma marca de beleza. Como é que concilias os dois?

Considero que a beleza vem de dentro. A melhor forma de sermos bons é sentirmo-nos bem e uma marca de beleza que cuida da saúde da nossa pele é a melhor aliada para isso.

Como esperas inspirar outras mulheres com este novo papel? 

Espero que percebam que tudo é possível quando trabalhamos muito! Não tive padrinhos, não sou de uma família abastada, todas as minhas conquistas são fruto de muito esforço e dedicação, e isso qualquer mulher pode fazer.

Porque é que a gama Normaderm Phytosolution é ideal para ti? 

Sempre tive a pele oleosa com tendência a acneica e esta gama é específica para o meu tipo de pele. Adoro a textura em gel do creme hidratante, por exemplo, que hidrata a pele sem pesar, matifica e ainda ajuda a reduzir o aparecimento de borbulhas e pontos negros.

Com a pandemia, a tua rotina de skincare mudou no último ano?

Sem dúvida! O stress e ansiedade do confinamento afetaram muito a minha pele e senti a necessidade de intensificar os cuidados, fazer mais máscaras, hidratar mais vezes ao dia. A máscara de proteção que usamos diariamente, desde o início da pandemia, também não ajuda em nada as peles mais oleosas.

O facto de teres sido mãe pela primeira vez também acarretou alguns ajustes? 

Não. Apesar de agora ter muito menos tempo para mim, faço questão de não descurar os cuidados de skincare. Sentir que a minha pele está bonita e saudável é muito importante para a minha autoestima e para o meu trabalho também.

Que cuidados diários não dispensas de manhã e à noite? 

De manhã, lavar o rosto com um gel de limpeza, aplicar um sérum com Vitamina C, hidratar o rosto e a zona dos olhos e, por fim, aplicar protetor solar. À noite, retiro bem a maquilhagem, gosto de usar um sérum bem nutritivo e hidrato a pele.

És filha de brasileiros, mas nasceste e foste criada em Portugal. Quais são as principais diferenças na forma como a beleza é encarada nos dois países? 

Acredito que os brasileiros no geral são muito vaidosos, preocupados com o corpo e com a saúde. Eu herdei muito essa preocupação da minha mãe. De qualquer das formas, o mundo está tão globalizado que em Portugal estamos cada vez mais atentos à nossa saúde tanto física como mental.

As pessoas tendem a focar-se no lado glamoroso da vida de influencer. O que é que o público não sabe sobre o teu trabalho?

O que o público não sabe é que o meu trabalho não é partilhar a vida nas redes sociais, mas sim criar conteúdos que solucionem problemas. O trabalho de um influencer engloba várias funções como criação de estratégia, gravação, edição, fotografia, design, marketing digital, gestão, contabilidade, entre muitas outras.

O facto de ser uma profissão tão nova causa sempre muitas dúvidas, mas acredito que há muitas pessoas a fazer um trabalho excelente no digital e que, pouco a pouco, a perceção da sociedade quanto a esta profissão vai mudar. 

Palavras-chave

Relacionados

Exclusivo
Moda

Mafalda Castro: "Sinto-me cada vez mais confortável comigo mesma"

A apresentadora de TV foi escolhida para ser a primeira embaixadora portuguesa da ECCO Shoes. Numa entrevista exclusiva, conta-nos tudo sobre esta novidade e o à-vontade cada vez maior que tem com a moda.

Beleza

Ana Garcia Martins: "Tenho tanto de vaidosa como de preguiçosa"

A influencer estreou-se recentemente num novo desafio profissional: conduzir um talk show sobre beleza. Em conversa com a ACTIVA, falou sobre os seus hábitos e rotinas, e revelou o que podemos esperar de "Em Boa Companhia"

Beleza

O cheiro da primavera: 10 perfumes que combinam com os dias quentes

Para muitas mulheres, a transição para a primavera é sinónimo de passar a apostar em aromas mais leves.

Mais no portal

Moda

Estas saias prometem fazer furor nas estações quentes

Apresentamos-lhe seis modelos que são ótimos investimentos tanto para a primavera como para o verão de 2021.

Lifestyle

Vamos falar sobre os deliciosos tacos japoneses do FishFish Sushi?

Às quartas-feiras, na compra de três tacos, o restaurante oferece um quarto. Uma oferta literalmente irresistível!

Body Shaper

O derradeiro plano para declarar guerra à celulite e à retenção de líquidos

O novo episódio da rubrica Body Shaper traz-lhe um plano de ataque, sublinhe-se, só com dicas caseiras.

Diz Quem Sabe

Questões a ponderar antes de avançar com uma mudança na vida profissional

A coach Lúcia Palma deixa alguns pontos a ter em conta antes de efetuar qualquer mudança neste campo.

Saúde

Os reajustes necessários para perder peso depois dos 40

Aconselhados por uma especialista.

Beleza

Base demasiado clara? Este truque do TikTok ajuda a resolver o problema

É bastante simples e económico.

Moda

Duvidamos que haja um vestido mais prático do que este

É só vestir e sair porta fora, sem pensar muito no styling.

Comportamento

Os 10 pilares de relacionamentos saudáveis

De acordo com um perito em relações amorosas, existem 10 alicerces de uma parceria que tendem a ser subestimados.

Celebridades

Ex-mulher de Travis Barker alega que o músico teve um caso com Kim Kardashian

Barker é o novo namorado de Kourtney Kardashian.

Diz Quem Sabe

O guia para criar uma selva urbana em casa

Um artigo de opinião assinado por José Luís Velasco, product manager da Gardenia, sobre os novos hábitos que se cultivaram e enraizaram em tempos de confinamento.

Comportamento

Como ser mais vulnerável num relacionamento (mesmo que isso a assuste)

O medo da rejeição faz-nos levantar a guarda e, por conseguinte, perdemos coisas boas como a intimidade e a conexão.

Diz Quem Sabe

O couro cabeludo também precisa de proteção solar

O Dr. Carlos Portinha, coordenador Clínico do Grupo Inspary, explica que o cancro da pele pode ser uma das consequências da exposição do couro cabeludo aos raios solares.