Natalie Portman mostra anel de noivado

Natalie Portman

Reuters

Vai estrear finalmente ‘Cisne Negro’, o filme mais conhecido por ter tirado 10 quilos a uma Natalie Portman que já não tinha nenhuns para perder, e que transformou o mundo do ballet num thiller psicológico. Este não é o tipo de filme que faz com que todas as raparigas desejem ser bailarinas: o sofrimento físico alia-se ao psíquico, e há pouca gente que chegue ao fim ansiando por um tutu.

Natalie Portman, já premiada com um Globo de Ouro por este filme, está como favorita na corrida aos Oscares, onde tem como única adversária à altura a espantosa Annette Bening de ‘Os miúdos estão bem’. Em ‘Cisne Negro’, Portman é Nina, uma bailarina que vai pela primeira vez interpretar os duplo papel do Cisne Branco e do Cisne Negro na produção de ‘O Lago dos Cisnes.’ Na história entram ainda uma bailarina mais velha, uma mãe dominadora, um diretor perfecionista e uma rival que mostrará a Nina o lado negro da vida.

Os detalhes da produção já a transformaram numa curiosidade para os fãs de Natalie. Ao muito que teve de emagrecer juntou-se o muito que teve de trabalhar. Parecer uma bailarina profissional – ou seja, alguém que começa a treinar aos 5 anos – não é fácil para alguém já com 28, mas Natalie já tinha estudado ballet dos 4 aos 13. Foi também essa a razão por que insistiu com a produção para que contratassem a sua amiga Mila Kunis para o papel da rival Lily.

De qualquer forma, as filmagens não foram pacíficas. Nem faltou a lesão da praxe. Conta-se inclusive uma história digna do próprio filme: a certa altura, Natalie deslocou uma costela e pediu um médico. Disseram-lhe que o orçamento era tão reduzido que não havia dinheiro para médicos. Ela respondeu, prefiro ter um médico do que ter uma roulote. No dia seguinte, a roulote tinha desaparecido… Enfim, curou-se, mas steve de esperar seis semanas para recuperar.

Natalie Portman e Mila Kunis dançam elas próprias muitas das suas cenas, mas para as piruetas e fouettés mais difícieis foram usadas duplas. Quando virem alguma cena filmada só da cintura para baixo, já sabem que as pernas não são delas…

O realizador Darren Aronofsky, também nomeado para o Oscar, tinha planeado fazer este filme como uma espécie de complemento a ‘The Wrestler’, mas descobriu rapidamente que a luta e a dança eram mundos demasiado complexos para serem tratados num só filme. Resta agora saber como os portugueses vão receber aquele que já é considerado um dos filmes mais perturbadores do ano.

VEJA IMAGENS DE NATALIE PORTMAN NO FILME ‘CISNE NEGRO’

** Este artigo foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico **

Partilhar

Assine a ACTIVA em formato DIGITAL!

Clique para subscrever a NEWSLETTER ACTIVA.pt!

Siga-nos no Twitter

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Relacionados

Mais no portal