Adele bate recordes

Adele

Getty Images

Adele lidera a tabela britânica de vendas há nove semanas consecutivas, igualando o record de Madonna para uma artista feminina a solo.

Mas o seu sucesso não é de hoje; começou em 2009 quando, com apenas 19 anos, arrecadou o galardão BBC Sound, tornando-se na mais jovem artista a recebê-lo na história dos prémios dados por aquela rede pública de rádio e televisão. A sua voz profunda, cheia de soul e com uma maturidade rara alguém de apenas 22 anos, convenceu críticos e público internacional. O álbum de estreia, "19", vendeu 1,1 milhões de cópias, atingindo a quádrupla platina no Reino Unido e ouro nos Estados Unidos.

"Chasing Pavements", o primeiro single dele retirado, valeu-lhe o Grammy de Melhor Performance de Voz Pop Feminina, em 2009, a juntar ao outro para Melhor Novo Artista.

Adele continua a apostar na idade para título de álbum e a receita está a correr bem. "21" já bateu o recorde de vendas do seu predecessor-1,5 milhões de cópias em nove semanas no top – e pôs músicas como "Someone Like You" e "Rolling in the Deep" no topo das tabelas de airplay das rádios. Outro feito: segundo a BBC, Adele é a única artista viva a conseguir o feito de ter dois êxitos no top 5 da tabela britânica de singles e de álbuns.

Críticos e produtores ouvidos pela BBC lembram que ‘Make you Feel My Love’, um original de Bob Dylan que Adele gravou, foi uma das músicas que os concorrentes do programa de televisão britânico ‘X Factor’ mais escolhiam para cantar e isso acabou por ajudar a perpetuar a popularidade da jovem artista, entre os seus dois álbuns.

Mas é mais do que isso. Adele chegou numa altura em que as vozes soul com um travo vintage estão na moda. Não padece dos excessos dramáticos de Amy Winehouse e o público não reconhece nela a imagem oca e banal de mais uma artista fabricada. Vê-a antes como um talento real na voz de uma rapariga real.

Veja a atuação de Adele ao vivo no programa da BBC ‘Later Live with Jools Holland’:

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Relacionados

Mais no portal