140088899.jpg

Brad Pitt sempre foi adepto de causas justas e as suas contribuições para associações humanitárias são bem conhecidas. Mas, desta vez, a contribuição provém não só do próprio Brad mas sim da equipa de produção do seu novo filme, ‘Fury’. O filme retrata o colapso do regime nazi em 1945 e conta a história de uma equipa americana numa missão mortífera, transportada pelo tanque Fury.

As gravações tiveram a duração de sete semanas e, durante este tempo, a economia local beneficiou em mais de 1 milhão de dólares (cerca de 736 mil euros), já que a equipa de produção investiu na economia local ao jantar em pubs e restaurantes locais e a fazer compras. Esta enchente de pessoas aumentou o consumo numa aldeia outrora muito mais calma, com um número de habitantes reduzido. O ator já agradeceu a hospitalidade dos locais numa mensagem pessoal, “Experienciámos uma hospitalidade extrema e agradecemos as boas-vindas calorosas que recebemos da comunidade local”.

Tanto Brad como a equipa de produção já pediram desculpa pelo incómodo causado aos habitantes locais, que têm de ouvir explosões e barulho de tiros constantemente. Contudo, muitos habitantes revelaram-se agradecidos por esta oportunidade e revelaram que já começam a estar habituados à agitação das filmagens. Aparentemente, a aldeia também costuma ser usada para as filmagens de algumas séries inglesas como Sherlock e Midsomer Murders.

E que tal uma visita a Portugal para a próxima longa-metragem, Brad?…

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Relacionados

Mais no portal