kim.jpg

Kim Kardashian desenvolveu uma teoria que parece justificar, aos seus olhos, o significativo peso ganho durante a gravidez da sua primeira filha, North West. Numa reveladora entrevista à revista Elle, a socialite americana atribuiu a Deus a responsabilidade pelo que sucedeu, considerando mesmo tratar-se de um sinal dos céus “Acho que Deus fez isto por uma razão”. E esclareceu:“Ele disse: ‘Kim, achas que és uma brasa, mas olha o que Eu te posso fazer”. 

Para Kim, de 34 anos, a satisfação com o corpo curvilíneo que a definia foi um longo percurso “Cresci quando o corpo ideal era o alto, magro , supermodelo, como Cindy Crawford . Ninguém se parecia comigo. É bom para quebrar o modelo e recriar um. Sou uma rapariga arménia, tenho formas, e descobri que as pessoas gostavam disso. Isso fez-me sentir bem comigo mesma, apoiando outras mulheres”. O pai, Robert Kardashian,  foi um grande apoio, dizendo que o mais importante era a maravilhosa rapariga que Kim era e que tinha de entender o seu valor.

As alterações de silhueta com a gravidez parecem ter sido traumáticas. A mulher de Kanye West diz que o seu corpo enlouqueceu, tendo mesmo ponderado nunca mais engravidar “Depois de cinco meses, jurei que nunca iria engravidar novamente. Fiquei tão grande e parecia que alguém se tinha apoderado do meu corpo”. 

No entanto, a numerosa família em que Kim cresceu parece tê-la feito reconsiderar e querer engravidar novamente “Quero um menino e uma outra menina, e quero que aconteça de imediato”. 

Actualmente, considera-se uma mulher com auto-confiança, que diz ter vindo a construir ao longo dos anos.
 

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Relacionados

Mais no portal