activa

Perfil

Celebridades

Angelina Jolie abre o coração em nova entrevista

E fala, inclusive, da relação com os filhos e da cidade em que se sente uma pessoa diferente.

Activa.pt

Michael Loccisano

Angelina Jolie acaba de abrir o coração, numa conversa exclusiva com a Hello!. Enquanto nova cara do perfume Mon Guerlain, a atriz falou acerca da importância de termos tempo para nós mesmos e do facto de muitas mulheres se sentirem culpadas quando o fazem. Contudo, revela-se sortuda pelo modo como os seis filhos - Maddox, de 18 anos, Pax, de 15, Zahara, de 14, Shiloh, de 13, e Vivienne e Knox, de 11 - a fazem sentir especial.

"No Dia da MNãe, os meus filhos fazem-me o pequeno-almoço e vão apanhar flores para mim. Tratam-me como uma princesa. Quando eu tiro tempo para mim, redescubro a simplicidade de que falo e percebo também que tenho mais resiliência em mim do que pensava. Mas, no fundo, sou branda e vulnerável - o meu sonho não é apenas ser forte. Quero poder ser suave e não ser magoada ou me sentir pouco apoiada quando o sou", revelou.

Mais à frente, falou mais detalhadamente acerca da relação com os filhos e como o seu crescimento a afeta: "Quando eles são pequenos, sentimo-nos mais 'mamãs'. Quando eles se tornam adolescentes, começamos a lembrar-nos da nossa adolescência. Vemo-los a irem a discotecas e perguntamo-nos porque não podemos ir também. Estou neste momento engraçado em que me estou a redescobrir".

E no que toca a valores que passa às crianças, respondeu assertivamente: "Bondade - para os outros e para eles mesmos. É importante sermos humildes - saber a liberdade que temos e aquilo com que fomos abençoados e ajudar os outros. E lembrarmo-nos sempre de onde estamos - todos somos humanos e cheios de falhas. Somos pequenas peças num mundo maior". Além disso, a atriz disse tentar ser tão "bondosa, benevolente, amável e tolerante" quanto a sua mãe foi para si.

Por fim, e a propósito da campanha que protagoniza, do novo perfume, Angelina revelou uma curiosidade engraçada: "Por vezes, estamos num momento da nossa vida em que não conseguimos imaginar nada diferente - não saímos daquele sítio. Mas quando estou em Paris, sinto-me uma pessoa diferente e sou curiosa acerca desse meu outro lado. É esclarecedor, aqui [em Paris]".

Angelina e os filhos

Angelina e os filhos

NurPhoto

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!