activa

Perfil

Celebridades

Inês Mocho responde às perguntas que sempre quisemos fazer sobre maquilhagem

Desde dicas aos melhores produtos, a maquilhadora e influenciadora digital falou-nos de alguns tópicos essenciais.

Filipa Bulha Pereira

Neste momento, à procura do(a) póximo(a) makeup artist de Portugal, em parceria com a Perfumes e Companhia e a NYX - concurso que entrou para a fase de votação do público no dia 24 de setembro, em makeupartistportugal.com -, Inês Mocho tirou uns minutos para nos falar de assuntos importantes. Afinal, todas gostamos de nos sentir bonitas e sabemos que a maquilhagem pode ser uma grande aliada. Mas importa saber fazê-la bem. Eis as respostas da digital influencer às questões que sempre quisemos fazer sobre este tópico:

Qual a melhor dica de maquilhagem que já te deram?

A melhor dica de maquilhagem foi dada pela minha mãe, que é nunca ir dormir com uma maquilhagem colocada. Limpo sempre o rosto, tanto à noite como de manhã, e se, por ventura, for para a cama com maquilhagem, que já aconteceu, parece que esse peso cai na minha consciência e não consigo adormecer. Tenho mesmo de desmaquilhar e hidratar a pele e só assim é que consigo dormir.

Que tendência não serias capaz de seguir, a nível de maquilhagem?

Penso que não há nada na maquilhagem que eu diga que não sou capaz de usar. Todas as técnicas, se forem bem executadas e no momento certo, são sempre justificadas.

E quais as tendências atuais de que mais gostas?

As tendências que eu mais gosto, penso que não são atuais, mas sim de sempre para sempre. Pele bronzeada e luminosa, mega pestanão, sobrancelha bem definida e boca nude. Sim, eu sei que são básicos, mas tal como o vestido preto, são básicos que ficam sempre bem.

Onde procuras inspiração?

A minha inspiração vem-me do meu dia à dia, por vezes dos lugares mais cliché, como por exemplo videoclips, revistas e outras vezes das coisas mais tontas e parvas que se possa imaginar, como o padrão da calçada, aquela senhora na paragem de metro ou até mesmo as conjugações das cores de uma flor.

Em que produtos de beleza vale mesmo a pena gastar mais dinheiro (e quais é que não tem problema comprar os mais baratos)?

Para gastar o dinheiro nada melhor do que investir na nossa pele. É algo que a mim não me custa, até porque o vejo como um investimento no meu cartão de visita, no meu rosto. Comecei muito cedo, aos 25 anos, a utilizar produtos anti rugas e pouco mais tarde com tratamentos mais intensivos e não me arrependo nada. Tal como disse, é um investimento no meu rosto, no entanto, não me importo de arriscar com produtos mais baratos com os meus batons, penso que é aquele produto de maquilhagem que hoje em dia praticamente todas as marcas já têm com bastante qualidade.

Se só pudesses usar um produto de maquilhagem, qual não dispensarias?

Que tortura! Primeiro, acho que seria muito menos feliz, porque adoro verdadeiramente o acordar de manhã e maquilhar-me. Não pelo ato de futilidade como muitos pensam, mas sim porque, efetivamente, me faz sentir poderosa e bonita. No entanto, e voltando à questão, escolheria, muito a custo, a máscara de pestanas. Mas confesso que utilizaria em generosas camadas e também utilizaria como eyeliner.

Quais as combinações de cores que funcionam melhor em cada tipo de pele (mais clara ou mais escura)?

Nos tons de pele mais claros favorecem os tons rosa ou dourados, nos tons de pele mais escura já funcionam melhor as cores de vinho ou os acobreados. Mas obviamente que a maquilhagem tem muito a ver com o gosto próprio de quem usa e se as regras são para ser seguidas, na maquilhagem estas podem ser contornadas ou até mesmo quebradas, e a parte melhor da maquilhagem é que, não correndo bem, há sempre desmaquilhante pronto para nos salvar.

Menos é mais?

Depende do que estivermos a falar. Se estivermos a falar de base e corretor, sim, sou apologista de que se deva colocar na quantidade necessária, sou apologista de que uma pele bonita não necessita de um uso diário da base, no entanto, em todo o resto, acredito no mais é mais, adoro pestanas dramáticas, um olhar bem rasgado, e porque não também um glitterzinho básico? Na minha opinião, a maquilhagem não deve ser levada assim tão a sério, mas sim como um complemento ao nosso look e uma expressão de espirito e de estado, tal como num dia nos apetece usar brincos minimalistas e noutro um brinco mega statement, penso que devíamos levar essa mesma leveza de decisão para a maquilhagem.

O que é que pode estragar uma maquilhagem bem feita (à parte de fatores externos, como a meteorologia)?

Para mim o que mais pode estragar uma maquilhagem é uma má atitude, não há quantidade de maquilhagem neste mundo que consiga camuflar más atitudes, por isso e falando de forma positiva, que é a minha favorita, não há nada que valorize mais uma maquilhagem do que um sorriso.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!