Meghan antes de entrar na família real britânica

Ser membro da Casa Real britânica implica seguir um conjunto de regras e protocolos no que diz respeito ao vestuário e acessórios. Desde os tons do esmalte ao tipo de sapatos, a duquesa de Sussex, tinha um leque de escolhas bastante reduzido. Meghan está agora mais livre para reinventar modelos e cores a usar em diferentes ocasiões.

Antes de se casar com o príncipe Harry, Meghan usava saltos e cores vivas que combinava com unhas escuras, vestidos reduzidos ou sombras de olhos coloridas. Tinha três milhões de seguidores no Instagram que nunca desapareceram, mesmo tendo a duquesa eliminado o perfil. Agora, espera-se que os seus fãs possam voltar a ver o estilo de Meghan, mais livre e longe das exigências reais.

As unhas Quando membro da família real, Meghan, só podia usar esmaltes nude, rosa pálido ou transparente. As cores escuras, por exemplo, do Rouge Noir de Chanel, podem voltar a ser uma escolha na vida de Markle.

Os lábios Os tons fortes não são bem vistos em terras londrinas. A recomendação são os tons discretos. E se pensarmos bem, nunca vimos a duquesa com um tom vermelho forte em nenhum ato oficial.

Maquilhagem Tal como os lábios, também a maquilhagem, deve ser natural em Buckingham. Meghan pode voltar a usar sombras de olhos mais fortes. Quando era atriz, os eyeliners e sombras azuis faziam parte das suas escolhas,

Vestuário No vestuário, Meghan pode voltar a usar vestidos acima do joelho e abandonar as meias de vidro exigidas pelas regras de Buckingham. Markle abandonou esse acessório na sua última visita oficial (ainda nem o mundo adivinhava que estava de saída). Agora pode voltar a usar vestidos mais reduzidos de diferentes padrões e texturas, assim como casacos e leggins de couro para conjugar com diversos looks. Além destas mudanças, Markle, pode usar e abusar de decotes. Também Lady Di o fez nos últimos anos de vida, sem nunca perder estilo e elegância.

Calçado Sapatos de salto alto fechados, é do passado. A nova a regra são as sandálias abertas e os chinelos.

Recorde-se que Meghan e Harry estão ofialmente de saída, da Casa Real Britância, a 31 de Março.

Palavras-chave

Mais no portal

Beleza e Saúde

Experiementei a receita de dois ingredientes que dizem ser muito saciante

Se o desafio envolve comida, não há como recusar, não é?

Lifestyle

2021 irá trazer uma boa dose de funk a Portugal

O próximo ano ficará marcado pela 1ª edição do Kondzilla Festival em Lisboa. Kevinho e David Carreira já estão confirmados.

Beleza e Saúde

7 motivos pelos quais não consegue ter um orgasmo

Se não é o seu caso, com certeza já ouviu as queixas de alguma amiga, certo? Entenda por que algumas mulheres sentem esta dificuldade.

Celebridades

Ex-namorada de Drake Bell acusa-o de violência doméstica

A atriz conta que o companheiro a chegou a arrastar pelas escadas de casa.

Celebridades

Angelina Jolie acredita que está a acontecer algo estranho no divórcio com Brad Pitt

Apesar de já estarem oficialmente divorciados, os dois ainda têm algumas questões a decidir, nomeadamente sobre os filhos e finanças.

Celebridades

Pippa Middleton não queria convidar Meghan para o casamento

Rumores de que a irmã de Kate sentia alguma inveja da companheira de Harry parecem ter sido confirmados numa obra recente.

Beleza e Saúde

Diz quem sabe: truques para comer gelados sem engordar

Não precisa de eliminar este tipo de alimento por completo, mas sim saber as melhores dicas para o consumir com moderação.

Celebridades

Chris Pratt e Katherine Schwarzenegger dão as boas-vindas ao primeiro filho

Chris Pratt e Katherine Schwarzenegger celebraram o primeiro aniversário de casamento em junho e assinalam agora a chegada do primeiro filho.

Moda

Estes são os ténis que vão dar um novo fôlego à sua corrida

O regresso de um clássico, em novas cores.

Celebridades

Simon Cowell no hospital após acidente de bicicleta

O jurado do 'America´s Got Talent' está no hospital.

Lifestyle

Unique Sushi Lab: onde comer é sempre uma (boa) surpresa

O restaurante que os amantes de sushi têm de conhecer e que ér capaz de converter mesmo os mais desconfiados em fãs da culinária japonesa. A culpa é do chef Johnny Keep.

€2,95 por edição 20% desconto  

Assine já!

Papel