Após revelar os motivos pelos quais usa sempre roupas largas – desde os complexos com o corpo à luta contra a objetificação do corpo feminino -, Billie Eilish surpreendeu tudo e todos ao despir-se num concerto, em Miami, passando uma forte mensagem nos ecrãs.

Enquanto tirava as roupas, os fãs podiam ir lendo: “Vocês têm opiniões sobre as minhas opiniões, sobre a minha música, sobre as minhas roupas, sobre o meu corpo. Algumas pessoas odeiam o que eu visto, outras adoram, algumas usam-no para envergonhar outras pessoas e outras para me envergonhar a mim”.

Em seguida, a mensagem continuava: “Mas eu sinto-vos a observar. Sempre. E nada do que faço passa despercebido. Por ossp, embora sinta os vossos olhares, a vossa desaprovação, ou o vosso suspiro de alívio, se eu vivesse deles, nunca me poderia mexer. Gostavam que fosse mais baixa? Mais fraca? Mais gentil? Mais alta? Gostariam que eu estivesse em silêncio?“.

A artista acrescentou ainda ao texto algumas perguntas para nos fazer pensar: “Os meus ombros provocam-vos? O meu peito provoca-vos? Eu sou a minha barriga? As minhas ancas? O corpo em que nasci não é o que vocês queriam? Se eu uso o que é confortável não sou mulher. Se eu me dispo, sou uma prostituta. Embora nunca tenham visto o meu corpo, julgam-no. E julgam-me por ele. Porquê?“.

Por fim, Eilish rematou com alguns factos e deicou mais umas quantas questões no ar, recebendo bastantes aplausos: “Fazemos suposições sobre as pessoas, baseadas no seu tamanho. Decidimos quem elas são, o que valem. Se eu uso mais ou menos, quem decide o que me torna ‘eu’? O que significa isso? O meu valor baseia-se apenas na vossa perceção? Ou será que a vossa opinião sobre mim não é minha responsabilidade?“.

veja o vídeo:

Palavras-chave

Assine a ACTIVA

Deixe-se inspirar, assine a ACTIVA, na sua versão em papel ou digital, a partir de €2,00 a edição. Saiba tudo aqui ASSINAR

Mais no portal

Comportamento

3 motivos para o sexo (por vezes) causar apego emocional

Eis a explicação de uma especialista, mestre em Sexologia.

Saúde

Os testes de ovulação valem mesmo a pena quando se tenta engravidar?

Esta é uma das formas de identificar o período fértil.

Beleza

O que há de novo na maquilhagem que vale a pena descobrir

Para os olhos, lábios e uma pele imaculada.

Celebridades

Ryan Reynolds afasta-se dos ecrãs

O ator anunciou uma pausa na carreira.

Beleza

Saiba como combater e prevenir a queda de cabelo sazonal

Um problema que é muito comum nesta altura do ano.

Beleza

7 passos para cuidar da pele antes de dormir

Uma rotina tão importante quanto a matinal.

Moda

4 peças em cabedal que são must-haves para o outono

E como usá-las.

Saúde

iMM-Laço Hub nasce como uma nova esperança na luta contra o cancro da mama

Com um laboratório focado na investigação em cancro da mama metastático e uma equipa especializada.

Moda

The Bra Stories: uma campanha pela luta contra o cancro da mama

Assinada pela C&A.

Moda

Andreia Dinis lança marca de roupa

Sugar n’Spice Concept é o novo projeto online da ariz.

Lifestyle

Neste hotel, a reserva de duas noites equivale à oferta da terceira

Aproveite uns dias relaxantes no campo.

Moda

À conversa com Diego Sebastian, criador da campanha 'Family Portraits' da Mango

Uma campanha não são apenas fotos bonitas dos produtos de uma marca. A mensagem é muito mais importante porque a forma como nos relacionamos com o mundo é essencialmente emocional. Daí ser curioso conversar com o homem que se esconde por detrás de uma das mais bem sucedidas campanhas da marca espanhola.