Recentemente, um tweet de uma pessoa anónima, identificada como Danielle, veio detalhar um momento de assédio sexual por parte de Justin Bieber, em 2014, no hotel Four Seasons. Após deliberação, o artista veio desmentir os rumores, apresentando provas em como não esteve no local, nas datas referidas.

Normalmente, não abordo acusações aleatórias, já que tenho lidado com elas ao longo de toda a minha carreira. Contudo, após falar com a minha mulher e equipa, decidi tocar num assunto. Rumores são rumores mas o abuso sexual é algo que não tomo de ânimo leve. Queria falar logo, mas por respeito a tantas vítimas que lidam com isto diariamente, quis ter a certeza de que reunia os factos antes de falar“, escreveu, no Twitter.

Na acusação, Danielle menciona ter estado em Austin a assistir a uma atuação do cantor, a 9 de março de 2014, quando tinha 21 anos e o artista 20. A jovem relata ter sido convidada, em conjunto com duas amigas, para se dirigir até ao hotel em que Justin se encontrava, após uma breve conversa com o artista – e foi aí que, alegadamente, tudo aconteceu.

Posteriormente, Bieber apresenta fotografias de recibos e outros documentos que comprovam onde realmente esteve na data referida pela jovem. Entre as provas, surge até uma notícia que relata um encontro com a namorada da altura, Selena Gomez, no dia do suposto crime.

“Todas as acusações de violência sexual devem ser tomadas a sério e esta é a minha resposta. Esta história é impossível de ter acontecido e vou trabalhar com o Twitter e com as autoridades para tomar medidas legais”, rematou. Entretanto, a pessoa anónima que o acusou apagou a conta de Twitter onde divulgou a história.

Veja a acusação:

Palavras-chave

Assine a ACTIVA e receba uma fabulosa OFERTA da LIERAC. ASSINE AQUI

Relacionados

Mais no portal